EscritArtes

Fugas => Escrita Contínua => Tópico iniciado por: josé antonio em Fevereiro 18, 2009, 21:20:25



Título: BANCO DA SOLIDARIEDADE
Enviado por: josé antonio em Fevereiro 18, 2009, 21:20:25

                 



                  O sono possível terminou por volta das duas da madrugada.
                   Dizem que é o primeiro sono. Mas não teve outro que lhe sucedesse. E a vida começou a rodar-lhe por dentro da memória – se calhar adormecida. Ou não.
                   Não com toda a certeza, porque tudo lhe lembrava com pormenor e cor. E a dureza das realidades. Quase todas as realidades vividas.
                    Foi então que se sentiu atacado pelos telejornais, artigos, reportagens e outras flagelações que atingiram o limite da sensibilidade duma pessoa como ele, acima e sobretudo pessoa humana.
                   Parou o sono e abriu os olhos no escuro da noite para meditar.
                   Surgiu-lhe no sono ou no sonho a palavra ajudar.
                   E daí para diante, como que numa fonte, que lhe era habitual, soluções jorrando. Ouviu e viu os bancos da fome, do sangue, dos órgãos, do esperma, para ele o mais importante por gerar novos seres para este mundo.
                   E parou o sono. Ou o sonho. O sono. Decididamente.
                   Tinha de fundar o Banco da Solidariedade.
                   Quanto antes. Na manhã seguinte.
                   Sem oferta de cobertores gastos, roupas assim-assim porque já não gostamos delas ou os outros não gostam, mobílias a ocuparem o espaço para as novas e mais queridas que lutamos por adquirir e meter no nosso espaço e com elas ficarmos a viver.

                   Um banco com números telefónicos, nomes e moradas, para nos auxiliarmos nas ocasiões famintas de solidariedade.                 


Título: Re: BANCO DA SOLIDARIEDADE
Enviado por: Goreti Dias em Fevereiro 23, 2009, 19:25:26
"para nos auxiliarmos nas ocasiões famintas de solidariedade. " Pois é! Mas não deviam servir para isso...


Título: Re: BANCO DA SOLIDARIEDADE
Enviado por: josé antonio em Fevereiro 24, 2009, 17:18:56

 Melhores sugestões aceitam-se e estudam-se...