EscritArtes

Textos => Poesias => Tópico iniciado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 11, 2019, 14:28:08



Título: Sem tema
Enviado por: Figas de Saint Pierre de em Outubro 11, 2019, 14:28:08
SEM TEMA

Hoje vou fazer um poema
Não sei a quem nem a quê
Mas apetece-me
Apenas me falta o tema
Pode ser sobre o mar
Sobre o vento

Pode ser sobre uma pequena
Que pensa no verbo amar há muito tempo

Será um poema indefinido, como eu próprio sou
Não tenho certezas de nada
Não sei donde vim 
Não sei para onde vou

Ah
Se eu tivesse certezas
Então
Este poema seria certamente
Diria, certamente
Uma verdade fundamental:
Que o Homem é um animal
Mas que se disfarça permanentemente
E que dos sonhos inventa Deuses
Para pedir perdões e desculpas

O Homem animal a tudo se permite
Logo que passe ou pague  multas

E a multa mais divertida deste animal
É tirar a vida a outro ser igual.

Continuo com este poema
Ainda sem ter tema

Pena é eu armar-me em poeta
Sem dizer coisa certa
Concreta, concisa
Como, por exemplo
Que muitos homens a outros tiram a camisa
Mas isso não é poesia
É pena
Poesia é falar sobre as estrelas
Sobre as coisas belas
Sobre o mar
Ou sobre o vento
Ou sobre uma pequena
Que pensa no verbo amar há muito tempo.

Sobre o Homem; (o Animal)
não vale a pena

Ninguém o percebe.
Porque é ainda tão animal
Que ainda mija na água que bebe!

Pronto
Fiz um poema sem tema

Ainda bem que a tal o poeta não é obrigado
Podendo o poema ficar inacabado
Por falta de tema
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Autor deste original inédito:
Silvino Taveira Machado Figueiredo
Gondomar/Portugal 30/01/2005