EscritArtes
Julho 10, 2020, 19:28:19 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Sobrevoando a savana  (Lida 1001 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« em: Fevereiro 18, 2008, 18:30:33 »

Este √© o segundo artigo de uma s√©rie em que escrevi sobre as minhas experi√™ncias em √Āfrica

Em Outubro de 1974 estava em Luanda, alojado na messe dos oficiais da Armada, junto à Base Naval, na Ilha do Cabo.
Tinha regressado de tr√™s meses em S. Tom√© e Pr√≠ncipe onde estivera em miss√£o de patrulhamento a bordo do ‚ÄúRovuma‚ÄĚ.
J√° vos descrevi alguns aspectos do navio e sua guarni√ß√£o no texto ‚ÄúO meu 25 de Abril‚ÄĚ publicado aqui hoje mesmo.
Entretanto, o navio ficou em estaleiro para repara√ß√Ķes.
Uma bela manhã, recebi uma comunicação do Comando Naval para lá me apresentar.
Ficava na marginal e cheguei rapidamente.
Deram-me instru√ß√Ķes para seguir para o Rivungo, substituir durante um m√™s o comandante do Destacamento de Marinha do Cuando e assim permitir que ele viesse de f√©rias.
N√£o gostei da ideia, mas nada mais me restava sen√£o cumpri-la.
O Destacamento ficava no extremo sudeste de Angola, juntinho √† Z√Ęmbia, e tinha fama de ser o verdadeiro Cu de Judas, bem mais cu e bem mais Judas que o a√ßoriano, de S. Miguel.
Quem de lá regressava, após dois anos de comissão de serviço, vinha seguramente apanhado da mona. Felizmente eu só ficaria um mês. Aí, a ideia de conhecer o desconhecido, de fazer uma viagem às terras do fim do mundo, começou a aparecer-me com alguns atractivos.
E l√° fui!
Alguns dias depois, voei até ao Kuíto (ex-Silva Porto). Não vi nada dessa cidade porque pouco depois apanhei mais um voo comercial até Menongue (ex-Serpa Pinto).
Aí pernoitei no hotel Luiana e ainda tive tempo de apreciar uma pequena mas bonita cidade, com uma calmaria tal que, se a algum forasteiro fosse dito que estava num país em guerra, certamente não acreditaria.
Era, e é, a capital do distrito do Cuando-Cubango ou, na ortografia actual, Kuando-Kubango.
Teria de voar para o outro extremo desse distrito.
Para isso, dirigi-me novamente ao aeroporto onde tinha sido reservado um lugar na avioneta que fazia semanalmente a circuito nessa √°rea para transporte de pessoas, pequenas mercadorias, correio, jornais, alimentos e pouco mais.
Carregando a bagagem, que n√£o era t√£o pouca como isso, pois sempre tive relut√Ęncia em separar-me das minhas coisas (ainda hoje sou assim), l√° fui ter com o piloto da aeronave. E n√£o esqueci a m√°quina fotogr√°fica.
Cumpridas as formalidades, entrei para bordo.
Era um min√ļsculo avi√£o de quatro lugares. S√≥ havia duas pessoas a bordo. O piloto e eu, ocupando os dianteiros. As bagagens ocupavam os de tr√°s.
E começou o ronronar dos motores…
Motores?
Porra! Aquilo só tinha um motor!
Comecei a ficar preocupado. Se o motor avariasse, restava nada, quer dizer, queda a pique.
Bom! Mas manda quem pode e obedece quem deve! Eu bem gostaria de ir numa coisa com quatro motores no mínimo, mas…
Confessei ao parceiro algum receio, só algum, para não fazer muito má figura. Disse-me para não me preocupar pois nada iria acontecer. Ainda para mais o tempo estava óptimo.
Fiz que acreditei.
A rota era para sul, numa primeira fase. E pouco depois vi-me a sobrevoar a verdadeira savana africana, territ√≥rio de elefantes, le√Ķes, girafas, zebras, gazelas, javalis, eu sei l√°‚Ķah‚Ķe os crocodilos e hipop√≥tamos nos rios.
Chegados junto da fronteira com a Namíbia (na altura ainda um país colonizado e chamado Sudoeste Africano), alteramos o rumo para leste, seguindo o rio Kubango, que corre exactamente nesse sentido e faz o limite fronteiriço.
A certa altura a avioneta começou a descer e aterrou aos solavancos na pista de terra batida de Cuangar, pequena povoação onde viviam quasi exclusivamente indígenas.
O piloto deixava umas coisas e carregava outras. Eu apreciava tudo aquilo que era completamente novo para mim.
E aqui vai disto! Mais solavancos e avi√£o no ar.
O certo √© que o avi√£ozito parecia funcionar bem. E o piloto sabia do of√≠cio, sem d√ļvida.
A escala seria agora em Calai, e depois de ter estado junto ao solo, pude verificar que toda aquela região era muito plana e geologicamente velha, de solo mole, arenoso mesmo, com uma escassa vegetação rasteira, meio seca, e com árvores de pequeno ou médio porte disseminadas em pequenos grupos. Um tanto como os chaparros no Alentejo, mas com uma velhice e uma secura bem maiores.
Do ar, viam-se alguns troncos, ainda em pé, a arder. Era o resultado da queda de raios pois nesse território eram frequentes as trovoadas.
De repente, vi uma enorme manada de elefantes. Parecia um formigueiro. Clique…já está! Fiz uma das fotos que ainda guardo.
E começou a descida para Calai.
Repetiu-se a cena.
E mais adiante Dirico.
O aviãozinho rumou então para nordeste em direcção ao meu destino: Rivungo.
J√° se avistava o rio Kuando, que corria para sul.
Cheguei s√£o e salvo.
E aí vivi dois (acabei for ficar o dobro do tempo) meses completamente diferentes de tudo o que havia experimentado ou alguma vez viria a vivenciar.
Um dia vos falarei das minhas aventuras como comandante do Destacamento de Marinha do Cuando. Bom…o destacamento eram trezes homens, incluindo eu. E mais uma lancha de desembarque pequena.
Mas que grande tropa eu ia comandar!

(escrito em 1 de Junho de 2005)
« Última modificação: Fevereiro 19, 2008, 10:02:12 por Antonio » Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18461
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Fevereiro 18, 2008, 21:47:25 »

Bem, eu vou ficar à espera que nos contes essas aventuras. Mesmo com uma pequena tropa, terás muito para contar, estou certa!
Um abraço
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
britoribeiro
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 659
Convidados: 0



WWW
« Responder #2 em: Fevereiro 19, 2008, 12:48:21 »

Mais parece um roteiro de viagem a bordo de uma casca do noz voadora. Muito bem!

Abraço
Registado

Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« Responder #3 em: Fevereiro 20, 2008, 09:40:57 »

Obrigado pelos coment√°rio!
Eu enganei-me!
Só queria colocar um texto e coloquei dois.
Depois n√£o soube apagar um deles...
Pronto!
J√° ficou!
Beijos para a Goreti e um abraço para o Tó-Zé
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Julho 05, 2020, 22:27:17 ]

[Julho 05, 2020, 15:58:13 ]

[Julho 05, 2020, 01:22:32 ]

[Julho 05, 2020, 00:26:52 ]

[Julho 02, 2020, 18:42:54 ]

[Julho 02, 2020, 18:41:56 ]

[Julho 02, 2020, 02:25:51 ]

[Junho 28, 2020, 19:19:47 ]

[Junho 24, 2020, 19:46:14 ]

[Junho 20, 2020, 14:06:49 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128478
Total de Tópicos: 26381
Online hoje: 291
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 2
Convidados: 294
Total: 296
Últimas 30 mensagens:
Abril 04, 2020, 09:57:10
Bom dia para todos!
Março 20, 2020, 15:06:31
Ol√° para todos!
Março 19, 2020, 22:59:05
Olá para todos! Espero que estejam bem, na medida do possível!
Fevereiro 18, 2020, 18:50:53
Ol√° Margarida. Seja bem aparecida.
Fevereiro 18, 2020, 18:41:32
Boas!
Fevereiro 10, 2020, 19:37:51
Boa noite!
Janeiro 29, 2020, 20:06:36
Oi pessoal. FigasAbraço
Janeiro 27, 2020, 20:16:38
Boa noite a todos
Janeiro 15, 2020, 17:52:14
Boa tarde a todos
Janeiro 10, 2020, 14:03:15
Boa tarde a todos
Janeiro 06, 2020, 14:46:26
Boa tarde a todos
Janeiro 01, 2020, 20:02:37
Bom ano feliz para todos.
Janeiro 01, 2020, 10:32:02
Bom Ano!
Dezembro 18, 2019, 16:48:08
Boa tarde!
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.167 segundos com 30 procedimentos.