EscritArtes
Dezembro 07, 2019, 16:31:47 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: O poder da literatura  (Lida 1850 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2702
Convidados: 0



WWW
« em: Mar√ßo 03, 2018, 15:04:07 »

   A literatura (da poesia ao ensaio, passando pelo romance e pela profecia, adivinha√ß√£o, ladainha, can√ß√£o, fado, esc√°rnio, maldizer, drama de faca e alguidar, relatos, de viagens, de todo o tipo de cr√≥nicas e de policiais, at√© √†s ora√ß√Ķes e serm√Ķes e elogios...) permite uma express√£o verbal, praticamente sem limites, de todo o tipo de representa√ß√£o ou signo, sem condicionamentos de l√≥gica, sentido, significado, no√ß√£o, conceito, moral, licitude, virtude, respeito, dever, etc.
   √Ä literatura nada √© vedado, nem a inven√ß√£o, nem a mentira, nem a verdade, sobretudo aquela verdade em que tanto se vive, que √© uma verdade feita de falsidades, hipocrisias e mentiras. Na minha biblioteca de filosofia e de ci√™ncia e mesmo de uma grande parte da literatura (bem comportada) √© tudo t√£o convencional, t√£o conceitual, t√£o voltado para o objeto que pouca diferen√ßa faz ler um livro escrito h√° mil anos ou um acabado de sair. D√° a impress√£o de que a vida e a hist√≥ria, as trai√ß√Ķes, as trapa√ßas, o ass√©dio, o incesto, as vigarices, os roubos, as viola√ß√Ķes, as escravaturas, as guerras ocultas, os √≥dios inconfess√°veis, os fantasmas invenc√≠veis que atormentam at√© os mais esclarecidos fil√≥sofos e cientistas, as verdadeiras dores e mis√©rias humanas, da guerra e da discrimina√ß√£o que tantas pessoas sofrem...d√° a impress√£o de que nada disso acontece. Tudo √© transformado em conceito abstrato, ou seja, em nada mais do que ideia.
   A literatura pode, e muitas vezes tem-no conseguido, "falar" da vida como ela √©, sem estar subjugada sequer a qualquer dever de "falar" e, menos ainda, de "falar" como deve ser.
   Tudo √© suscept√≠vel de ser utilizado, tocado, tratado ou maltratado, incorporado, atacado, "destru√≠do", pela literatura, que pode ser usada como arma impiedosamente letal de religi√Ķes e de costumes e, quantas vezes, de pessoas j√° mortas, ressuscitando-as em mem√≥rias para as poder matar as vezes que for preciso... ou amar sem limites.
   Na minha biblioteca de filosofia e de ci√™ncias e de literatura, s√≥ alguns livros de literatura me falam da verdadeira vida e do pensamento e das ideias e dos fantasmas, dos medos e das tormentas e das injusti√ßas irremedi√°veis, da dor que impede os humanos de serem felizes e da grandeza, da magnanimidade daqueles que, apesar de tudo, garantem, com o seu trabalho e a sua virtude e o seu talento, a vit√≥ria da vida sobre a morte e do bem sobre o mal.
   Ela denuncia as podrid√Ķes dos malditos e os hero√≠smos dos justos, ela nos mostra o verdadeiro rosto por tr√°s das m√°scaras, despertando-nos de ingenuidades perigosas e inoc√™ncias fatais, chamando as coisas pelos nomes...porque as palavras s√£o, quase sempre, a √ļnica arma de que dispomos no conflito intermin√°vel com os dem√≥nios e os deuses e tamb√©m √© com palavras que podemos construir as nossas asas e as nossas pra√ßas fortes, os nossos tribunais e os nossos para√≠sos de procura e encontro de sentido para os problemas...
   A literatura mostra, patenteia, ostenta, incorpora pelas palavras tudo o que quiser e puder a imagina√ß√£o do escritor.
   Muitas vezes at√© faz um aproveitamento desmesurado da import√Ęncia de certos assuntos, acontecimentos, realiza√ß√Ķes, artes, monumentalidades, indo buscar brilho ao pr√≥prio objeto.
   Muitos livros de not√°veis escritores s√£o constitu√≠dos em 90% de "materiais" art√≠sticos, ou potencialmente est√©ticos, alheios, seja o convento de Mafra, sejam as personagens b√≠blicas...
   Um homem com a sua ci√™ncia e a sua filosofia pode n√£o precisar de uma religi√£o, mas precisa de literatura para sair do deserto.

« Última modificação: Mar√ßo 03, 2018, 23:49:51 por carlossoares » Registado

Carlos Ricardo Soares
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18363
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Mar√ßo 06, 2018, 21:00:01 »

Dificilmente alguém poderia dizer isto melhor. Subscrevo inteiramente.
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6039
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #2 em: Mar√ßo 07, 2018, 13:13:17 »

 Uma aula de Teoria Liter√°ria sem o "academic√™s" pern√≥stico. Um texto que nos leva a pensar sobre essa √°rea do conhecimento e da arte chamada Literatura.

Vou recomendar aos meus amigos a leitura.

Abraço
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2702
Convidados: 0



WWW
« Responder #3 em: Mar√ßo 08, 2018, 22:12:56 »

Goreti,
obrigado.

Oswaldo,
obrigado tamb√©m pela oportunidade que d√°s √† literatura de exercer o seu poder. √Č que, a literatura, propriamente, s√≥ tem poder se for lida. √Č o modo de ser da literatura. Se n√£o for lida √© como se n√£o existisse. At√© pode ser escrita e isso j√° √© importante, mas enquanto n√£o for lida, n√£o faz mal nem bem a ningu√©m. E ler tamb√©m √© uma atividade complexa, exigente, custosa, sem expectativas de remunera√ß√£o, cuja compensa√ß√£o pode at√© ser apenas a satisfa√ß√£o pessoal.
Abraço
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6039
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #4 em: Mar√ßo 08, 2018, 23:59:36 »

Concordo plenamente
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 06, 2019, 23:34:17 ]

[Dezembro 06, 2019, 13:19:49 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:56:58 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:52:18 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:40:27 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:39:51 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:38:48 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:37:57 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:36:15 ]

[Dezembro 04, 2019, 17:50:50 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128043
Total de Tópicos: 26259
Online hoje: 202
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 184
Total: 185
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.133 segundos com 28 procedimentos.