EscritArtes
Novembro 22, 2017, 07:06:39 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Crónica de um almoço anunciado  (Lida 333 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 938
Convidados: 0


outono


« em: Outubro 21, 2017, 00:23:45 »

Um almoço anunciado, que merece uma crónica, porque não é um almoço qualquer. É um almoço que implica a apresentação da Colectânea Arte pela Escrita Dez. Dez anos é muito tempo de escrita na nossa curta existência, mas não é nada na infinidade do tempo. Por volta do 4º milénio AC, foram registadas para a posteridade, as primeiras informações sob a forma de escrita cuneiforme ou hieroglífica. Depois o mundo das ideias ficou para sempre prisioneiro em letras e números. A epopeia de Gilgamesch, cerca de dois milénios depois é já a arte de narrar. Milénios passados mantemos a ligação umbilical com essa gente que iniciou a longa aventura a que chamamos história.

Nessa gesta da evolução do pensamento, representado em caracteres, somos uma gota de água que se desfaz com o sol matinal. Mas para nós, são muitas horas a escrever, muitas palavras, muitas frases feitas ou inventadas, muito boa prosa e não menos boa poesia. Dez anos de partilha, de convívio entre gentes de variados lugares, irmanados no gosto da arte da escrita.
A escrita é a outra face do pensamento. Sem ela as ideias perder-se-iam nas brumas da memória. Sem ela a evolução ficaria enredada num labirinto sem saída. A escrita marca a saída da pré-história para a história. Em boa hora os Sumérios começaram a registar os pensamentos em placas de argila. O seu quotidiano, o seu presente, logo passado. Em boa hora se inicia o texto de literário. O que é Gilgamesch senão um acto poético? Passados mais de dois milénios os que pegam na pena para escrever estão a dar seguimento a esses escribas anónimos que inventaram a escrita.

Tem que se reconhecer o importante papel desempenhado pelo Escritartes, na divulgação de muitos escritores, que encontraram aí um espaço aberto e livre, onde palavras ganham vida e chegam aos apreciadores de textos literários. Do mesmo modo, merece louvor a editora Mosaico de Palavras, que permitiu aos autores ver o seu trabalho passado a letra de imprensa, e deste modo, abarcar outros horizontes. E mesmo que dez volumes da colectânea, sejam apenas uma gota de água no vasto panorama literário português, decerto que acrescentam mais-valia à nossa literatura. E até me atreveria a dizer, mesmo no papel de advogado em causa própria, que, seguramente, sem este acervo literário, a nossa literatura não seria a mesma.

Depois deste longo intróito, e passando a coisas mais prosaicas, como participante, com muito prazer, deste site, estive mais uma vez presente no lançamento da obra, antecedida do já tradicional almoço entre os seus autores. Sim, porque a vitalidade da família Escritartes não seria possível sem a importante vertente emocional, expressa no convívio e na amizade, que está muito para além do mero aspecto cultural. Foi nesse sentido que me pus a caminho até à cidade invicta.
Eu moro longe, muito longe, embora o conceito de lonjura, seja sempre relativo. Desta vez, por falta de companhia disponível, deixei o quatro “patas” e resolvi ir de comboio. E mesmo sem TGV a viagem foi rápida, agradável e em boa companhia. Pude assim conhecer outro ambiente e perscrutar outra realidade. Na carruagem em que viajei, pude constatar a presença de um status cosmopolita. Gente de várias nacionalidades, como ingleses ou asiáticos que quinhentos anos depois nos redescobriram. Gente jovem, ligada aos seus “ai podes” , ouvindo pelos seus “ai fones” estando ao mesmo tempo em vários lugares.  Parece-me malta do Erasmus, mas não sei. Sou curioso, mas não enxerido. Não vou perturbar no seu mundo. Portanto, imagino. Na minha imaginação são os novos navegadores, talvez na esperança de se descobrirem também a si próprios.

Cheguei ao almoço um pouco atrasado mas a tempo de usufruir do repasto. Ainda vi o caso mal parado, mas logo a Goreti, mestre-de-cerimónias, solícita, me arranjou um lugar. Logo os empregados,, simpáticos, me trouxeram os pitéus previstos. Uma menina, sorridente, até me perguntou se ia beber vinho. E eu numa decisão instantânea, que me surpreendeu, respondi: claro. É que a alternativa que vi por perto era água. Ora como diz um amigo meu, bom garfo e melhor copo, a água enferruja os interiores. Além disso lembrei-me que o vinho, com as devidas actualizações, dá de comer a mais de um milhão de portugueses. Comi bem, convivi com gente feliz, sem lágrimas, e ainda ganhei um livro numa rifa. Coisa rara, por falta de sorte ao jogo, mas talvez de sorte ao amor. Pois, não se pode ter tudo. Seja como for, garanto que não corrompi os “rifeiros”. Palavra de escuteiro.
Assisti a uma boa declamação de poesia por Dionísio Dinis e Alice Santos, que ainda me surpreendeu com um belo canto. Parabéns. A escolha do poeta Manuel Alegre foi feliz. E Adriano Correia de Oliveira que musicou e deu larga visibilidade ao poema merece ser lembrado.
Pergunto ao vento que passa
notícias do meu país
e o vento cala a desgraça
o vento nada me diz.
Outros tempos onde a liberdade de pensamento e expressão estiveram reprimidos, mas não abolidos, pois como diz o outro poeta, Manuel Freire, não há machado que corte a raiz ao pensamento.
Nada apaga a luz que vive
num amor num pensamento
porque é livre como o vento
porque é livre
Porque é livre como o vento, na apresentação houve uma resenha das dez publicações pelo escritor/editor Vítor Rocha. Goreti e Dionísio concluíram a apresentação do último volume da colectânea, que já deixa saudades.
Mas se a saudade é passado o presente é porta do futuro. E esse ainda está por construir. Acredito que os escritartianos cá estão para o fazer, com a sua participação, porque sabem que os tempos mudam, mas que o espírito na sua essência permanece
Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa.
Semeemos pois, esta e muitas outras crónicas, contos, poemas…amizade…
Cota-diano
Registado
Maria Gabriela de Sá
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 766
Convidados: 0



« Responder #1 em: Outubro 21, 2017, 22:38:20 »

Boa crónica de um cotadiano  excepcional....


Abraço
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18204
Convidados: 993



WWW
« Responder #2 em: Outubro 22, 2017, 19:23:14 »

Teremos outros almoços e outras crónicas! Até sempre!
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
Vanda Paz
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1256
Convidados: 0



WWW
« Responder #3 em: Outubro 22, 2017, 20:47:28 »

Que pena não ter ido. Boa imagem. Obrigada!

Abraço
Registado

Vanda Paz
margarida
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 809
Convidados: 0



« Responder #4 em: Outubro 25, 2017, 07:06:06 »

Que pena este ano não ter sido selecionada Sad
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18204
Convidados: 993



WWW
« Responder #5 em: Outubro 31, 2017, 07:12:58 »

Num próximo projeto, quem sabe...
Registado
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 938
Convidados: 0


outono


« Responder #6 em: Novembro 08, 2017, 21:31:08 »

Esperam-se novos projectos. A propósito vou deixar uma modesta sugestão que nem é original. Existe no arquivo Escritartes muito material de qualidade. Porque não fazer uma selecção desse material, que até pode ser dividido em prosa e poesia, sujeita a critérios a estabelecer.
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18204
Convidados: 993



WWW
« Responder #7 em: Novembro 09, 2017, 17:53:57 »

Será sempre necessária a autorização dos autores e o interesse de uma editora. Mas, sim, seria uma boa ideia. Estamos à espera de proposta para o esfaqueador da Régua.
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5799
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #8 em: Novembro 14, 2017, 10:35:26 »

Neste ano de 2017, eu não enviei texto para a coletânea. Está sendo um ano atípico para mim. Um dia escreverei sobre isso.
Cabe, neste comentário, dizer que ano que vem enviarei um texto. Quem sabe até participarei do almoço com os amigos da escrita!
A sua crônica, Nação Valente, vale como um convite ao estudo da escrita. É motivadora e agradabilíssima!
Mais uma vez eu repito: é um prazer ler as suas palavras.

Grande abraço
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Novembro 21, 2017, 21:35:50 ]

[Novembro 21, 2017, 09:33:52 ]

[Novembro 20, 2017, 22:14:17 ]

[Novembro 20, 2017, 06:51:58 ]

[Novembro 15, 2017, 05:31:15 ]

[Novembro 14, 2017, 11:11:03 ]

[Novembro 14, 2017, 10:52:49 ]

[Novembro 14, 2017, 10:36:14 ]

[Novembro 14, 2017, 10:35:26 ]

[Novembro 14, 2017, 08:37:15 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 126894
Total de Tópicos: 25839
Online hoje: 122
Máximo Online: 368
(Novembro 05, 2009, 22:05:48 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 120
Total: 120
Últimas 30 mensagens:
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Olá para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Abril 01, 2017, 20:52:05
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Fevereiro 22, 2017, 07:23:30
Bom dia!
Dezembro 24, 2016, 22:23:10
Boas Festas para todos os que por aqui navegam.
Dezembro 24, 2016, 11:32:23
Desejos de Bom Natal, PAZ, Amor e uns trocados. FigasAbraço a todos
Setembro 08, 2016, 19:38:09
Já está publicada a lista final de autores para a coletânea - 129
Setembro 07, 2016, 20:57:46
Boa noite a todos.
Setembro 06, 2016, 18:31:36
Boa tarde a todos
Setembro 01, 2016, 15:26:02
OLÁ!!!
Agosto 24, 2016, 05:49:47
Bom dia a todos
Agosto 04, 2016, 08:39:17
bom dia a todos
Julho 08, 2016, 18:22:38
Olá, Alice e Nação Valente!
Junho 13, 2016, 12:51:19
Em fase final de seleção de textos para a rádio. Inscreva-se!
Maio 30, 2016, 16:17:57
Apagamos o pdf, Nelson.
Maio 30, 2016, 16:13:58
Nelson, vamos apagar a sua resposta pois expôs os seus dados publicamente. Essa ficha deve ser mandada por mail para administracaoescritartes@gmail.com
Maio 13, 2016, 21:41:50
Boa noite. Há que ror de horas nada ponho aqui. Hoje, choveu para cima. FigasRgds
Abril 08, 2016, 20:16:46
Olá para todos! Boas escritas e formidáveis leituras para todos!
Março 27, 2016, 08:51:07
Páscoa feliz!
Março 27, 2016, 08:50:45
Bom dia!
Fevereiro 17, 2016, 20:00:55
Não consigo aceder à caixa de comentários do "Esfaqueador da Régua". Alerta de spammer. Que fazer?
Fevereiro 01, 2016, 21:16:09
Boas leituras e melhores escritas
Fevereiro 01, 2016, 21:16:08
Boas leituras e melhores escritas
Fevereiro 01, 2016, 21:15:36
Boa noite a todos
Janeiro 23, 2016, 19:55:03
Boa noite a todos
Janeiro 19, 2016, 17:13:16
Boa tarde. Smiley
Janeiro 08, 2016, 21:14:02
As primeiras 10 gravações estão na página inicial, na playlist e os vídeos estão no Quadro "Virtual 2D e 3 D" pela ordem de gravação
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.195 segundos com 28 procedimentos.