EscritArtes
Dezembro 13, 2019, 14:04:57 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Elza, a Garota  (Lida 3610 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
NunoMiguelLopes
Membro
***
Offline Offline

Mensagens: 209
Convidados: 0


Não vou gostar nada do dia de hoje, pois não?


« em: Setembro 18, 2009, 11:29:33 »

Com “Elza, a Garota”, o escritor e jornalista brasileiro Sérgio Rodrigues esforça-se por remexer no armário poeirento da convoluta história brasileira dos anos trinta e agitar na nossa cara as ossadas duma rapariga ingénua que foi assassinada pelo Partido Comunista Brasileiro nos dias que se seguiram à infame “Intentona”. Enquanto a Esquerda brasileira fazia por esquecer Elza Fernandes (pseudónimo usado pela amante adolescente do líder do PCB), esperando que assim também o povo a esquecesse, e a Direita abusava da sua figura trágica como estrela maior da sua propaganda anti-comunista, a verdadeira história da “Garota” desapareceu sob um torrencial de desinformação que se estende até aos dias de hoje. Os factos sobre a vida de Elza estão perdidos no labiríntico passado pré e pós-Intentona comunista de 1936. As figuras de ambos os lados da barricada que lhe sobreviveram, conseguiram de tal forma baralhar os historiadores que, actualmente, ninguém poderá afirmar com toda a certeza “isto aconteceu” ou “aquilo não aconteceu”. Toda a pesquisa diligenciada esbarrará em muros de silêncio e becos escuros. Aquele que, por querer iluminar os últimos momentos da curta vida de Elza, tentar investigar esta história muito mal contada não poderá no fim mais do que ver-se na posição de defender apenas suposições baseadas, no melhor das hipóteses, em meias-verdades.

Por esta razão, a opção do autor em apresentar a sua história como um romance policial provou ser uma excelente ideia. Desta maneira, desmarcando-se da pura pesquisa histórica, não só Sérgio Rodrigues evita a imposição empírica da convicção absoluta em relação à sua versão da vida e morte da “Garota”, como ainda goza da liberdade que o género ficcional lhe propicia para desenvolver uma narrativa paralela. São, na verdade, três histórias num só livro. Todas elas bem conseguidas.

“Elza, a Garota” conta-nos sobre Molina, um jornalista de pequenas cachas que, aos quarenta e três anos, pretende dar o salto para a literatura séria. Como escritor freelancer na penúria é contratado por um estranho velho endinheirado, de seu nome Xerxes, que às portas da morte, deseja ver a contada história da sua vida. Especialmente a sua vivência daqueles dias loucos dos anos trinta no Brasil, imerso no secretismo cerrado da clandestinidade, confusão de pseudónimos ou memórias de contra-informação. Xerxes viveu tudo isso. Em jovem, cruzara a sua vida com a do PCB, envolvendo-se não só com a ideologia como também com uma menina chamada “Elza”, que ele sabia ser a namoradinha de “Miranda”, então o secretário-geral do partido.

Enquanto Xerxes e o seu interlocutor, Molina, são personagens completamente fictícias, “Elza” não é. “Elza”, porém, é uma não-personagem que viveu realmente no meio dum dos períodos mais conturbados da história do Brasil. Viveu-os involuntariamente, talvez por amor, talvez por ingenuidade, e morreu vítima do cinismo dos tempos e da paranóia dos seus intervenientes. Sérgio Rodrigues dispõe a versão ficcionada desses acontecimentos, que Xerxes confia a Molina, a par com os poucos relatos recolhidos dos jornais e dos documentos oficiais da altura. Uns e outros, há que dizer, e quanto a isso o autor não deixa dúvidas, igualmente manipulados e de comprometida veracidade.

Como leitor, o livro agradou-me a todos os níveis. O estilo narrativo alterna entre a ficção genuína, onde Rodrigues exibe um à-vontade no género do thriller de investigação e uma capacidade incomum de nos prender às páginas, e o mais documental relato jornalístico, exemplificado no corpo do livro em itálico e mostrando que o autor fez a pesquisa possível sobre a morte de “Elza”. O que ficou por descobrir provavelmente assim permanecerá até ao fim dos tempos. À falta da verdade, na voz eloquente e fascinante da personagem Xerxes, Sérgio Rodrigues une os pontos delineando uma história verosímil em que os muitos espaços em branco se ultrapassam com bem imaginados saltos no vazio.

Deste modo, “Elza, a Garota” é uma história cheia de truques de luz e fumo onde o que não é, pelo menos parece, e as personagens dançam umas à volta das outras, repetindo a história umas das outras, num enroscado de traições, mentiras e paranóia que num ambiente assim pode crescer e prosperar.
« Última modificação: Dezembro 16, 2009, 13:43:41 por NunoMiguelLopes » Registado
margarida
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 814
Convidados: 0



« Responder #1 em: Setembro 18, 2009, 12:16:13 »

Por acaso, já li e muito apreciei. :fixe:
Registado
Dionísio Dinis
Moderador Global
Contribuinte Activo
*****
Online Online

Sexo: Masculino
Mensagens: 9511
Convidados: 0



WWW
« Responder #2 em: Setembro 18, 2009, 22:01:35 »

Pela excelente análise e descrição da obra em questão, vou colocá-la na prioridade das minhas leituras.Obrigado Nuno por mais esta boa achega.
Registado

Pensar amar-te, é ter o acto na palavra e o coração no corpo inteiro.
http://www.escritartes.com/forum/index.php
anamarques
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 757
Convidados: 0



« Responder #3 em: Outubro 20, 2009, 15:09:42 »

Elza, a Garota fez de mim fã do Sérgio Rodrigues. tem uma escrita primorosa. vale a pena conhecer. A tua resenha é uma maravilha, Nuno.
Registado
margarida
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 814
Convidados: 0



« Responder #4 em: Janeiro 11, 2010, 12:46:33 »

Vim reler. Vale a pena!  :Smiley
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6040
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #5 em: Janeiro 11, 2010, 15:27:31 »

Nuno, não li nada do autor. O tema, porém, é interessante e o teu comentário muito bom me atiçou a vontade de ler.

Obrigado pela dica.

Abraço brasileiro.
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18368
Convidados: 994



WWW
« Responder #6 em: Janeiro 11, 2010, 20:02:31 »

Seria um bom texto publicitário! Aguça mesmo o apetite!
Bj
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
Lucrécia Bórgia
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 504
Convidados: 0


« Responder #7 em: Março 13, 2010, 21:24:31 »

Convidativo. Muito Smiley :yahoo:
Registado
Gu
Contribuinte Junior
**
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 60
Convidados: 0



« Responder #8 em: Junho 29, 2010, 09:51:01 »

Muito obrigada pela apresentação do livro. Não conheço, mas vou conhecer, pois será um dos próximos que pretendo ler.
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 11, 2019, 19:36:51 ]

[Dezembro 10, 2019, 20:07:44 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:09:30 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:08:41 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:06:50 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:05:38 ]

[Dezembro 10, 2019, 18:11:15 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:46:25 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:45:09 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:43:28 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128058
Total de Tópicos: 26259
Online hoje: 190
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 171
Total: 172
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, não há comentários.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dionísio. Obrigado pelo teu comentário. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos comentários. Evito-os, para não  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem lê lê, quem não lê não lê. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que estão e os que virão.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam pôr arte na pena. Figasabraço
Maio 18, 2019, 19:22:13
Olá! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Olá para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Olá para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.157 segundos com 28 procedimentos.