EscritArtes

Textos => Poesias => Tópico iniciado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 16, 2010, 10:43:43



Título: Orçamento
Enviado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 16, 2010, 10:43:43
ORÇAMENTO

Orçamento,
Orçamento,
Orçamento;
Coisa que não nos sai da cabeça,
Que nos entra nos bolsos,
Sem que se lhe peça,
Para pagar a quem nos andou a desgovernar,
Sem que nada lhes aconteça,
E ainda têm a  desfaçatez,
De  sacrificar o povo português,
Com cinto mais apertado,
Mas o povo,
O  Zé-Ninguém,
Que quase já nem cheta tem,
Acha que quem manda deve ser sacrificado,
Mas não,
O orçamento de doutores,
Entra-nos, a todo o momento,
Pelos bolsos dentro,
Se ainda tivermos bolsos,
Se ainda andarmos vestidos,
E não de tanga,
Como  dizia quem por Bruxelas anda.

É urgente mostrar a quem manda a nossa zanga,
A esses doutores,
Doutores; uns estupores!*
Doutores a gastar,
Que não cometem o "deslize"
De obrigar os ricos a pagar crise!

Afinal, para que servem os ricos?

Assim vai Portugal,:
Mal,
Um país de doutores;
uns estupores!*
.................xxxxxxxxxxx..................
(*) Espantos
Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo
(figas de saint pierre de lá-buraque)
Gondomar