EscritArtes
Maio 26, 2019, 11:18:41 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: 8.ÂȘ ColectĂąnea - 8.Âș AniversĂĄrio Escritartes
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,36064.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Descalço  (Lida 2656 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 993
Convidados: 0


outono


« em: Novembro 21, 2013, 21:15:17 »

Durante a minha infùncia a pobreza era assumida como um destino. Mais pobre que os pobres era o Descalço, caldeireiro itinerante. Em tempos de apologia da pobreza aqui lhe presto justa homenagem, esteja onde estiver.

 

 

Descalço nasceu pra vida

descalço continuou

sapatos nem de defunto

nunca nos seus pés calçou.

Num saco de linho sujo

trazia a sua existĂȘncia

um prato, um copo de vinho,

e a sua competĂȘncia.

A sua casa era o mundo

dormia em lençóis de nuvens

tapado com raios de sol

vestido de vagabundo

num andar de girassol.

 

No adro da velha igreja

exercia a profissĂŁo

remendava uma panela

velha na sua função;

numa chapa de metal

desenhava um belo peixe

para a sua refeição;

envolto em manta de vinho

deitava o sono no chĂŁo

fosse inverno ou fosse verĂŁo.

Partia como viera

até um dia voltar

o nome que mĂŁe lhe dera

nĂŁo sabia soletrar

nem na forma de sonhar.

 

Descalço nasceu na vida

sapatos nunca rompeu

Partiu sem despedida

e nunca mais apareceu.

Foi numa rota perdida

ou

descalço foi para o céu?

MG
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18339
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Novembro 22, 2013, 11:17:47 »

Tempos difĂ­ceis que gostarĂ­amos de nĂŁo ver repetidos! Pensemos bem no que aqui ficou escrito!
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o nĂșmero: 358/2009 e 4659/2010
Manuela Matos
Membro da Casa
****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 378
Convidados: 0


Escrever, Ă© uma terapia...


« Responder #2 em: Novembro 22, 2013, 11:22:58 »

Infelizmente esta Ă© a realidade de muita gente...
Registado

No silĂȘncio das palavras,
Quero deixar uma mensagem de esperança...

Manuela Matos
gdec2001
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2058
Convidados: 0



« Responder #3 em: Novembro 22, 2013, 16:58:27 »

Bem interessante .
E parecem voltar, esses tempos...
abr.
geraldes
Registado

Geraldes de Carvalho
http://gdecseeufossfosse-gdec.blogspot.pt
          -este Ă© meu blog-
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 993
Convidados: 0


outono


« Responder #4 em: Novembro 23, 2013, 18:54:54 »

Uma triste realidade que nĂŁo queremos, mas que volta a estar cada vez mais prĂłxima. Obrigado a todos.
Abraço
Registado
josé antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5837
Convidados: 0


escrever Ă© um acto de partilha


« Responder #5 em: Novembro 24, 2013, 18:50:31 »

Caro amigo,

Nos tempos que correm a ignorĂąncia Ă© a melhor qualidade para sermos felizes!

Abraço

JA
Registado
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 993
Convidados: 0


outono


« Responder #6 em: Novembro 25, 2013, 21:12:57 »

A ignorĂąncia feliz explica a apatia?

Abraço
Registado
vilde
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1395
Convidados: 0



« Responder #7 em: Março 24, 2014, 21:34:55 »

Gostei de ler este retratar da situação de pobreza, num tão belo poema.
Lembrou-me Augusto Gil "mas as crianças Senhor..."

Na nossa infùncia, era "normal "haver algumas pessoas descalças, era grande a miséria.
Chegou a sair uma lei, Salazarista, para que a GNR, multasse quem se apresentasse descalço, nas Praças PĂșblicas.

Um abraço Mavilde
Registado

Aquele instinto selvagem
em que evito meus naufrĂĄgios
fez de mim mulher coragem
na rotina dos adĂĄgios
Maria Gabriela de SĂĄ
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 822
Convidados: 0



« Responder #8 em: Março 24, 2014, 21:39:25 »

Eu lembrei-me parcialmente de CamÔes...
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 993
Convidados: 0


outono


« Responder #9 em: Março 25, 2014, 23:01:02 »

Relendo. Obrigado Mavilde, por recuperar este texto de que jĂĄ nĂŁo me recordava. É uma ĂĄrea que nĂŁo frequento, regularmente, por falta de competĂȘncia. NĂŁo me esqueço Ă© do Descalço, a figura real que o inspirou. Quando se lembrou de CamĂ”es, Rafaela devia estar a pensar na "descalça vai para a fonte, Leonor pela verdura, vai fermosa e nĂŁo segura. Sem qualquer comparação lembrei-me desta rĂ©plica que escrevi a propĂłsito e que publiquei neste espaço:
 
MOTE

De chinelo vai ao Shopping,

tricana de pele escura;

Vai  charmosa e bem segura.

 

VOLTAS

 

Na rosto traz alegria,

na boca tem um sorriso,

que  faz perder o siso,

 a qualquer hora do dia;

salpicados de ternura,

os olhos tĂȘm desejos,

os lĂĄbios sugerem beijos;

vai charmosa e bem segura

 

Na tshirt carecida,

os seios assomam gulosos,

do amor mais desejosos,

que das agruras da vida;

a anca cheia, fogosa

presa na saia apertada,

ondula ao longo da estrada;

bem segura e bem charmosa.

 
Registado
Maria Gabriela de SĂĄ
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 822
Convidados: 0



« Responder #10 em: Março 26, 2014, 00:45:02 »

Bem que eu gostei
Registado
Afonso Vaz
Novo por cĂĄ
*
Offline Offline

Mensagens: 25
Convidados: 0


« Responder #11 em: Março 26, 2014, 21:29:14 »

Descalço mas vestido com letras boas.
Registado
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2679
Convidados: 0



WWW
« Responder #12 em: Março 26, 2014, 22:21:56 »

Ninguém é obrigado a ser rico

e ninguém devia ser obrigado a ser pobre.
Registado

Carlos Ricardo Soares
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 993
Convidados: 0


outono


« Responder #13 em: Dezembro 02, 2018, 00:21:07 »

Hå muito tempo que não escrevo um poema. Nem essa årea é a minha praia. Por isso hoje resolvi repor um texto, talvez poético, do tempo em que ainda ousava.
Registado
DionĂ­sio Dinis
Moderador Global
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 9492
Convidados: 0



WWW
« Responder #14 em: Dezembro 14, 2018, 19:48:34 »

Assim se manufacturam as homenagens devidas. Por bem escrever assim queira o leitor merecer.
 
Registado

Pensar amar-te, é ter o acto na palavra e o coração no corpo inteiro.
http://www.escritartes.com/forum/index.php
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Maio 25, 2019, 21:00:13 ]

[Maio 20, 2019, 13:05:01 ]

[Maio 19, 2019, 10:46:01 ]

[Maio 18, 2019, 19:24:16 ]

[Maio 14, 2019, 22:34:48 ]

[Maio 11, 2019, 23:10:03 ]

[Maio 11, 2019, 17:49:21 ]

[Maio 11, 2019, 14:47:07 ]

[Maio 11, 2019, 14:37:32 ]

[Maio 10, 2019, 20:34:13 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127838
Total de Tópicos: 26150
Online hoje: 194
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 182
Total: 183
Últimas 30 mensagens:
Maio 18, 2019, 19:22:13
OlĂĄ! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
OlĂĄ para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lĂĄ puxar pelos neurĂłnios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
OlĂĄ para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tĂłpico em aberto "sem tĂ­tulo". Podem entrar. A ideia Ă© fazer algo ao jeito do Esfaqueador da RĂ©gua. EstĂŁo convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terå o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
OlĂĄ, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
OlĂĄ para todos! Desde jĂĄ, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
OlĂĄ para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocĂȘs.
Abril 01, 2017, 20:52:05
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocĂȘs.
Fevereiro 22, 2017, 07:23:30
Bom dia!
Dezembro 24, 2016, 22:23:10
Boas Festas para todos os que por aqui navegam.
Dezembro 24, 2016, 11:32:23
Desejos de Bom Natal, PAZ, Amor e uns trocados. FigasAbraço a todos
Setembro 08, 2016, 19:38:09
JĂĄ estĂĄ publicada a lista final de autores para a coletĂąnea - 129
Setembro 07, 2016, 20:57:46
Boa noite a todos.
Setembro 06, 2016, 18:31:36
Boa tarde a todos
Setembro 01, 2016, 15:26:02
OLÁ!!!
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.132 segundos com 28 procedimentos.