EscritArtes
Dezembro 15, 2018, 00:20:07 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: 8.ª Colectânea - 8.º Aniversário Escritartes
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,36064.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: AI AS PUTAS QUE ME BEBERAM O VINHO  (Lida 295 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Figas de Saint Pierre de
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 2869
Convidados: 0


« em: Novembro 10, 2018, 13:40:36 »


AI AS PUTAS QUE ME BEBERAM O VINHO!
Fó na década dos anos cinquenta, do século passado, que o menino Figas, todas as vezes que chegavam os quentes dias de verão pensava naquela excursão; visitar seus avós, tios e tias.

Compradas em Valongo, uma dúzia de boas e frescas regueifas enchiam um grande saco, como bagagem extra da viagem.

Chegado o dia, eis a demanda até à estação Campanhã, onde aquela lesma, de aço, gigante, que o Figas já conhecia, doutras viagens, arfava com seus quentes vapores. Seus êmbolos aguardavam a hora de darem os primeiros coices de arranque, ao inicio da viagem que, passando por todas as estações e apeadeiros, com abastecimento d’água, para saciar a sede da “menina negra”, duraria quatro horas até chegar à Régua. 

As carruagens, que formavam o caracol do comboio, pintadas de verde, era as texanas, ainda do século XIX, com seus varandins, sítios onde o menino Figas preferia para, de pé, fazer a viagem, rejeitando os corridos bancos de pau.

O menino Figas gostava de apreciar curvas e contras curvas, com sua cabeça bem lançada ao exterior, apreciando a locomotiva, lá longe, a entrar numa curva, enquanto a cauda do comboio se arrastava no resto da reta!

Levar com a negra fumaça na cara, era a cortesia da máquina, a sua chancela para quem se atrevia a pôr a cabeça de fora da janela. O resultado era que quando desembarcou, o menino Alexandre mais parecia um representante dos mineiros de São Pedro da Cova

Naquele mês de Setembro, o rio Douro tinha sítios, onde mostrava a secura dos dias da dureza do Estio, mais parecendo um largo regato, todo escanzelado, com as costelas do seu leito à mostra, dura penedia que, envergonhado, exibia.
Todavia, não era insultado, não fosse ele vingar-se, com mais uma cheia, imitando o dilúvio a desaguar na Ribeirado Porto.

A linha do Douro é muito polvilhada com muitas estações e apeadeiros, que iam ficando para trás, com seus recoveiros, que se iam apeando, juntamente com a descarga da mercadoria, que levavam para a sua clientela, que no Porto se abasteciam, até que passado o túnel do Juncal já cheirava a chegada ao destino; Godim, onde as regueifas foram acordadas do seu torpor de viagem, pousadas no cais, mas logo alçadas ao lombo de quem se voluntariou para o seu transporte, durante uma boa meia hora, perfumando o ar com odores de pão fresco, para chegar, ladeira da Seara acima, ao Lugar do Vale, onde situada a casa dos vós do Figas, logo avistada quando que chegados ao  largo, onde  imperava a capela a São Sebastião.

A avó do Figas, sentada na varanda, tratava das suas favas piladas, que mais tarde, numa lareira, no meio da cozinha, entravam num grande pote de ferro, fazenda as ricas sopas e as famosas receitas da avó. As regueifas foram recebidas como que bolos rei ou pão de ló.

A pequena rua, era dominada pela família do Alexandre, uma casa a seguir a outra e outras em frente.
De todas eles se destacava a casa do tio do Figas; o tio Mário, homem trabalhador e fornecedor de produtos para o amanho das vinhas, e, por vezes, cinco vagões, carregados com adubo e ferramentas, eram de Campanhã, despachados para ele, que tinha como destino a sua clientela.
Uma vez, disse a seu sobrinho Figas:
“Tás a ver isto tudo?
Tá tudo pago. Não tenho faturas para pagar, a ninguém”
Era o sentido da honra, de quem em seu sangue tinha a nobre linhagem dos Vilhenas!

Foi em sua casa que os pais do menino igas e sua irmã almoçaram. Como de costume, era uma genuína e alegre receção que faziam. Para o menino Figas sobravam as exclamações:
“Olha, que bonito! Como está grande!”
Sua irmã era premida com:- “Que linda que está!”

Sala grande, grande mesa e nela, como de costume, um festival gastronómico, para ser devidamente apreciado.
Sem dúvida, que nas suas vindas ao Porto, o tio Mário tinha adquirido bom gosto de bem servir, com produtos da melhor qualidade.
Por falar em boa qualidade, Figas viu seu pai a ser convidado a visitar um quase secreto vão  de escada, onde jazia uma meia pipa de vinho tinto, das suas vinhas, que, segundo ele, era especial.
Agora, agarrem-se, tapem os ouvidos para o ricochete do:
“Ai as putas, que me beberam o vinho”
“Ai as putas! Que grandes putas!”

Ainda hoje, o menino Figas, mais seu pai, atrás de seu tio,
se recorda de o ver, com a infusa na mão esquerda, sob a torneira da pipa, enquanto com direita a rodava, mas esta, após guinchar ao rodar, vinho não soltava.
Tornou a fechar a torneira, tornou a rodar mas vinho sem pingar!

-“Ai as putas, que me  beberam o vinho”,
 brado dito com aquele rude e puro sotaque duriense.

-“Foram as criadas, de certeza. Depois, eu falo com elas.

Não houve problema, porque não faltava alternativa para suprir a falha daquele vinho especial.

O menino Figas ainda não bebia vinho, mas na memória ficou aquela sobremesa de bons morangos silvestres, com chantilly.
Quanto ao resultado da investigação sobre as “Putas que beberam o vinho”, nunca chegou a saber!
………….xxxxxxxxxxxxxx……….
Autor: Silvino Taveira Machado (de Vilhena)
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Dezembro 14, 2018, 19:48:34 ]

[Dezembro 13, 2018, 23:42:41 ]

[Dezembro 11, 2018, 12:38:00 ]

[Dezembro 10, 2018, 18:50:16 ]

[Dezembro 09, 2018, 00:16:09 ]

[Novembro 27, 2018, 18:16:48 ]

[Novembro 27, 2018, 18:13:58 ]

[Novembro 25, 2018, 17:40:44 ]

[Novembro 25, 2018, 13:32:42 ]

[Novembro 17, 2018, 08:14:20 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127593
Total de Tópicos: 26039
Online hoje: 222
Máximo Online: 565
(Dezembro 04, 2018, 10:15:24 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 203
Total: 204
Últimas 30 mensagens:
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Olá para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
Olá, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
Olá para todos! Desde já, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Olá para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Abril 01, 2017, 20:52:05
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Fevereiro 22, 2017, 07:23:30
Bom dia!
Dezembro 24, 2016, 22:23:10
Boas Festas para todos os que por aqui navegam.
Dezembro 24, 2016, 11:32:23
Desejos de Bom Natal, PAZ, Amor e uns trocados. FigasAbraço a todos
Setembro 08, 2016, 19:38:09
Já está publicada a lista final de autores para a coletânea - 129
Setembro 07, 2016, 20:57:46
Boa noite a todos.
Setembro 06, 2016, 18:31:36
Boa tarde a todos
Setembro 01, 2016, 15:26:02
OLÁ!!!
Agosto 24, 2016, 05:49:47
Bom dia a todos
Agosto 04, 2016, 08:39:17
bom dia a todos
Julho 08, 2016, 18:22:38
Olá, Alice e Nação Valente!
Junho 13, 2016, 12:51:19
Em fase final de seleção de textos para a rádio. Inscreva-se!
Maio 30, 2016, 16:17:57
Apagamos o pdf, Nelson.
Maio 30, 2016, 16:13:58
Nelson, vamos apagar a sua resposta pois expôs os seus dados publicamente. Essa ficha deve ser mandada por mail para administracaoescritartes@gmail.com
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.119 segundos com 28 procedimentos.