EscritArtes
Dezembro 14, 2019, 18:21:23 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Os homens tamb√©m choram  (Lida 3862 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1007
Convidados: 0


outono


« em: Setembro 09, 2016, 18:54:08 »

Por um acaso, por uma daquelas reminisc√™ncias inexplic√°veis, que de quando em vez no batem √† porta, vi-me transportado para os tempos long√≠nquos da juventude, quando tive de ser militar √† for√ßa. Por acaso ou obra do destino, fui parar a regimento de Artilharia de Costa, √ļnico que n√£o dava mobiliza√ß√£o para a guerra colonial, e no √Ęmbito desta unidade a um pequeno aquartelamento de defesa da costa atl√Ęntica, no alto da Trafaria. Ali estava um destacamento de cerca de duas dezenas de homens, a tomar conta de uns canh√Ķes a precisar de reforma e que se fosse o caso n√£o defendiam porra nenhuma.
Tamb√©m por vontade do destino, fui encarregue do comando daqueles militares, por delega√ß√£o do Primeiro-sargento Martins, conhecido como Penamacor, respons√°vel no terreno, mas  que andava metido em guerra de alcova com a mulher do seu melhor amigo, e cujo campo de batalha era o vale de len√ß√≥is. Todos o sabiam com excep√ß√£o do dito cujo, dando raz√£o ao ditado ‚Äúo corno √© o √ļltimo a saber‚ÄĚ.
Ali estive cerca de dois anos a lidar com mancebos de v√°rias regi√Ķes do pa√≠s, numa aut√™ntica idiossincrasia nacional. Ali estava o Raj√£o, um pescador da P√≥voa de Varzim, alto louro e um pouco bo√ßal, que me fazia lembrar um viquingue de tempos idos.  Armado em cozinheiro improvisado, tinha a tarefa de alimentar a preceito os bravos artilheiros. Fazia um curioso par com Z√© Sapateiro, portugu√™s de Braga, que tinha uma paix√£o assolapada por uma cachopa do Minho, alimentada atrav√©s de uma intensa actividade epistolar. Por portas e travessas algu√©m conseguia ter acesso ao conte√ļdo dessas cartas, que eram lidas em p√ļblico para gaudio da rapaziada do quartel. √Č que naquela linguagem vern√°cula, palavra sim palavra n√£o, estas cresciam tanto que ganhavam o estatuto de palavr√£o. E metiam a um canto as cartas de Soror Mariana.
Da teoria √† pr√°tica o "Passatempo", vindo do Algarve profundo, saia do quartel pela calada da noite, e como lobo esfaimado, descia ao povoado mais pr√≥ximo, Costa da Caparica,  onde por bares e caf√©s dava, para usar a sua express√£o, ‚Äúca√ßa aos picolhos‚ÄĚ, que traduzido queria dizer, homens com tend√™ncias sexuais fora da norma, da moral e dos bons costumes. E de l√° trazia uns trocos nos bolsos, para alimentar o v√≠cio do tabaco. Que podia fazer com o fraco pr√© que recebia do ex√©rcito?
J√° o "Avozinho", cidad√£o que andara a fugir ao servi√ßo durante anos e anos, trazia para aquele universo militar uma nota dram√°tica. Ca√ßado pelo ex√©rcito quando tinha trinta e sete anos, casado e com filhos para sustentar, era uma montra de lam√ļrias. E quando menos se esperava caia num choro convulsivo( um homem tamb√©m chora)  que at√©  entristecia as pedras da cal√ßada. Um dia l√° o libertaram do degredo e voltou para junto da fam√≠lia perdida.  Um alivio para ele e para n√≥s. Em contraponto o Barreto, mo√ßo de forcados, ribatejano, conseguia estar sempre ausente ‚Äúdispensado‚ÄĚ pelo ex√©rcito a um grande agr√°rio e quando aparecia punha os cabelos em p√© a todos os camaradas.
Mas quem não me sai da lembrança é o Marques de Valongo, e de alcunha o Nariz, devido ao enorme apêndice nasal com que a natureza lhe adornou o rosto. Merecia-me alguma simpatia, pois quando chegava a meia noite avisava-me, que na rádio da sala de convívio, estavam a dizer mal do governo de uma rádio de Argel. Desbaratou todo esse crédito, quando na sua tarefa nocturna de sentinela, a altas horas, abandonou o seu posto, tirou as botas e deitou-se com o fuzil na sua caminha, precisamente na noite em que o Primeiro-sargento, bem comido e melhor bebido, invadiu o quartel aos tiros e por ali entrou sem que ninguém lhe tolhesse o passo.
E meus amigos, s√≥ eu sei o que passei para convencer o ‚Äúprimeiro‚ÄĚ a n√£o fuzilar tudo o que mexia. A √ļnica coisa de que ainda me arrependo √© n√£o ter dado dois tabefes ao Marques, mas receei que n√£o lhe descobrisse a face escondida na grandeza do nariz.
 O ‚Äúprimeiro‚ÄĚ de tanto disparar, meteu filho no √ļtero da mulher do amigo, as coisas descambaram, o marido enganado tornou-se fera ferida e o sargento foi recambiado para a selva africana. No dia em que se veio despedir, para al√©m das palavras, que esqueci, deu-me um apertado abra√ßo e partiu com os olhos rasos de l√°grimas, sim que um guerreiro do mato  tamb√©m chora. E antes de partir entregou-me o Di√°rio do Governo,  onde estava publicado o seu √ļltimo acto naquela unidade: um detalhado louvor sobre a minha ac√ß√£o sob as suas ordens. O tempo passou e deixou as suas marcas. E se houvesse viagens no tempo ia a uma ag√™ncia comprar uma viagem para esse tempo que persiste na mem√≥ria. Que mais n√£o fosse para dar os merecidos tabefes  no Marques de Valongo.Talvez ao menos chorasse l√°grimas de crocodilo.
,
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18369
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Setembro 10, 2016, 12:02:30 »

Mas que vidas! Com ou sem l√°grimas ...
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6040
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #2 em: Setembro 12, 2016, 18:24:24 »

Numa situação dessas, não há como não chorar.
Para o texto cabem os aplausos.

Grande abraço, Nação Valente.
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1007
Convidados: 0


outono


« Responder #3 em: Setembro 22, 2016, 21:39:28 »

Obrigado Goreti e Oswaldo  pelos coment√°rios
Abraço
Registado
Maria Gabriela de S√°
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 827
Convidados: 0



« Responder #4 em: Setembro 22, 2016, 22:09:50 »

Já tinha lido, só não sei porque não teci um comentário ao rapaz de Valongo, uma cidade onde nem toda a gente se trata por tu...
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1007
Convidados: 0


outono


« Responder #5 em: Setembro 28, 2016, 15:20:46 »

Pois. Ainda bem que me avisa sobre "tratamentos" em Valongo. Vou pensar duas vezes antes de l√° ir. Rs
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18369
Convidados: 994



WWW
« Responder #6 em: Abril 23, 2017, 21:12:39 »

Pode vir. H√° gente que se n√£o incomoda rsrrs
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6040
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #7 em: Abril 27, 2017, 01:49:21 »

Passei para reler
Registado
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1007
Convidados: 0


outono


« Responder #8 em: Janeiro 26, 2018, 20:37:22 »

Obrigado oswaldo. A sua visita é uma honra.
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 13, 2019, 20:28:55 ]

[Dezembro 11, 2019, 19:36:51 ]

[Dezembro 10, 2019, 20:07:44 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:09:30 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:08:41 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:06:50 ]

[Dezembro 10, 2019, 19:05:38 ]

[Dezembro 10, 2019, 18:11:15 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:46:25 ]

[Dezembro 10, 2019, 17:45:09 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128060
Total de Tópicos: 26260
Online hoje: 215
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 198
Total: 198
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.116 segundos com 28 procedimentos.