EscritArtes

Textos => Poesias => Tópico iniciado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 09, 2019, 17:21:36



Título: Arranjem asas
Enviado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 09, 2019, 17:21:36
Arranjem asas

Nasce o dia, abre-se a boca,
abrem-se os olhos, boceja-se,
vêem-se casas a serem feitas;
jaulas perfeitas para a vida,
como muitas paredes.
depois de prontas
alguém vai para lá morar,
e fingem que vivem a vida,
mas a vida não se vive numa casa,
vive-se fora dela,
onde há ar para se voar,
mas há quem teime,
dentro de paredes fechadas
querer voar,
infelizmente, ainda não há asas
para voar dentro de casas!
só em sonhos se podem arranjar!

Arranjem asas.
saiam das paredes fechadas
façam do vosso corpo um aeroporto
rolem pela pista da imaginação
levantem voo, em boa companhia;
que seja remédio e arte contra todo o enjoo!

Podem usar as asas da TAP!
Sonhem, porque acordados
estão sempre aterrados!

Levantem voo.
Voem alto no azul de Portugal.
Arranjem asas
Para voar sob azuis marinhos,

Afinal, é preciso treinar
para ir ao encontro dos anjinhos.
....................xxxxxxxxxxxxxxxxxxx.......... .............
Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo
(Figas de Saint Pierre de Lá-Buraque)
S. Pedro da Cova-Gondomar 6/7/2011