EscritArtes

Textos => Ensaio => : gdec2001 November 09, 2020, 20:02:30 PM



: De como a porca...
: gdec2001 November 09, 2020, 20:02:30 PM
                      De como a porca torceu o rabo

                      O homem se pergunta : Para que sou?  Por que sou? E assim como inventa as perguntas, inventa as respostas . Ao princípio, no princípio dos tempos, as respostas eram toscas, canhestras e eram facilmente arredadas . Mas as respostas foram-se  refinando  até que se chegou à formulação de deus . Aí começaram as grandes dificuldades .  Enquanto deus eram deuses a questão ia-se resolvendo. É claro que havendo dois, ou muitos, cada um tinha de ser diferente dos outros porque senão seria um só. Mas diferente em quê ? Pois nas qualidades que tinham os homens e mesmo os bichos pois não se conheciam outras. E, porque não se conheciam outras, eles, os deuses, não podiam ser qualitativamente diferentes dos homens e dos bichos . Mas podiam ser quantitativamente diferentes  pois não se conhecia qualquer limite à quantidade da qualidade . Era possível ser sempre mais forte mais alto mais bom e mais mau. Assim o que fosse mais forte, ou mais alto, ou mais bom, ou mais mais mau. seria deus. Por isso havia sempre uns malucos para afirmar: E sou o mais forte, logo sou deus . E isto aconteceu com alguns dos que se chamaram imperadores do mundo. Mas, como estes deuses eram malucos, pouca gente acreditava neles ainda que houvesse muitos que os reverenciavam como tais.
                      Chegou-se, por fim, à concepção de um deus único e, aí é que a porca torceu o rabo...
         
                                                                                                           Geraldes de Carvalho


Sorry, the copyright must be in the template.
Please notify this forum's administrator that this site is missing the copyright message for SMF so they can rectify the situation. Display of copyright is a legal requirement. For more information on this please visit the Simple Machines website.