EscritArtes
Outubro 21, 2021, 09:01:09 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Mínimos Instantes  (Lida 2326 vezes)
0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« em: Novembro 07, 2008, 00:13:53 »

Citar
Sou eu que vos escrevo, Ninguém.

- Paulo Afonso Ramos, "Carta de Ninguém" in Mínimos Instantes



Mínimos Instantes é o primeiro título em prosa que Paulo Afonso Ramos edita. Na verdade, o poeta não se conseguiu descolar da designação de poeta, e nem quer, por isso mesmo apelida este tipo de textos de "prosa poética". Escusado é dizer, porque certamente já depreenderam pelo tom da minha escrita, que é uma designação que acho incorrecta, pelo simples facto de um texto, desde que de literatura se esteja a falar, ser sempre poético. Se por poético entendermos o que quer que seja que force o leitor a dobrar-se não só sobre o conteúdo das palavras mas também sobre as próprias palavras. Por isso, e permitam-me a leviandade, arquivarei este livro sobre a designação de crónicas, porque a designação de prosa poética é redundante.

Encontramos em Mínimos Instantes trinta e nove pequenos textos, mínimos se quisermos pedir emprestado o termo ao título, em que o autor discorre sobre, essencialmente, emoções. Talvez por isso se queira associar a palavra poesia a este livro, porque o seu conteúdo se aproxima mais, sem dúvida, daquilo que normalmente se escreve em verso e serão os seus apreciadores os que mais benificiarão da leitura deste livro.

Talvez o maior erro seja a organização das crónicas. Ao ler mais do que uma de seguida, fica-se com a ideia de que se está sempre a ler a mesma coisa porque os temas que o autor aborda são muito próximos todos eles - amor, perda, saudade, dor, amizade - e não poucas vezes são abordados por vários textos. O erro não será tanto de Paulo Afonso Ramos mas da disposição das crónicas, talvez com outra composição esta sensação desaparecesse.

O grande erro do autor, talvez único, foi em não confiar na força das palavras e preferir reforça-las com o uso e abuso de sinais de pontuação. As reticências e pontos de exclamação abundam neste livro e carregam um peso pesado de mais para meras pausas e entoações. Considero isto um erro essencialmente por duas razões: a primeira, mais óbvia, é que desvia a atenção do leitor da palavra para a maneira como deve ser lida, exemplifico, se escrever "Olá!" em vez de "Olá." o primeiro leitor tentará descobrir mais do que a simples saudação que lá está escrita, questionando-se na razão do ponto de exclamação em vez da palavra quando o que se quer não é mais do que saudar simplesmente; a outra é precisamente cair no erro de forçar o leitor a dar mais significado ao que está escrito por forçar uma reacção ao sinal de pontuação, ou seja, na cabeça de quem lê passa qualquer coisa do género "isto deve ser mais do que aquilo que estou a perceber, tem um ponto de exclamação", o que cria no leitor uma certa frustração e um sentimento de inferioridade que normalmente não deveria existir na relação leitor-livro. Ora estou certo que nada disto foi intenção de Paulo Afonso Ramos e apenas por isso mesmo digo que foi um erro, porque certamente o autor não se lembrou destas consequências nefastas que o abuso da pontuação pode acarretar.

Encontramos algumas histórias muito bem conseguidas, como "Carta de Ninguém e "A Menina do Bosque", mas no geral fica a ideia de que se escreve muito sobre a mesma coisa o que acaba por prejudicar a leitura. Infelizmente algumas cenas também estão recheadas de lugares comuns, como o piquenique na praia e a prostituta no hotel, o que empobrece o livro que de outra forma seria bem conseguido dentro do género.

Os maiores pontos positivos são a constante alegria e esperança que o autor faz passar tão bem através das palavras, este livro é tão positivo que quase chega a enjoar. E não conseguimos deixar de nos sentir bem depois de lermos cada bocadinho que, aliás, como diz o poeta Xavier Zarco no prefácio, o torna ideal para uma leitura que se quer prazerosa e não demorada nos dias de hoje. Este é um livro ideal para se levar na mala e deleitar nos pequenos tempos mortos que surgem, nos mínimos instantes que se pode dedicar à leitura. E Paulo Afonso Ramos tem ainda muito para dar para além de simples mínimos instantes. Ficamos à espera.

Escrito originalmente aqui.
« Última modificação: Novembro 08, 2008, 00:14:44 por Tim_booth » Registado

Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18540
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Novembro 09, 2008, 13:50:43 »

Por mínimos instantes se fará um caminho para grandes instantes. O livro cumpre a intenção de nos deleitar nos pequenos tempos mortos. Tenho-o lido assim. E apreciado.
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #2 em: Novembro 10, 2008, 14:09:42 »

Sem dúvida Goreti.

Cheers
Registado
Laura
Visitante
« Responder #3 em: Novembro 12, 2008, 23:59:38 »

Gosto de coisas que li do Paulo Afonso aqui no EscritArtes. Vou ler o livro. Quem sabe não teremos uma nova batalha? Enjoar?  Huh? Tim…

Registado
Tim_booth
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 698
Convidados: 1


Queria escrever à velocidade com que penso.


WWW
« Responder #4 em: Novembro 14, 2008, 11:39:53 »

Só se for uma batalha à volta daqueles pontos que escrevi, porque no geral a minha apreciação foi positiva, apesar de, como disse, este não ser o tipo de coisa onde me sinto mais à vontade.

E enjoar sim, no mesmo sentido que alguém diz: "Aquele tipo é tão bonzinho que até enjoa" :p
Registado
Laura
Visitante
« Responder #5 em: Novembro 14, 2008, 23:55:34 »

Veremos...
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Outubro 20, 2021, 21:16:47 ]

[Outubro 16, 2021, 23:41:23 ]

[Outubro 14, 2021, 00:46:55 ]

[Outubro 14, 2021, 00:37:25 ]

[Outubro 14, 2021, 00:34:00 ]

[Outubro 03, 2021, 18:53:14 ]

[Setembro 22, 2021, 22:09:09 ]

[Setembro 22, 2021, 21:29:21 ]

[Setembro 22, 2021, 21:28:41 ]

[Setembro 20, 2021, 21:04:31 ]
Membros
Total de Membros: 792
Ultimo: Leonardrox
Estatísticas
Total de Mensagens: 129500
Total de Tópicos: 26508
Online hoje: 308
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 267
Total: 267
Últimas 30 mensagens:
Outubro 14, 2021, 00:43:39
Obrigado, Administração, por avisar!
Setembro 14, 2021, 10:50:24
Bom dia. O site vai migrar para outra plataforma no dia 23 deste mês de setembro. Aconselha-se as pessoas a fazerem cópias de algum material que não tenham guardado em meios pessoais. Não está previsto perder-se nada, mas poderá acontecer. Obrigada.

Maio 10, 2021, 20:44:46
Boa noite feliz para todos
Maio 07, 2021, 15:30:47
Olá! Boas leituras e boas escritas!
Abril 12, 2021, 19:05:45
Boa noite a todos.
Abril 04, 2021, 17:43:19
Bom domingo para todos.
Março 29, 2021, 18:06:30
Boa semana para todos.
Março 27, 2021, 16:58:55
Boa tarde a todos.
Março 25, 2021, 20:24:17
Boia noite para todos.
Março 22, 2021, 20:50:10
Boa noite feliz para todos.
Março 17, 2021, 15:04:15
Boa tarde a todos.
Março 16, 2021, 12:35:25
Olá para todos!
Março 13, 2021, 17:52:36
Olá para todos!
Março 10, 2021, 20:33:13
Boa feliz noite para todos.
Março 05, 2021, 20:17:07
Bom fim de semana para todos
Março 04, 2021, 20:58:41
Boa quinta para todos.
Março 03, 2021, 19:28:19
Boa noite para todos.
Março 02, 2021, 20:10:50
Boa noite feliz para todos.
Fevereiro 28, 2021, 17:12:44
Bom domingo para todos.
Fevereiro 26, 2021, 21:31:48
Bom fim de semana para tod@s.
Fevereiro 25, 2021, 20:52:03
Boa noite a todos.
Fevereiro 24, 2021, 20:43:45
Boa noite a todos.
Fevereiro 22, 2021, 16:46:56
Uma boa semana para todos.
Fevereiro 22, 2021, 16:43:41
Sejam muito bem vind@s
Fevereiro 22, 2021, 16:41:57
Boa tarde a todos.
Fevereiro 18, 2021, 20:52:07
Boa noite a todos.
Fevereiro 17, 2021, 19:09:25
Boa quarta para todos.
Fevereiro 16, 2021, 19:10:20
Boa noite a todos os presentes.
Fevereiro 15, 2021, 14:54:45
Boa semana para todos.
Fevereiro 14, 2021, 15:29:30
Bom domingo para todos.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.131 segundos com 28 procedimentos.