EscritArtes
Setembro 30, 2020, 14:29:37 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: o remorso de baltazar serapi√£o  (Lida 3824 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« em: Setembro 14, 2008, 20:05:35 »

Citar
ficou-lhe o pé para dentro, ao invés do da minha mãe que lhe tinha ficado para fora, ficou-lhe para dentro e até um pouco para trás, e doía-lhe muito, e o meu pai viu-a e disse, eis o teu corno meu filho, se não o tivesses feito o povo esqueceria, assim vais ter os cornos à mostra a vida toda.

    - valter hugo m√£e, o remorso de baltazar serapi√£o



n√£o querendo eu ser diferente de todos os outros cr√≠ticos, ou igual j√° que a compara√ß√£o √© por mim introduzida, tamb√©m eu, ao comentar a obra de valter hugo m√£e, imito o autor na sua revolta contra as letras mai√ļsculas. segundo o pr√≥prio, serve para acelerar a leitura e a verdade √© que, n√£o sei se √† conta das min√ļsculas se da prosa escorreita, a leitura de o remorso de baltazar serapi√£o foi para mim uma prova de velocidade, um livro do qual n√£o consegui desviar os olhos.

valter hugo mãe quis dar-lhe uma escrita datada, para melhor introduzir o leitor nos jeitos rurais do portugal da idade média e conseguiu-o. os diálogos parecem extraídos de textos com quase tantos anos como os da fundação do país e a escrita, apesar de se estranhar ao princípio, corre bem dentro de nós logo a seguir até a uma altura em que, quando damos por ela, estamos a pensar na mesma linguagem com que o remorso de baltazar serapião foi escrito.

o livro conta na primeira pessoa a vida de baltazar, empregado de d. afonso e filho de pai com mesmo nome que o seu senhor. o seu irm√£o, aldegundes, torna-se pintor ap√≥s a morte da m√£e e a sua irm√£, brunilde, desde cedo que trabalha na casa senhorial com part-times em servi√ßo privado ao seu senhor. baltazar apaixona-se por ermesinda, com quem casa por vontade parental. seu amigo de sempre, teodolindo n√£o consegue mulher que n√£o seja para se aliviar, sempre a teresa diaba, usada como alguidar de flu√≠dos masculinos por toda a aldeia. os serapi√£o t√™m, no entanto, uma peculiaridade, uma vaca n√£o de uso mas de estima√ß√£o, a sarga, que parece viver muito para al√©m da sua idade devida s√≥ de carinho pela fam√≠lia. carinho rec√≠proco que lhes valeu o seu pr√≥prio nome de fam√≠lia ser substitu√≠do pelo da vaca, ficando todos os daquela laia conhecidos como "os sarga", para o bem e para o mal. corre mesmo a lenda entre as pessoas da aldeia que os filhos de afonso n√£o s√£o filhos da pr√≥pria m√£e mas da liga√ß√£o il√≠cita entre homem e vaca. √† parte isso, os sarga, ou serapi√£o, levam uma vida simples como os outros daquele tempo. isto at√© ao casamento de baltazar e ermesinda. pois que o senhor feudal daquelas terras, d. afonso, mandou que ermesinda, menina mais bela de toda a povoa√ß√£o, o passasse a visitar todos os dias, bem cedo pela manh√£, ainda antes de d. catarina sua mulher acordar. o que, est√° claro, n√£o caiu no goto de baltazar que logo come√ßou a desconfiar da infidelidade da mulher com o patr√£o mesmo com todas as nega√ß√Ķes que a bela ermesinda proferia. aqui come√ßa a desgra√ßa de baltazar e dos sarga, perd√£o, dos serapi√£o.

este livro √© um murro no est√īmago, e perdoem-me a express√£o t√£o batida em jornais e revistas por esse mundo fora, de todos aqueles cantores do infort√ļnio que pregam que a palavra escrita est√° t√£o morta quanto os seus maiores mestres. antes pelo contr√°rio, viva que est√°, tal como alguns dos que melhor a dominam, esquecendo mesmo saramago e lobo antunes, temos em jovens autores como valter hugo m√£e a prova de que a escrita rejuvenesce a cada ano que passa. nesta obra, valter hugo m√£e brinca com as letras e enterra-nos num passado portugu√™s que por vezes fazemos inten√ß√£o de esquecer e que, ao pensarmos nisso, n√£o √© t√£o passado assim. falo, √© claro, do tema central e despercebido da obra, que mais que esmi√ļfrado foi por cr√≠ticas de todos os jornais do pa√≠s, falo da viol√™ncia dom√©stica presente ao longo de todo o texto como um murro bem dado, e perdoem-me a repeti√ß√£o da fraca express√£o, nos costumes que parecem enraizados no mundo portugu√™s, j√° desde aqueles tempos long√≠nquos em que um homem podia ser dono de outros iguais a ele s√≥ por morarem em terras que lhe foram oferecidas por real bondade.

De salientar ainda a brilhante escolha dos nomes dos personagens. talvez se afastem um pouco da realidade, mesmo daquele tempo, à excepção de nomes mais comuns como afonso ou baltazar, mas é inegável o sorriso que ler o nome dagoberto ou aldegundes causa no primeiro impacto ao leitor.

o livro parece calejado de sexo por toda a parte. de que outra maneira poderia ser se esse parece ser, mais do que o dinheiro, a raiz de todos os males humanos e, ao mesmo tempo, de todos os prazeres? fala-se tanto de sexo que dois cap√≠tulos lidos e j√° nem nos apercebemos disso. valter hugo m√£e tem o cond√£o de p√īr o leitor √† vontade no que toca a falar de assuntos que para muitos s√£o ainda mantidos entre portas. fala-se em cobri√ß√Ķes, em desejo, em viola√ß√£o consentida com tamanho √† vontade, como coisa t√£o natural para os homens daquela √©poca, que nos fica a d√ļvida se a evolu√ß√£o do portugu√™s trouxe de bom alguma coisa ao fruto proibido. parece afirmado que evolu√≠mos para esconder o prazer do sexo que se pensa aliado da viol√™ncia, quando n√£o devia ser assim. talvez seja essa a mensagem que o autor quis transmitir, mais que denunciar a viol√™ncia cont√≠nua desde os tempos feudais. talvez valter hugo m√£e aproveite para dizer que escondemos o sexo porque o associamos a um acto de viol√™ncia ancestral contra o g√©nero feminino.

a verdade √© que naquele tempo, tanto o sexo como a viol√™ncia dom√©stica, n√£o eram motivo de vergonha. antes pelo contr√°rio, vergonha era a do homem que n√£o tivesse m√£o na sua esposa. tanto era o medo que o protagonista tinha de ser cornudo que marcava a esposa para que todos soubessem que pelo menos manso n√£o era. valter hugo m√£e retrata de modo magistral, na pessoa de baltazar, a ang√ļstia de um homem simples e rude que, de tanto amar a mulher, como ele pr√≥prio diz, a parte de pancada. a dor de baltazar, compreens√≠vel se fosse atenuada por atitudes diferentes √© deliciosamente explorada por este talentoso escritor.

muito mais fica ainda por dizer deste livro e desta prosa, t√£o diferente de tudo o que temos visto nos √ļltimos tempos. Por isso valter hugo m√£e √© um autor a n√£o perder de vista, ainda para mais que acaba de lan√ßar um novo livro "o apocalipse dos trabalhadores". se vos pareceu estranha a linguagem ao longo desta an√°lise, n√£o estareis errados - o efeito da prosa diferente de o remorso de baltazar serapi√£o parece ter uma longa dura√ß√£o, os meus leitores que me perdoem, e o autor se lhe chegar aos olhos esta cr√≠tica, por t√£o m√° tentativa de imita√ß√£o de estilo, mas juro que √© involunt√°rio. ainda lhe vou tomar o gosto √© a escrever em min√ļsculas, pode n√£o melhorar a leitura, mas a escrita √© muito mais f√°cil para um pregui√ßoso como eu.

escrito originalmente aqui.
« Última modificação: Novembro 08, 2008, 00:16:28 por Tim_booth » Registado

damasco
Membro da Casa
****
Offline Offline

Mensagens: 438
Convidados: 0


Frase é uma palavra. Palavra não é uma frase.


« Responder #1 em: Setembro 14, 2008, 20:19:18 »

... E ainda outra análise muito boa. Eu também aprecio bastante este autor.
Registado
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #2 em: Setembro 14, 2008, 20:22:04 »

O mercado está pejado de bons autores novos. O próximo que quero experimentar é o José Mário Silva. A Dite já me disse coisas boas dele e no blog deixa bons indícios...
Registado
Laura
Visitante
« Responder #3 em: Setembro 14, 2008, 22:11:02 »

Como eu te compreendo, Tim... Quando um livro me apaixona, durante uns tempos também fico a escrever como o autor... lembro-me que após a leitura do Silmarillion, até escrevi poemas em élfico... hoje em dia já não compreendo o que escrevi.
Registado
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #4 em: Setembro 14, 2008, 22:47:50 »

Tens de o voltar a ler então... Mas por acaso isto acontece-me muito, mesmo involuntariamente. Se leio Saramago, esqueço que existe pontuação para além do ponto final e da vírgula, quando é Lobo Antunes sinto sempre uma revolta silenciosa nas palavras e uma certa desconexão aparente entre palavras; quando é Cardoso Pires são palavras como Marialva e coisas assim que não paro de usar... devo ser extremamente influenciável... Agora comecei a ler outro de Saramago, preparem-se para parágrafos intermináveis...

Cheers
Registado
RosaMaria
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 606
Convidados: 0



WWW
« Responder #5 em: Setembro 15, 2008, 20:39:16 »

Leio depois.... (acrescente o que quiser ent√£o)
a
jinhos
Rosamaria
Registado
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #6 em: Setembro 15, 2008, 20:43:33 »

Em primeiro lugar, obrigado Rosa por me desbloquear aqui o espaço.

Queria-vos só dizer que, tal como tinha feito com José Luís Peixoto, convidei Valter Hugo Mãe para passar por lá e ler a análise: desta vez o autor acedeu ao meu pedido e aparentemente gostou, já que deixou no seu blog um link e um post de agradecimento.

Aqui fica o endereço do autor:

http://casadeosso.blogspot.com/
Registado
Laura
Visitante
« Responder #7 em: Setembro 15, 2008, 20:46:49 »

Afinal, n√£o vieste de m√£os a abanar, Tim... Parab√©ns! √Č bom, ver o teu talento reconhecido por outros!
abraço,
Laura

PS: Est√°s a ficar famoso!
Registado
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #8 em: Setembro 15, 2008, 20:48:34 »

Famosíssimo, ui ui Smiley

Obrigado Laura,

Cheers
Registado
Mel de Carvalho
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1660
Convidados: 0


"abra√ßa o conte√ļdo e n√£o a forma" Saint-Exupery


WWW
« Responder #9 em: Setembro 15, 2008, 20:49:12 »

Tim, li este seu trabalho no seu blog. Belíssimo que está o blog e excelente o seu trabalho.

Abraço da Mel
Registado

Mel de Carvalho
www.noitedemel.blogs.sapo.pt
www.noitedemel.blogspot.com (apenas prosa)

Mais sobre mim: http://www.escritartes.com/forum/index.php?page=20
____
MT.ATEN√á√ÉO: C√ďPIAS TOTAIS OU PARCIAIS EM BLOGS OU AFINS S√ď C/AUTORIZA√á√ÉO EXPRESSA
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #10 em: Setembro 15, 2008, 20:50:42 »

Muito obrigado Mel, agora o Blog vai andar um bocado parado, a obra que estou a ler é looonga... mas vai valer a pena.

Cheers
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Setembro 26, 2020, 16:40:03 ]

[Setembro 26, 2020, 16:37:53 ]

[Setembro 25, 2020, 20:39:56 ]

[Setembro 25, 2020, 18:16:05 ]

[Setembro 25, 2020, 18:11:45 ]

[Setembro 25, 2020, 16:21:54 ]

[Setembro 23, 2020, 19:19:52 ]

[Setembro 23, 2020, 19:17:49 ]

[Setembro 18, 2020, 14:05:13 ]

[Setembro 18, 2020, 12:08:48 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128681
Total de Tópicos: 26420
Online hoje: 265
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 270
Total: 271
Últimas 30 mensagens:
Abril 04, 2020, 09:57:10
Bom dia para todos!
Março 20, 2020, 15:06:31
Ol√° para todos!
Março 19, 2020, 22:59:05
Olá para todos! Espero que estejam bem, na medida do possível!
Fevereiro 18, 2020, 18:50:53
Ol√° Margarida. Seja bem aparecida.
Fevereiro 18, 2020, 18:41:32
Boas!
Fevereiro 10, 2020, 19:37:51
Boa noite!
Janeiro 29, 2020, 20:06:36
Oi pessoal. FigasAbraço
Janeiro 27, 2020, 20:16:38
Boa noite a todos
Janeiro 15, 2020, 17:52:14
Boa tarde a todos
Janeiro 10, 2020, 14:03:15
Boa tarde a todos
Janeiro 06, 2020, 14:46:26
Boa tarde a todos
Janeiro 01, 2020, 20:02:37
Bom ano feliz para todos.
Janeiro 01, 2020, 10:32:02
Bom Ano!
Dezembro 18, 2019, 16:48:08
Boa tarde!
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.381 segundos com 28 procedimentos.