EscritArtes
Dezembro 08, 2019, 19:24:14 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Quando os animais falavam  (Lida 1040 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1005
Convidados: 0


outono


« em: Julho 07, 2019, 22:48:41 »

No tempo em que éramos meninos e moços, todos tínhamos uma alcunha. A minha era gato,o Zé ruivo era rato, e o Miguel era passarinho. E se na minha alcunha não batia a bota com a perdigota, na do Miguel assentava-lhe quase como uma luva. Era bem conhecida a sua prática de andar pelas árvores a esvaziar os ninhos dos ovos dos pássaros voadores. A minha relação com o passarinho era mais ou menos amistosa. Já com o rato tinha, ironicamente, uma excelente relação.

No espa√ßo da escola, nos intervalos da manh√£ ou da tarde, jog√°vamos √† bola, ao berlinde ou lan√ß√°vamos o pi√£o. Um certo dia, bem presente na mem√≥ria, resolvi pregar ao Miguel uma partida inocente, de gato ing√©nuo, que fazia parte do ‚Äúcarnet‚ÄĚ: encostei-me ao Miguel e tapei-lhe os olhos com as m√£os, ao mesmo tempo que dizia, ‚Äúadvinha quem √©‚ÄĚ?

O Miguel, mais passar√£o que passarinho, deu corda aos bra√ßos e afinfou-me duas cotoveladas na "boca" do est√īmago que me deixaram sem respirar e que ainda hoje me doem, de tal modo ,que nunca ca√≠ram no esquecimento. Quando recuperei o f√īlego afastei-me de fininho, com a certeza que o gato n√£o voltaria a brincar com o passarinho, at√© porque este (erro da natureza?) era bem mais corpulento.

Depois de tempos, tempos vieram, e continuei a relacionar-me com o Miguel sem antipatias nem rancores,  at√© porque os nossos pais ,em fun√ß√£o da arte do contrabando, eram bastante amigos. Nunca mais, enquanto gato, apanhei nenhuma bicada do passarinho. Crescemos, seguimos os nossos caminhos, e deix√°mos de conviver quotidianamente. Soube que depois de vir da guerra colonial o Miguel ingressou nas for√ßas policiais, e constituiu fam√≠lia.

 Quando esporadicamente nos encontr√°vamos, cumprimentava-me efusivamente e n√£o confiando na minha mem√≥ria de gato dizia ‚Äúsou o Miguel‚ÄĚ . n√£o sabia eu outra coisa, mesmo quando n√£o me vinha √† mente a hom√©rica cotovelada.
O Z√© Ruivo seguiu um percurso muito parecido ao do Miguel, acabando como militar da Guarda Republicana. Era na √©poca o destino dos jovens que queriam sair da vida sem futuro das aldeias e n√£o pretendiam emigrar. Quando foi extinta a Guarda Fiscal, pela aboli√ß√£o das fronteiras, e reduzidas as for√ßas policiais, optaram ambos pela ‚Äúreforma‚ÄĚ e regressaram √†s origens.
O rato, talvez pela sua alcunha, dedicou-se à vida política e chegou a Presidente da Junta. O passarinho vivia com o que recebia da reforma e dedicava-se a alguns biscates. A dada altura o Miguel precisou que o Zé Ruivo lhe assinasse um documento, para poder receber um determinado subsídio. O Zé, senhor Presidente, informou-o que não podia assinar, porque isso representava um ilícito.

Viajava o rato na sua viatura quando foi abordado pelo passarinho. Parou o carro e o Miguel voltou a abord√°-lo sobre a quest√£o do subs√≠dio. O senhor Presidente informou-o mais uma vez da impossibilidade e despediu-se dizendo ‚Äútenho que ir‚Ķ‚ÄĚ mas n√£o acabou a frase, porque o passarinho sacou de uma naifa e enfiou-lha na barriga, enquanto dizia, ‚Äún√£o vais mas √© a lado nenhum.‚ÄĚ

O passarinho foi para a gaiola, o rato conduziu at√© casa, de onde seguiu para o SNS. L√° conseguiu sobreviver √† agress√£o e voltar √† sua vida de Presidente at√© √†s pr√≥ximas elei√ß√Ķes. O desfecho atenuou a pena do Miguel e a vida continuou‚Ķ
O Z√© Ruivo casou um filho com uma sobrinha minha. Quando esta me contou o sucedido, senti-me um pouco culpado, por n√£o ter avisado o rato das tend√™ncias agressivas do Miguel. √Č que n√£o h√° passarinho que n√£o nas√ßa com o bico com que h√°-de picar, e afinal, o rato, o gato e o passarinho, n√£o nasceram para viver no mesmo quotidiano.

Palavra sofrida do cota-diano sobre o tempo em que os animais favam.
« Última modificação: Julho 08, 2019, 11:57:33 por Na√ß√£o Valente » Registado
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2702
Convidados: 0



WWW
« Responder #1 em: Julho 08, 2019, 22:49:03 »

Uma fábula de fazer arrepiar, até um passarinho. Sabemos que a realidade, não raro, ultrapassa a imaginação. Por isso mesmo, se foi imaginada, então, esta fábula é mesmo fabulosa.
Registado

Carlos Ricardo Soares
Maria Gabriela de S√°
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 827
Convidados: 0



« Responder #2 em: Julho 15, 2019, 11:40:09 »

Excelente! Ah como tenho saudades de fazer o gosto aos dedos proseando a  teclas....

Abraço

Os animais da selva nunca estar√£o totalmente domesticados....

Abraço

Gabriela S√°
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1005
Convidados: 0


outono


« Responder #3 em: Julho 23, 2019, 17:36:03 »

Obrigado Carlos,

N√£o sei se √© f√°bula se √© anti-f√°bula, j√° que s√£o os humanos que transmutam em "bicharada". Mas garanto-lhe que me arrepiei a s√©rio quando fui atacado pelo passarinho. Levanta uma quest√£o intrigante: ser√° que a realidade ultrapassa a imagina√ß√£o?  √Äs vezes n√£o sei em qual delas vivo.
Abraço

Obrigado Gabriela,

Espero que não estrague os dedos na mudança. As teclas sentiriam a sua falta. Tantas coisas para prosear.

Beijinho
Registado
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2702
Convidados: 0



WWW
« Responder #4 em: Julho 24, 2019, 16:16:13 »

√Č um privilegiado em questionar-se sobre isso. Suponho que n√£o seja uma "maldi√ß√£o" viver sem se questionar se a realidade √© a nossa imagina√ß√£o ou, diferentemente, se √© a imagina√ß√£o a nossa realidade, porque vai dar no mesmo, √© a imagina√ß√£o/realidade que temos. Parece-me muito criativo isso dos humanos se transmutarem em bicharada. A tend√™ncia parece ser essa. H√° uns s√©culos, era um divertimento p√īr os animais a falar, mas actualmente a coisa √© mais curiosa, j√° ningu√©m acha piada aos animais a falar. √Č do dia a dia, os animais falam e falam e falam. A novidade j√° n√£o √© tanto antropomorfosear os bichos e os deuses e os dem√≥nios, nem endeusar os humanos e os bezerros de ouro...√Č mais "bichomorfosear". Afinal, temos mais a aprender com os bichos do que eles connosco.

E aproveito para perguntar como poderei comprar diretamente do autor o seu livro "Os bons velhacos".

Abraço
« Última modificação: Julho 24, 2019, 17:00:33 por carlossoares » Registado
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1005
Convidados: 0


outono


« Responder #5 em: Julho 25, 2019, 15:40:17 »

Carlos,

Sintetizando, e ao ler o seu comentário, lembrei-me da "Peregrinação" e da frase "Já vou de maneira que tudo me parece um sonho".

Sobre "Os bons velhacos" respondi pelo email interno do site. Vejas as "minhas mensagens." Se n√£o recebeu informe-me.
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Dezembro 07, 2019, 22:03:53 ]

[Dezembro 06, 2019, 23:34:17 ]

[Dezembro 06, 2019, 13:19:49 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:56:58 ]

[Dezembro 05, 2019, 20:52:18 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:40:27 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:39:51 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:38:48 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:37:57 ]

[Dezembro 05, 2019, 19:36:15 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128044
Total de Tópicos: 26259
Online hoje: 221
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 191
Total: 191
Últimas 30 mensagens:
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.168 segundos com 29 procedimentos.