EscritArtes
Novembro 11, 2019, 21:56:37 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Outros Sons  (Lida 1848 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Dolores
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 192
Convidados: 0


Porque nos revemos uns nos outros....


WWW
« em: Agosto 19, 2009, 20:37:36 »

Os da Alma…

√Č este o momento - transportar-me para outro registo mais que disposta a t√™-lo por perto, antes que ele me tenha a mim... Este registo que me n√£o larga e se intromete com um forte desejo de me ter s√≥... Tento esbracejar um pouco, mas h√° na divis√£o dos tempos, um s√≥ tempo, aquele que divide os momentos e os separa, para voltar a uni-los mais √† frente. Este caminhar por tra√ßos inevit√°veis que me levam a temer criar-me em novos tracejados, aqueles que tiram pontos e v√≠rgulas e seguem destinos tra√ßados nos textos que escrevo. S√£o a nossa hist√≥ria, ou parte dela, neste tempo que nos resta, neste ver√£o que quase chega ao fim, e n√£o semeamos nos nossos corpos o s√©men da vida, que eu sinto pulsar sempre que inspiro o teu sorriso e expiro o teu sopro alojado em meu peito.

Tudo se inicia na Primavera e termina no Outono, escrevi eu no inicio deste livro, mas a renova√ß√£o √© inevit√°vel, √© a vida a pulsar dentro de n√≥s‚Ķ(n√≥s que somos um mundo talvez ainda a descobrir), quando chegarmos ao ponto, em que continuamos, mesmo que os registos se tenham apagado. Os gemidos ter√£o outros sons, os da alma em constante muta√ß√£o. H√° nos lamentos resguardados uma dor desmedida, incolor, mas continuada, para mais √† frente reescrever uma nova hist√≥ria. √Č a√≠ que ela, a dor‚Ķ se veste de branco e se refugia nas folhas soltas que est√£o ainda por nascer. Surgiu-me este texto, mas podia perfeitamente ser outro, se eu pr√≥pria lan√ßasse um novo olhar nestes dias de Agosto como quase um in√≠cio antes do fim. Ser√° entrar no Outono e faz√™-lo florir em vez de se esvair em folhas soltas pelo ch√£o. A√≠ tamb√©m me encontras no meio delas, sempre que te n√£o sinto a caminhar por entre o ver√£o e ver-te deslizar na corrente vulc√Ęnica que me cobre o peito. H√° nesse caminhar um toque de sedu√ß√£o, e mesmo que n√£o queiras que te sinta nas m√£os esse calor que te consome se me n√£o tens ainda durante esta esta√ß√£o, serei sempre no teu olhar, a dor esva√≠da pelo ch√£o.

Estaremos juntos antes do fim da nova era, que conta j√° com algumas lembran√ßas nossas que vieram de signos long√≠nquos quando o sol ainda era luz t√©nue no Universo. Eu temo por ti em mim, mas n√£o esque√ßo que sou em ti, sempre que amanhe√ßo e anoite√ßo. Eu sou a fonte de onde brotam as estrelas que bebes no final do teu caminho, tu ser√°s o sol que me rasga as vestes que me cobrem o corpo, sempre que em estado semi-acordado se abre na noite. √Č ela que fecunda o meu sil√™ncio h√° tanto tempo guardado.

Os Do Deserto…

Há neste silêncio um desejo de se manter vivo, ter todos os momentos num só tempo, mas outros registos ficaram parados lá atrás, e aqui, não são mais do que meros episódios encenados, e bem intencionados onde as dores se aclamam, quando os gritos são só vozes sem idade. Viver sem parar e teimar em aproximar olhares fechados no templo, é manter este silêncio amordaçado e enclausurado e que já se entregou faz tempo.

Este √© um outro tempo perdido nas dores que partiram em dois um momento ‚Äď o meu e o teu, num s√≥, quando os nossos corpos sumiram nas areias do deserto. Fomos levados pelas frias correntes que nos conduziram ao centro onde moravam todos os outros que nos conheciam. Mas ao fim e ao cabo, n√£o nos mostraram como amar um desejo prostrado aos p√©s dos Deuses - deixaram-nos perdidos no templo. J√° nada nos restava, a n√£o ser continuar um destino que brilhou e se difundiu por entre os ecos resguardados nas paredes frias. Porque me honram eles vendo nos altares da alma, s√≥ uma figura apocal√≠ptica, mesmo que inofensiva nos t√©rreos dom√≠nios onde o sol se p√Ķe, quando nos mares se ouvem j√° os tambores de outrora? Solicita sim, pelos sons que rompem os hemisf√©rios intelig√≠veis, onde o teu nome soava pelos cantos do mundo, e eu entoava cantares √† tua passagem. A minha voz serena, sempre igual √†s vozes que ecoavam no templo, desmistificava os deuses todos, e tu, o √ļnico Deus que morava no meu peito, partias em busca de novos tempos, onde pud√©ssemos repousar em paz. √Č este um ressurgir das vozes perdidas nas profundezas do oceano. Ele traz-nos todos os mist√©rios guardados, quando a arca fech√°mos em prol de algumas lutas travadas e j√° resgatadas. Outras h√°, que fecundam as dores que pariram os novos adornos que nos atravessam a nudez da alma, ficando um resto de sombra no caminho que pisamos, elevando os nossos olhares ao c√©u e edificando novos sons que se tinham perdido no deserto‚Ķ..

Dolores Marques in "Às Escuras Encontro-te


Registado

Dolores Marques

"Uma longa viagem, come√ßa com um √ļnico passo"Lao-ts√©
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18339
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Agosto 20, 2009, 05:41:33 »

Mais um texto de qualidade! Uma narrativa bem construída, de ritmo agradável. Mas talvez em outra categoria tivesse mais visibilidade. Talvez conto ou novela, dependendo do que pretende com esta sequência de textos que merecem mais visibilidade. Sabe que a categoria "Letras" foi criada para pequenos textos que saindo do comum não era fácil enquadrar em outras categorias. Assim, têm pouca procura em termos de leitura. E a sua escrita merecia mais!
Beijo
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Dolores
Membro
***
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 192
Convidados: 0


Porque nos revemos uns nos outros....


WWW
« Responder #2 em: Agosto 20, 2009, 20:55:04 »

Goretidias,

Obrigada pelo alerta,..obrigada pela transferência dos textos, e já agora, agradeço também o interesse e a atenção que dá ao que escrevo.

Bjs


Dolores
Registado
Dionísio Dinis
Moderador Global
Contribuinte Activo
*****
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 9498
Convidados: 0



WWW
« Responder #3 em: Agosto 20, 2009, 21:04:06 »

Uma prosa edificada pelo saber de escrever e, essencialmente, por saber ler e melhor relatar uma nova forma de sentir novas realidades.Diferente e para melhor!
Registado

Pensar amar-te, é ter o acto na palavra e o coração no corpo inteiro.
http://www.escritartes.com/forum/index.php
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Hoje às 11:36:25]

[Hoje às 11:34:42]

[Hoje às 11:34:19]

[Hoje às 11:33:39]

[Novembro 07, 2019, 20:15:24 ]

[Novembro 07, 2019, 20:13:24 ]

[Novembro 07, 2019, 16:47:55 ]

[Novembro 01, 2019, 19:06:32 ]

[Novembro 01, 2019, 14:05:06 ]

[Outubro 31, 2019, 22:15:42 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127990
Total de Tópicos: 26247
Online hoje: 188
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 3
Convidados: 94
Total: 97
Últimas 30 mensagens:
Hoje às 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
Ol√°, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
Ol√° para todos! Desde j√°, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Ol√° para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 5.531 segundos com 29 procedimentos.