EscritArtes
Outubro 17, 2018, 22:56:15 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Do Tempo e do Amor  (Lida 393 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5967
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« em: Julho 17, 2018, 02:57:24 »

Comecei a escrever uma cr√īnica sobre o Hoje. Comecei nomeando o Presente, n√£o me prendo ao Passado e n√£o constru√≠ castelos no Futuro. Cometi por√©m um erro imperdo√°vel: brinquei com o tempo. Ele n√£o gostou do atrevimento. Fui castigado. O texto estava pronto, mas n√£o salvo. Fui format√°-lo e o perdi. N√£o lembro mais as palavras ditas a long√≠nquos quinze minutos. O Tempo agora √© outro. O assunto vai ser outro. N√£o ouso mais desafi√°-lo.
Acabei de perder minha criação. Vou recriar!
Não me peçam para lembrar de tudo outra vez. Não quero reviver o trauma de perder um trabalho assim sem mais nem menos por tão pouco para o Tempo.
Vou eu mudando de assunto. Vou falar de algo intangível assim como o Tempo Presente de grego ou da Carochinha.
Vou falar de Amor. Mas não há tempo. O amor é fugaz como o prazer de receber o Presente. Dura ínfimos e infinitos instantes sussurrantes e suspirantes crescentes no peito de quem ama. As mãos querem prender. As bocas calam-se no eternizar de instantes perenes de Ontem e de Amanhã insaciáveis no crivo do Agora.
O Af√£ e as Horas voam e nos entorpecem. O tempo nos engana outra vez assim como est√° me enganando agora. Terei de encerrar meu texto sem falar profundamente do Amor. Terei de arrumar outro tempo. N√£o creio em Cronos. Sou cronista mesmo assim. Quero um tempo sem fim. N√£o quero ser devorado pelo Tempo que atingiu o C√©u. Meu instante dura e se acumula forte como gladiador, robusto, poderoso como general, opulento como nobres das ricas cortes. Meu instante se alimenta da leveza futura. Sou nutrido pelas emo√ß√Ķes de antes e de amanh√£ agora enquanto amo esse amor eterno como Quem o criou e o mant√©m.
« Última modificação: Julho 17, 2018, 03:08:15 por Oswaldo Eurico Rodrigues » Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Maria Gabriela de S√°
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 794
Convidados: 0



« Responder #1 em: Agosto 07, 2018, 22:12:38 »

Como eu o entendo quando se perde  uma obra,  que at√© parecia uma obra de arte,  para o senhor  "Tempo Perdido"!
De resto, n√£o sendo a mesma coisa, nem a mesma obra, a obra perdida, gostei da obra nova e da  sua reflex√£o sobre o Amor, o Tempo, a frustra√ß√£o e por a√≠...

Abraço
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5967
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #2 em: Agosto 08, 2018, 03:41:58 »

E eu gostei do seu coment√°rio, Maria Gabriela.

Abraço...
Registado
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2642
Convidados: 0



WWW
« Responder #3 em: Agosto 08, 2018, 23:19:53 »

Oswaldo,

mais uma vez, parto do seu texto inspirador, que agradeço, para discorrer um pouco sobre o problema e a canga do tempo, na nossa cultura.
A invenção do tempo deve ter sido o início de todas as formas de escravidão.
A minha descoberta do tempo correspondeu à minha consciência de finitude e de mortalidade, com que perdi a inocência de criança selvagem que se contentava com a liberdade. Era tão pouco mas revelava-se demasiado. A instauração da ansiedade, dos formalismos, da educação, da escola...ditaram a minha condição, sem apelo nem agravo.
Restava-me sonhar...
E o meu pai, que começou a trabalhar aos dez anos, dizia, nem sei se protestando, ou avisando, que tempo é dinheiro e que, para se vencer uma guerra, é preciso dinheiro, dinheiro e mais dinheiro.
Para ele a vida era uma guerra e o trabalho era o campo de batalha. Quando morresse teria a eternidade para descansar.
√Č isso. Porque n√£o nos deixam ter a eternidade da dura√ß√£o da nossa vida?
Porque teremos de esperar pela morte para termos direito à eternidade?
Ainda acreditei, durante uns anos da minha inf√Ęncia e adolesc√™ncia, que n√£o iria ser como ele.
Agora vejo melhor como eram proféticas as suas palavras.
N√£o me lembro de ouvi-lo pronunciar a palavra amor.
Certamente, n√£o a considerava palavra maldita, mas nasceu e cresceu nas maiores guerras mundiais e chegou a ser preso pelos seus discursos acusadores e subversivos.
Havia palavras que ele abominava na boca de certas pessoas, amor era uma delas, Deus, outra.
O amor para eles e o ódio para os outros? Não pode ser.
Deus para eles e o diabo para os outros? Deus não é isso.
Paraíso para eles e inferno para os outros? Que o paraíso de uns não seja o inferno dos outros.
O tempo e a corrida contra o tempo são fenómenos muito intrigantes e estranhos.
Registado

Carlos Ricardo Soares
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18309
Convidados: 994



WWW
« Responder #4 em: Agosto 09, 2018, 12:31:37 »

Ser√° que o tempo existe mesmo ou inventamos essa "coisa" apenas para justificarmos outras menos confess√°veis?
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5967
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #5 em: Agosto 09, 2018, 16:50:17 »

Carlos,

Seus coment√°rios sempre me enriquecem, me fazer refletir e me estimulam a escrever.
Esse de agora me levou a lembrar do Sr. Oswaldo Tapero√°, meu pai. Aqui ele s√≥ sentiu o reflexo da Segunda Grande Guerra Mundial. O restante foram as revolu√ß√Ķes e a Ditadura Militar. Ele era funcion√°rio p√ļblico e optou pelo sil√™ncio. Era um sil√™ncio que dizia muito e que eu herdei e, de certa forma, o deixo falar atraves dos meus textos e desenhos e pinturas e comidas e aulas e conversas. Ele foi um gigante de 1,65m. Trabalhador incans√°vel e com jeito muito peculiar de amar.
Enfim...

Goreti,

Seus coment√°rios s√£o igualmente preciosos para mim.
Muitas vezes, através deles, construí outros textos.
Esse √ļltimo agora me levar a um novo antigo projeto de escrita e de arte.

Um grande abraço a vocês dois a quem tanto admiro.
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Outubro 16, 2018, 18:24:42 ]

[Outubro 16, 2018, 18:21:39 ]

[Outubro 16, 2018, 18:11:42 ]

[Outubro 16, 2018, 18:10:18 ]

[Outubro 14, 2018, 21:02:44 ]

[Outubro 14, 2018, 13:43:59 ]

[Outubro 13, 2018, 20:54:44 ]

[Outubro 10, 2018, 16:56:12 ]

[Outubro 10, 2018, 16:48:15 ]

[Outubro 03, 2018, 14:53:41 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127494
Total de Tópicos: 26013
Online hoje: 174
Máximo Online: 368
(Novembro 05, 2009, 22:05:48 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 137
Total: 137
Últimas 30 mensagens:
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
Ol√°, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
Ol√° para todos! Desde j√°, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Ol√° para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Abril 01, 2017, 20:52:05
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Fevereiro 22, 2017, 07:23:30
Bom dia!
Dezembro 24, 2016, 22:23:10
Boas Festas para todos os que por aqui navegam.
Dezembro 24, 2016, 11:32:23
Desejos de Bom Natal, PAZ, Amor e uns trocados. FigasAbraço a todos
Setembro 08, 2016, 19:38:09
J√° est√° publicada a lista final de autores para a colet√Ęnea - 129
Setembro 07, 2016, 20:57:46
Boa noite a todos.
Setembro 06, 2016, 18:31:36
Boa tarde a todos
Setembro 01, 2016, 15:26:02
OL√Ā!!!
Agosto 24, 2016, 05:49:47
Bom dia a todos
Agosto 04, 2016, 08:39:17
bom dia a todos
Julho 08, 2016, 18:22:38
Olá, Alice e Nação Valente!
Junho 13, 2016, 12:51:19
Em fase final de seleção de textos para a rádio. Inscreva-se!
Maio 30, 2016, 16:17:57
Apagamos o pdf, Nelson.
Maio 30, 2016, 16:13:58
Nelson, vamos apagar a sua resposta pois exp√īs os seus dados publicamente. Essa ficha deve ser mandada por mail para administracaoescritartes@gmail.com
Maio 13, 2016, 21:41:50
Boa noite. H√° que ror de horas nada ponho aqui. Hoje, choveu para cima. FigasRgds
Abril 08, 2016, 20:16:46
Ol√° para todos! Boas escritas e formid√°veis leituras para todos!
Março 27, 2016, 08:51:07
P√°scoa feliz!
Março 27, 2016, 08:50:45
Bom dia!
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.119 segundos com 28 procedimentos.