EscritArtes

Textos => Arquivo prosa restante => Tópico iniciado por: antónio paiva em Janeiro 23, 2009, 16:51:29



Título: in Genéricos 15
Enviado por: antónio paiva em Janeiro 23, 2009, 16:51:29
   “Desejo ainda jovem: morrer exemplarmente para que vocês escutassem como é um povo que me escreveu sempre.” (Maria Velho da Costa) E, como quem escreve, é tão original quanto a vida de cada um, na originalidade das coisas comuns, onde nos fundimos e até confundimos. Sois todos vós que me resgatais ao tédio, quando dele tenho consciência. Me libertais do exílio de quem sou, plagiando-vos descaradamente. E sim, escreveis-me todos os dias a todas as horas, e nem sempre dais conta disso.

uma espécie de escritos avulso
para ler sem receituário

antónio paiva


Título: Re: in Genéricos 15
Enviado por: Goreti Dias em Janeiro 23, 2009, 16:59:01
Assim sendo...
Mais um pedaço de "remédio" fácil de tomar e de efeito positivo!
Bj


Título: Re: in Genéricos 15
Enviado por: antónio paiva em Janeiro 23, 2009, 23:25:23
...

Goreti,

ainda bem que sim.

grato.

bj.

...

Conceição,

se lhe reconheces um efeito positivo, isso satisfaz-me.

grato.

bj