EscritArtes
Agosto 17, 2019, 15:17:01 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Lu√≠s  (Lida 832 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 998
Convidados: 0


outono


« em: Mar√ßo 11, 2019, 23:30:16 »

O Lu√≠s era o mais pobre entre pobres. Chegava √† escola sujo, descal√ßo, mal agasalhado e com o cabelo emaranhado e sem conhecer tesoura, nem de tosquiador, h√° muito tempo. O cabelo vinha muitas vezes enfeitado com a palha do ‚Äúcolch√£o‚ÄĚ, que tamb√©m lhe servia de travesseiro. Dos v√°rios irm√£os com que o pai e a m√£e o brindaram, e que eram a √ļnica coisa que havia em abund√Ęncia naquela casa, foi o √ļnico que mesmo sem o material escolar b√°sico, conseguiu aprender a ler e a escrever.

Um dia, o professor chamou-o e em frente de todos os alunos disse-lhe:

-Luís, vai à barbearia do senhor Penina e diz-lhe que fui eu que te mandei para te cortar o cabelo, e que depois lhe pagarei.
O Luís saiu tímido e obediente, como era prática habitual nessa época, em que a autoridade do professor era inquestionável. E de tal modo o era que quando me cruzava com ele na rua, desejava tornar-me transparente.

O Luís voltou passado algum tempo e notei, com total garantia de veracidade, que no seu cabelo apenas existiam umas tesouradas mal amanhadas. E embora o senhor Penina não fosse um artista no manejo dos apetrechos de aparar cabelos, era capaz de fazer melhor trabalho. Com o mesmo ar envergonhado com que saíra e antes de voltar ao seu lugar, entregou um bocado de papel de embrulho amarrotado, com umas mal alinhavadas palavras, que se senhor Penina não era um artista da tesoura, muito menos era um expert na arte de escrever. O senhor professor leu o que estava escrito, amachucou o papel e deitou-o para o lixo.

Quando se sentava na cadeira de braços onde o barbeiro Penina exercia a sua profissão, o senhor professor, abria as folhas do Diário da Manhã, jornal oficial do Estado Novo, e concentrava-se na leitura, enquanto o Penina lhe aparava o cabelo ou lhe escanhoava a face de pele fina.

Acabado o trabalho o senhor professor perguntou:
-Quanto lhe devo pelo corte de hoje e pelo corte que fez ao Luís? Vi que não conseguiu concluir a tarefa e compreendo, mas tentou fazer o melhor.

-O senhor professor desculpe n√£o ter conseguido fazer o corte, mas como escrevi no papel que lhe mandei, os piolhos eram tantos, que subiam pela tesoura e me cobriam a m√£o. Comecei a ficar t√£o agoniado, que estava quase a vomitar. E olhe que j√° cortei cabelos de todos os tipos, sujos, casposos, gordurosos, mas como aquilo nunca vi. Portanto n√£o me deve nada.

O Lu√≠s continuou a viver com o cabelo por cortar e a conviver com os piolhos com alguma naturalidade. Cresceu e fez-se homem. Depois de conclu√≠da a instru√ß√£o prim√°ria parti para outros lugares e deixei de o ver. Mas algu√©m me disse que, j√° adulto, tinha ingressado numa for√ßa militarizada. Fiquei satisfeito, porque significa que venceu a batalha contra os piolhos, contra a ignor√Ęncia, mas que venceu  sobretudo a batalha contra a pobreza absoluta, que teve de viver na sua inf√Ęncia.

Est√≥rias reais de um quotidiano que o Cota diano ,  deseja desaparecido.

« Última modificação: Mar√ßo 12, 2019, 15:25:54 por Na√ß√£o Valente » Registado
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2692
Convidados: 0



WWW
« Responder #1 em: Mar√ßo 25, 2019, 23:06:06 »

Mais uma narrativa carregada de informação e significado, que me diz muito, porque se reporta a um tempo muito demorado nas minhas vivências de português de um Estado Novo atolado, cujos centros de interesse eram a igreja, a tasca ou taberna, a barbearia, o fontanário e o cemitério. Ninguém saía ileso desses ringues e, o mais deprimente, é que nunca havia vencedores.
Registado

Carlos Ricardo Soares
Maria Gabriela de S√°
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 826
Convidados: 0



« Responder #2 em: Abril 16, 2019, 21:59:14 »

Adorei,  beijinho
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Agosto 16, 2019, 20:21:31 ]

[Agosto 16, 2019, 17:10:24 ]

[Agosto 16, 2019, 17:07:22 ]

[Agosto 13, 2019, 22:52:31 ]

[Agosto 12, 2019, 21:16:29 ]

[Agosto 12, 2019, 10:18:24 ]

[Agosto 09, 2019, 22:58:00 ]

[Agosto 03, 2019, 17:40:24 ]

[Agosto 01, 2019, 22:34:01 ]

[Julho 29, 2019, 23:01:58 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127930
Total de Tópicos: 26208
Online hoje: 193
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 187
Total: 187
Últimas 30 mensagens:
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
Ol√°, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
Ol√° para todos! Desde j√°, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Ol√° para todos! Boas escritas!
Abril 11, 2017, 14:47:44
Boa tarde a todos
Abril 01, 2017, 20:52:08
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Abril 01, 2017, 20:52:05
Boa noite e um bom fim de semana para todos vocês.
Fevereiro 22, 2017, 07:23:30
Bom dia!
Dezembro 24, 2016, 22:23:10
Boas Festas para todos os que por aqui navegam.
Dezembro 24, 2016, 11:32:23
Desejos de Bom Natal, PAZ, Amor e uns trocados. FigasAbraço a todos
Setembro 08, 2016, 19:38:09
J√° est√° publicada a lista final de autores para a colet√Ęnea - 129
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.11 segundos com 29 procedimentos.