EscritArtes
Novembro 19, 2019, 08:01:03 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: No norte de It√°lia  (Lida 1439 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« em: Outubro 06, 2007, 09:20:46 »

Quando escrevo sobre acontecimentos passados recorro, fundamentalmente, ao que est√° retido na minha mem√≥ria. Mas, procurando na maleta das recorda√ß√Ķes, na colec√ß√£o das velhas fotografias, nos mapas geogr√°ficos, aparece sempre algum documento que ajuda a localizar os locais, a revisitar ruas e monumentos, a definir datas. E s√£o preciosos auxiliares e revigorantes cerebrais.
Para o texto que se segue, bem procurei alguma ajuda, mas nada apareceu. Portanto, o que vos vou contar é baseado somente na memória. Espero que essa minha função intelectual ainda esteja a trabalhar bem!



Na P√°scoa de 1977 logrei obter o meu primeiro emprego na ind√ļstria privada.
Foi na zona de Vizela, numa fábrica de revestimentos têxteis, isto é, telas ou malhas revestidas a plástico flexível, nomeadamente PVC e poliuretanos, originando couro artificial para vender em rolos e destinado a confeccionar napas para estofos e vestuário, marroquinaria e calçado, principalmente.
Exercia as fun√ß√Ķes de chefe do laborat√≥rio e uma das principais tarefas que me foram cometidas consistia no desenvolvimento de novos produtos. Trabalho muito interessante e que, quando bem sucedido, era bastante compensador (espiritualmente, j√° que materialmente tudo ficava na mesma).
Saí em 1979, também pela Páscoa, tendo cometido um dos maiores erros da minha vida. Ou talvez não. Mas isso agora pouco interessa.
No final da primavera de 1978, em Maio ou Junho, fui com um colega e meu chefe, o director de produ√ß√£o Eng. Alberto, visitar durante dez dias (ida num domingo, regresso numa ter√ßa-feira) uma empresa cong√©nere italiana com a qual t√≠nhamos um acordo para apoio t√©cnico. Como os frutos da√≠ resultantes eram muito poucos, essa perman√™ncia de seis dias √ļteis na Flexa, talvez desse bom resultado.
Naturalmente que não vou aqui falar do que aconteceu durante as oito horas diárias dentro da fábrica, mas sim daquilo que fica mais bem guardado na memória, isto é, o que acontece durante o período de lazer.
Ficamos alojados num hotel de Gallarate, uma pequena mas moderna e activa cidade industrial da zona mais rica de It√°lia, a Lombardia. Fica situada a norte de Mil√£o e a sul de Varese.
Como a nossa empresa estava com dificuldades financeiras (que anos mais tarde viria a ultrapassar), p√īs-nos a dormir no mesmo quarto que, por infeliz acaso, s√≥ tinha uma cama. A situa√ß√£o n√£o era muito simp√°tica, mas como o Am√©rico tinha sido meu colega de curso e estivera comigo em Luanda, na Marinha, encaramos o desconforto com umas piadas ajustadas ao facto, nomeadamente ao de dormirmos na mesma cama.
Como aquilo era uma visita de trabalho e bem cedo estava à porta do hotel uma carrinha para nos levar para a fábrica da Flexa, o mesmo acontecendo no regresso, só tínhamos livres uma meia hora antes do jantar e depois um pouco da noite porque, o mais tardar às onze, íamos para o quarto.
Para além de jantarmos quasi sempre umas pizzas ou sparghetti (foi aí que aprendi a comer esses tubos longos, fininhos e fugidios com colher e garfo), depois dávamos uma volta a pé pela zona circundante do hotel, onde havia dois jardins, até recolhermos a penates após uma passagem pelo bar para beber um scotch potenciador do sono.
Numa dessas noites, ap√≥s o jantar, passamos por duas mo√ßas italianas, talvez ainda teenagers, que deram umas risadinhas como quem quer dizer: ‚ÄúVenham da√≠!‚ÄĚ. E n√≥s fomos! O entendimento n√£o foi f√°cil pois elas n√£o pareciam ser muito instru√≠das, mas l√° se foi mantendo uma conversinha mais ou menos sem p√©s nem cabe√ßa. Quando elas disseram que iam para casa, n√≥s continuamos a acompanh√°-las com toda a calma. Se desse alguma coisa, muito bem. Se n√£o desse, paci√™ncia.
Estava j√° completamente escuro quando as raparigas atravessaram um grande port√£o de ferro que dava acesso a um vasto √°trio interior rodeado por habita√ß√Ķes e lojas. Meteram-se num talho que ainda estava de portas abertas, apesar da hora. N√≥s tamb√©m entramos para esse √°trio apesar de muito mal iluminado. Resolvemos aguardar mais alguns minutos para ver se estava mesmo tudo perdido.
Eis que à porta da loja surge um corpulento vulto que o contra luz tornava negro, a vociferar coisas que não percebemos e com o braço direito levantado e brandindo um facalhão.
Parecia uma cena de um filme de terror!
Perante aquela imagem...ah, pernas para que vos quero?
Mesmo com pouca luminosidade, l√° nos orientamos chegando em tempo record ao hotel.
Nessa noite os whiskies foram duplos e sempre com um olho na porta de entrada.
Ainda agora pergunto a mim mesmo o que teria originado uma reacção tão agressiva por parte do italiano (o gajo devia ter vindo da Sicília!). Seria puro gozo? Talvez!

Quando chegou o fim-de-semana, resolvemos ir no sábado a Milão, de comboio. A estadia não deu para conhecer minimamente a cidade que me pareceu bastante moderna do ponto de vista arquitectónico.
Mas não pudemos deixar de ir ao Duomo conhecer um dos mais maravilhosos monumentos que jamais vi: a catedral. A Catedral de Milão. Construída numa rocha muito clara, penso que calcário, e com uma incontável quantidade de rendilhados no melhor estilo gótico. Demorou quinhentos anos a construir.
Mesmo ao lado, duas ruas cruzando-se em forma de cruz. Com constru√ß√Ķes antigas e de grande cunho art√≠stico. E a particularidade de terem uma cobertura de vidro. Constitu√≠am a Galleria Vittorio Emanuel onde pontificavam lojas com nomes famosos e produtos car√≠ssimos.
Bem perto estava o famoso Teatro Scala, talvez a mais famosa opera house do mundo.
No domingo, partimos outra vez de Gallarate, dentro de um comboio que nos levou at√© ao bordo sul do Lago Maggiore (Maior, em portugu√™s), na zona pr√©-alpina e j√° muito perto da Sui√ßa. Magn√≠ficas paisagens que n√£o fotografei porque n√£o havia levado a m√°quina. Penso que Am√©rico o fez. Um dia hei-de-lhe perguntar. √Č uma zona tur√≠stica, que penso muito cara, sem edif√≠cios modernos, tudo em estilos antigos mas muito bonitos. N√£o falo mais sobre o assunto porque de linhas arquitect√≥nicas percebo tanto como de linhas de coser. Isto √©, nada!

Foi essa a √ļnica vez que fui a It√°lia.
Espero um dia ir a Veneza.
Ir a Veneza e morrer…diz-se.
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18339
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Outubro 06, 2007, 15:44:47 »

Sem fac√Ķes √† tua espera!
Um óptimo relato!
Um abraço
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o n√ļmero: 358/2009 e 4659/2010
Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« Responder #2 em: Outubro 06, 2007, 17:05:53 »

Acho que vou fazer relatos de futebol para ter um complemento de reforma...eh eh

Beijos
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18339
Convidados: 994



WWW
« Responder #3 em: Outubro 06, 2007, 19:54:36 »

Para esses não contes comigo! Só relatos de viagens!
Bjs
Registado
Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« Responder #4 em: Outubro 06, 2007, 23:20:14 »

Pronto!
Pronto!
J√° vi que n√£o gostas de futebol...
...e se for ping-pong?
Beijo
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18339
Convidados: 994



WWW
« Responder #5 em: Outubro 07, 2007, 10:00:55 »

Pior ainda... pelos menos no futebol a gente aprecia a genica de quem joga... no ping pong é mesmo pinga...ponga!!!!
Registado
Antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 723
Convidados: 0



WWW
« Responder #6 em: Outubro 07, 2007, 12:09:13 »

Ahh...pois claro!
Genica é contigo!
ah ah ah

Beijo
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Parcerias
Buffering...Buffering...

O seu destaque aqui...
Recentemente
[Novembro 11, 2019, 11:36:25 ]

[Novembro 11, 2019, 11:34:42 ]

[Novembro 11, 2019, 11:34:19 ]

[Novembro 11, 2019, 11:33:39 ]

[Novembro 07, 2019, 20:15:24 ]

[Novembro 07, 2019, 20:13:24 ]

[Novembro 07, 2019, 16:47:55 ]

[Novembro 01, 2019, 19:06:32 ]

[Novembro 01, 2019, 14:05:06 ]

[Outubro 31, 2019, 22:15:42 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 127990
Total de Tópicos: 26247
Online hoje: 183
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 1
Convidados: 184
Total: 185
Últimas 30 mensagens:
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, n√£o h√° coment√°rios.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dion√≠sio. Obrigado pelo teu coment√°rio. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos coment√°rios. Evito-os, para n√£o  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem l√™ l√™, quem n√£o l√™ n√£o l√™. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que est√£o e os que vir√£o.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam p√īr arte na pena. Figasabra√ßo
Maio 18, 2019, 19:22:13
Ol√°! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Março 30, 2019, 10:37:35
Boas leituras e boas escritas para todos!
Janeiro 27, 2019, 19:36:43
Boa noite feliz para todos.
Janeiro 11, 2019, 09:21:27
Ol√° para todos!
Dezembro 24, 2018, 21:55:27
Boas Festas.
Novembro 03, 2018, 14:19:38
Claro que sim, Mateus. Vamos lá puxar pelos neurónios?
Novembro 01, 2018, 18:36:27
Ol√° para todos!
Novembro 01, 2018, 15:51:21
A ideia com que fiquei em conversas, era a de que se pretendia fazer, uma sequela do "esfaqueador". Agora estou baralhado.
Outubro 31, 2018, 18:31:48
Temos um tópico em aberto "sem título". Podem entrar. A ideia é fazer algo ao jeito do Esfaqueador da Régua. Estão convidados!
Setembro 12, 2018, 14:34:00
Esfaqueador da Régua, aqui nascido, terá o seu lançamento na Feira do livro do Porto, dia 21 de Setembro.
Julho 04, 2018, 13:54:05
Bom dia.
Março 01, 2018, 20:26:58
Boa noite!
Dezembro 30, 2017, 21:19:00
Ol√°, amigos do Escritartes!
Dezembro 27, 2017, 09:04:13
Boas Festas!
Dezembro 21, 2017, 10:51:56
Ol√° para todos! Desde j√°, um feliz natal e um 2018 de novas escritas!
Novembro 11, 2017, 17:23:12
Boa tarde a todos! Votos de muita inspiração na nobre arte da escrita.
Outubro 25, 2017, 10:20:24
Meu bom dia a todos!
Julho 18, 2017, 20:17:24
Ol√° para todos! Boas escritas!
Logos
Buffering...

Firefox 2 xspf player AJAX powered Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 Powered by HoneyPot project Hacker Trap
CSS Valid CSS 2.0 Valid RSS 1.0 Valid RSS 2.0 Valid XHTML Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.752 segundos com 29 procedimentos.