EscritArtes
Dezembro 14, 2019, 11:06:43 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Sortil√©gio 17  (Lida 1800 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
gdec2001
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2063
Convidados: 0



« em: Dezembro 14, 2013, 20:29:52 »



Entre as mulheres que o M√°rio conhece, h√° uma que o perturba fortemente.
Chama-se Maria Dulce e é empregada no escritório de uma sociedade de advogados.
Não é muito bonita mas tem um corpo espantoso que sabe, bem, usar.
Desde a primeira hora em que a conheceu, apresentada por acaso, pelo seu amigo, o Pedro, que ela tentou lev√°-lo para a cama.
Por h√°bito antigo, ele resistiu.
Ela riu-se dele mas ficou ainda mais excitada e redobrou os seus esforços ainda que aparentando, sempre, estar a brincar.
Encontra-a muitas vezes, em quase todos os sítios aonde vai.
Estranhando, muito, isso, investigou e veio a concluir que ela soube os locais que ele costuma frequentar através do amigo que os apresentou.
√Č uma mulher muito atraente; aquilo que em cal√£o se chama uma mulher boa, como j√° terei dado a entender a√≠ atr√°s. Por isso ele tem grande dificuldade em resistir-lhe.
Aqui há um mês, aceitou que ela o levasse a casa dela .
Trata-se de um apartamento no √ļltimo andar de um pr√©dio de treze andares.
Mal ele entrou, ela assaltou-o, literalmente. Despiu-se ao mesmo tempo que o despia e fê-lo tão eficazmente que em menos de dois minutos estava em cima dele - praticamente a viola-lo, pensou ele, um tanto divertido.
Bem... gostou. Ainda que tenha estranhado bastante esta experi√™ncia, visto que nunca mais tivera rela√ß√Ķes sexuais com outra mulher, desde que se casara.
Parecia-lhe pura ironia que o nome dela fosse Dulce.
Falaram então pela primeira vez, depois que entraram em casa, pois os sons que até aí haviam produzido, não têm tradução em letra de escrever .
Ela contou que partilhava aquela casa com três outras colegas e usavam-na só para foder. Que foder era o seu melhor divertimento mas só o fazia com pessoas que ela própria tivesse escolhido .
Embora ele seja um homem que acredita, seriamente na igualdade entre os sexos n√£o est√° nada habituado a ouvir palavr√Ķes na boca de uma mulher e, por isso, ficou chocado ao princ√≠pio mas depressa se habituou.
A verdade é que tal linguagem, na boca dela o excitava enormemente e por isso foi ele, agora, que tomou a iniciativa de agarra-la e a transformou nas suas mãos, na sua boca e no seu sexo, num puro e maravilhoso objecto de prazer.
Depois ela também contou um pouco da sua vida:
Andou na Faculdade de direito e era uma bobazinha .
Lá para meados do quarto ano, namorou com um rapaz de quem nem gostava muito, ao princípio. Na verdade aceitou o namoro só para que ele a não aborrecesse mais.
Mas à medida que o conhecia melhor, gostava mais dele, ainda que não tivesse sabido nada de particularmente interessante: Apenas que o referido cavalheiro era um fraco, um menino da sua mamã. Apesar disso gostava dele, cada vez mais .
Na medida, porém, em que ela gostava mais dele, gostava ele menos dela e, finalmente, acabou, morreu, deixou-a .
Sofreu um bom bocado e, quando chegaram as festas estudantis, entrou nelas principalmente para se esquecer.
Foi então que conheceu outro rapaz, num baile, no domingo. Dançou com ele e ele contou-lhe uma história que era igual à dela. Também ele namorara e fora deixado e etc.
Ela ouviu-o ao princípio muito cepticamente ainda que um tanto espantada pela similitude dos factos - no entanto, corriqueiros -.
O rapaz era estudante de medicina e professor do ensino primário. Ia-se formando lentamente e disse que gostava muito dela. Dançava muito bem.
Ela disse que não estava interessada mas ele insistiu. Ela confessou ter medo de sofrer outra decepção e contou, ainda que por alto, a sua história, alterando-a um pouco para não parecer tão parecida com a dele, como na realidade era.
Ela, que era tola, como já disse, acabou por concordar encontrar-se com ele no próximo fim de semana, quando ele viesse, novamente, a Lisboa.
E esperou-o, durante aqueles sete dias e, em cada dia que passava, imaginava-o mais belo e mais alto .
E quando chegou aquele S√°bado, l√° estava no lugar combinado, olhando para as n√ļvens . E ali ficou uma hora, duas horas , tr√™s horas.
E nunca mais soube dele, nada.
Ficou ent√£o desesperada. Deixou de estudar e entregou-se ao primeiro que a quis e depois a outro e a outro porque gostou muito de foder.
Nada disse a seus pais, a quem culpava de a fazerem t√£o tola como era.
Eles, porém, acabaram por saber tudo, não sabe ela como, e expulsaram-na de casa .
Depois de alguns dias aflitivos - cujos pormenores n√£o vale a pena contar - ela arranjou o emprego que tem, ainda, actualmente, e apenas pensa nos homens como objectos do seu prazer.
Acho que V. está, é ainda ressabiada, pela sujeira que lhe fez aquele homem .
Qual deles?
O segundo, naturalmente, pois o comportamento do seu primeiro namorado n√£o me parece nada censur√°vel. Deixou de gostar de si, simplesmente.
Note, porém, que eu nunca soube nada do segundo homem. Nem mesmo procurei informar-me. O homem até pode ter morrido.
Isso é verdade...Mas porque é que não pensou nisso, naquela altura?
Lá pensar, pensei, mas também pensei que tudo quanto eu pensava, era apenas uma forma de me consolar. Que, na verdade, não podia era suportar a dor de cotovelo que então me assaltou.
Ent√£o falta-lhe apenas um ano, para ter o curso completo .
Não propriamente, pois não cheguei a fazer todos os exames das disciplinas do quarto ano . Mas não interessa. Na verdade, e que isto fique entre nós, faço tudo quanto faz um advogado, excepto assinar os papeis que só os advogados podem assinar. Ganho muito bem e não tenho a responsabilidade dos advogados. Aliás isto não é importante. Importante é foder. Nem sei porque lhe contei isto tudo. Deixemos porém toda esta trapalhada e vamos fazer aquela coisa de que tanto gostamos.
Quando tudo aquilo acabou é que ele se lembrou, subitamente, da sida. Ficou aterrorizado. Tenho de fazer uma análise, amanhã mesmo. E não posso ter nenhuma relação sexual antes de saber os resultados, advertiu-se silenciosamente
E, enquanto regressava a casa, ia um pouco apreensivo. Não que sentisse remorsos ou qualquer coisa de parecido. O segredo que ela guardava era certamente mais importante do que o dele, ainda que, agora, da mesma natureza. Tinha era medo que ela descobrisse, com um simples olhar que lhe lançasse, o que de novo, se passava com ele e se zangasse de tal modo que se fosse embora para sempre, ideia que lhe era insuportável.
Mas nada disso aconteceu.
Quando chegou a casa, bastante tarde, ela já estava deitada e deixara um papel pedindo desculpa mas... cheguei bastante cansada do trabalho; tens o teu jantar, uma parte no forno, outra no microondas; a fruta está no frigorífico; espero que gostes.
Ele sentiu-se um pouco frustrado por n√£o ter tido a zanga que merecia.

Geraldes de Carvalho

Registado

Geraldes de Carvalho
http://gdecseeufossfosse-gdec.blogspot.pt
          -este √© meu blog-
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18369
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Dezembro 15, 2013, 11:04:49 »

As vidas humanas são, de facto, tão parecidas que nem é preciso acreditar em coincidências...
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 13, 2019, 20:28:55 ]

[Dezembro 11, 2019, 19:36:51 ]

[Dezembro 10, 2019, 20:07:44 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:09:30 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:08:41 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:06:50 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:05:38 ]

[Dezembro 10, 2019, 18:11:15 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:46:25 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:45:09 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128060
Total de Tópicos: 26260
Online hoje: 191
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 190
Total: 191
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.361 segundos com 28 procedimentos.