EscritArtes

Textos => Arquivo prosa restante => : josé antonio January 24, 2009, 18:54:56 PM



: A CRISE DA INDUSTRIA DO SEXO
: josé antonio January 24, 2009, 18:54:56 PM


Pornografia, sex shops, venda de brinquedos eróticos em reuniões tuppersex e até o tradicional artesanato maroto das Caldas são exemplos de aproveitamento comercial do sexo em Portugal. O sector representa milhares de milhões de euros para a economia mundial e, nos EUA, já foi pedido apoio oficial contra a crise, a exemplo do que aconteceu com a banca e a indústria automóvel.
 

Só nos EUA movimenta por ano mais de nove mil milhões de euros e recentemente alguns empresários do sector, como Larry Flint, dono do grupo Hustler, pediram ajuda de emergência ao Governo contra a crise, reclamando igualdade de tratamento com os bancos e a indústria automóvel. E em Portugal, será que é uma indústria relevante na economia nacional?


Nesta altura as pessoas não têm dinheiro. Isto não é um bem de primeira necessidade e a crise nota-se em tudo.”


24 de Janeiro de 2009


: Re: A CRISE DA INDUSTRIA DO SEXO
: Dionísio Dinis January 25, 2009, 15:14:11 PM
E ainda que possa ser um bem de quarta ou quinta necessidade, porque não o Zé convocar uma reunião de emergência do conselho de ministros, para deliberar sobre o assunto em apreço?


: Re: A CRISE DA INDUSTRIA DO SEXO
: josé antonio January 25, 2009, 15:49:25 PM

Para tal tenho de obter o apoio dos blocos todos de forma a poder construir uma sólida plataforma!
Abraço


: Re: A CRISE DA INDUSTRIA DO SEXO
: Dionísio Dinis January 25, 2009, 15:50:43 PM
Eu falava do outro Zé.Aquele que aparenta ter nome de filósofo!


: Re: A CRISE DA INDUSTRIA DO SEXO
: josé antonio January 25, 2009, 17:25:02 PM
Dionísio,

Mas a resposta não será muito diferente!
Abraço


Sorry, the copyright must be in the template.
Please notify this forum's administrator that this site is missing the copyright message for SMF so they can rectify the situation. Display of copyright is a legal requirement. For more information on this please visit the Simple Machines website.