EscritArtes
Dezembro 07, 2019, 09:30:50 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Sortil√©gio 20  (Lida 1230 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
gdec2001
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2063
Convidados: 0



« em: Janeiro 03, 2014, 23:30:24 »

E sempre, sempre os problemas...
Eram tempos terríveis, esses, mas o Tejo estava, então, bem animado.
Deves perguntar, querido José, como é que eu sei estas coisas todas. Pois porque sou uma grande apaixonada de Lisboa e do Tejo e leio tudo quanto me cai nas mãos sobre estes belíssimos lugares.
Mas do que gosto realmente mais, √© de sonhar olhando para a √°gua do rio. A √ĀGUA, sabes, √© a coisa mais importante que h√° para a vida. Dev√≠amos escrever sempre com letra grande toda a palavrinha, porque todos os seres vivos s√£o compostos, essencialmente, por √°gua como sabe toda a gente. Bom.. pelo menos a maior parte...
Ali, no rio, se olhares distra√≠damente, tudo te parece sempre igual e, no entanto, tudo muda, continuamente. S√£o as formas e s√£o as cores, porque a √°gua move-se sempre e sempre muda de forma, ora correndo, apenas levemente ondulada, ora enrolando-se em ondas enormes que, por vezes  - embora n√£o aqui, -  s√£o t√£o belas como terr√≠veis.
E as cores, que, como sabes - como vir√°s a saber -  s√£o o Sol decomposto pela reflex√£o, mudam sempre, porque o Sol sempre √© reflectido de maneira diferente .
Isto, é claro, para não falar, com mais precisão, na radiação electromagnética coisa que eu própria não entendo bem e por isso seria muito complicada para ti.
N√£o?!
E então, se reparares bem, vês ali todas as cores de todos os arcos íris porque, também, cada arco íris, é diferente dos outros e o mais diferente de todos é aquele que nasce do lado do sonho, percebeste? Parece-me que sim.
√Č que, sonhar, tamb√©m faz parte da vida. N√£o pertence a outro mundo, n√£o.

O sol perto da lua

A Adélia continuou a frequentar, nos Sábados, o local ajardinado, que ficava perto do jardim-escola onde andava a Elsa, e levava, então, o José. Deixou de se esconder quando descobriu que a menina já a não reconhecia.
Ela vinha até junto das grades do jardim da sua escolinha e ficava ali a conversar com aquela senhora simpática e com o menino que vinha com ela.
Estavam, um dia, naquela conversa, quando apareceu o pai da menina que cumprimentou a Ad√©lia, muito amavelmente e se mostrou muito satisfeito por saber que ela tinha um filho. Estava-lhe ‚Äúeternamente grato‚ÄĚ, disse, pelo cuidado com que tinha cuidado da Elsa durante ‚Äúo per√≠odo de loucura da sua mulher‚ÄĚ. E insistiu porque os visitassem em sua casa: ela, o marido e o filhinho.
A Ad√©lia tinha um certo receio da reac√ß√£o da m√£e da Elsa, mas gostava muito da menina e o seu maior desejo era poder estreitar as suas rela√ß√Ķes.
Falou com o M√°rio e tamb√©m este gostava muito da mi√ļda de maneira que aceitou: N√£o faz mal experimentarmos, disse.


Tudo correu bem, apesar da Olívia estar um pouco fria, no princípio da visita. Acabou, porém por ficar mais amável reconhecendo, também, que fora uma sorte que a Elsa tivesse ficado com eles, naquele tempo difícil que haviam atravessado.
Estabeleceu-se, assim, uma relação cordial entre os dois casais e a Elsa e o José tornaram-se muito amigos. Como irmãos, diziam os pais.
Era rara a semana em que n√£o passavam pelo menos um dia juntos ora numa das casas, ora na outra.
A Elsa tem, agora, cinco anos de idade e o José quase três anos.
A Elsa trata o José como uma pequena mamã. Corrige-o, docemente, quando ele pronuncia mal uma palavra e ensina-o a comer com garfo e faca. Leva-o pela mão quando passeiam na cidade e ensina-o a atravessar as ruas, nas passadeiras.
A Adélia só os deixa brincar, desta maneira, nos locais em que não há movimento algum, é claro, e, mesmo assim, segue-os, de perto e vigia-os discretamente mas, na verdade, a garota parece uma pessoa adulta, das que têm juízo.
N√£o se entendem l√° muito bem, √© nas brincadeiras das constru√ß√Ķes. Enquanto ela gosta de construir, ele gosta do contr√°rio: Desmanchar. Encanta-se com as coizinhas que encontra dentro das coisas: Rodinhas, em especial aquelas que t√™m dentes e picam nos dedos, borrachinhas e uma enorme quantidade de outros objectozinhos que a gente nem sabe bem o que s√£o mas que s√£o muito engra√ßados.
A Elsa ainda sente, também, o impulso de destruir, mas reprime-o porque foi ensinada que os brinquedos são para brincar, inteiros - ensinamento que eu não acho, que tenha sido , completamente , bom...
Assim, constr√≥i casas, barcos, carros e avi√Ķes e gostava de ensinar o Jos√© a fazer o mesmo. Mas ele n√£o quer e, se pode, desmancha as casas, os barcos, os carros e os avi√Ķes que ela construiu.
Que raiva!. Às vezes apetece-lhe bater-lhe com força mas, realmente, não é capaz. Finge apenas que lhe bate porque ele é pequenino, não é verdade? E muito bonito...
A Olívia tornou-se uma grande amiga da Adélia.
√Č uma mulher fraca e muito impulsiva. Capaz de algumas topadas no comportamento mas tamb√©m de grandes gestos.
Quando se sentiu mais √† vontade com a Ad√©lia, disse-lhe que andava ‚Äúatabafada‚ÄĚ com o facto de n√£o ter ainda dito toda a verdade, sobre a raz√£o pela qual deixara a Elsa na ‚ÄúInf√Ęncia Feliz‚ÄĚ. Que gostaria de lhe contar mas ela precisava de lhe prometer que n√£o contaria nada a ningu√©m. 
A Adélia disse-lhe que não necessitava saber mais nada do que o que sabia, mas que se a Olívia precisava contar, podia fazê-lo e, é claro, que ela não contaria nada pois era assim que a Olívia queria .
E a Olívia contou:
Registado

Geraldes de Carvalho
http://gdecseeufossfosse-gdec.blogspot.pt
          -este √© meu blog-
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18363
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Janeiro 15, 2014, 16:45:56 »

E o mistério se adensa...
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 06, 2019, 23:34:17 ]

[Dezembro 06, 2019, 13:19:49 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:56:58 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:52:18 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:40:27 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:39:51 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:38:48 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:37:57 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:36:15 ]

[Dezembro 04, 2019, 17:50:50 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128043
Total de Tópicos: 26259
Online hoje: 202
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 200
Total: 201
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.154 segundos com 28 procedimentos.