EscritArtes
Maio 30, 2023, 20:57:26 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: QUE SE APRENDE NAS UNIVERSIDADES?  (Lida 5015 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
josé antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5837
Convidados: 0


escrever é um acto de partilha


« em: Agosto 31, 2010, 10:48:10 »



Em nome da prosperidade, países de todo o mundo abdicam de cultivar nos jovens as competências indispensáveis à sobrevivência das democracias, alerta a filósofa norte americana, Martha Nussbaum, de 63 anos e um dos grandes nomes da filosofia contemporânea.

Atravessamos actualmente uma crise de grande amplitude e de grande envergadura internacional. Não falo da crise económica mundial iniciada em 2008: falo da que, apesar de passar despercebida, se arrisca a ser muito mais prejudicial para o futuro da democracia: a crise planetária da educação.
Estão a produzir-se profundas alterações naquilo que as sociedades democráticas ensinam aos jovens e ainda não lhe aferimos o alcance. Ávidos de sucesso económico, os países e os seus sistemas educativos renunciam imprudentemente a competências que são indispensáveis á sobrevivência das democracias. Se esta tendência persistir, em breve vão produzir-se pelo mundo inteiro gerações de máquinas úteis, dóceis e tecnicamente qualificadas em vez de cidadãos realizados, capazes de pensar por si próprios, de pôr em causa a tradição e de compreender o sentido do sofrimento e das realizações dos outros.
De que alterações estamos a falar? As Humanidades e as Artes perdem terreno sem cessar, tanto no ensino primário e secundário como na universidade, em quase todos os países do mundo. Consideradas pelos políticos acessórios inúteis, numa época em que os países têm de desfazer-se do supérfluo para continuarem a ser competitivos no mercado mundial, estas disciplinas desaparecem em grande velocidade dos programas lectivos, mas também do espírito e do coração das crianças e dos pais.
 A CAPACIDADE DE IMAGINAR AS VIVÊNCIAS E AS NECESSIDADES DO OUTRO DEVE SER AMPLAMENTE DESENVOLVIDA E ESTIMULADA NO ENSINO – se o saber não é uma garantia de boa conduta, a ignorância é quase infalivelmente uma garantia de maus procedimentos. A cidadania mundial implica realmente o conhecimento das humanidades? Para se ser um cidadão responsável, necessita de ser capaz de avaliar os dados históricos, de manipular os princípios económicos e exercer o seu espírito crítico, de comparar diferentes concepções de justiça social…
“Uma vida que não se questiona não vale a pena ser vivida” , afirmava Sócrates. Pagou com a vida a sua fixação neste ideal de questionamento crítico.
AS ARTES TÊM UM DUPLO PAPEL: ENRIQUECER A CAPACIDADE DE JOGO E DE EMPATIA E DILUIR AS INVISIBILIDADES SOCIAIS – esta cultura da imaginação está estreitamente ligada à capacidade socrática de criticar tradições mortas ou inadaptadas e fornece-lhe um apoio essencial. Não se pode tratar a posição intelectual do outro com respeito sem ter pelo menos tentado compreender a concepção de vida e as experiências que lhe estão subjacentes.
Mas as Artes também geram o prazer associado a actos de compreensão e reflexão, produzem um diálogo suportável e até atraente com os preconceitos do passado e não um diálogo caracterizado pelo medo e pela desconfiança.

(THE TIMES – Literary supplement – Londres)

Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18614
Convidados: 999



WWW
« Responder #1 em: Agosto 31, 2010, 11:27:57 »

"“Uma vida que não se questiona não vale a pena ser vivida” , afirmava Sócrates. Pagou com a vida a sua fixação neste ideal de questionamento crítico. "
Hoje, nas universidades não se pagará com a vida esse espírito crítico, mas será que se não paga de outras formas? Um aluno pode questionar o professor na Universidade? Todos mesmo? Ou paga com um "chumbo" injustamente aplicado?
Completei vários cursos mas, nas poucas vezes em que mostrei o meu lado mais crítico, saí-me mal. Não que me tenham reprovado, mas senti-me penalizada sim. Só dei completamente azo às minhas críticas quando estava a frequentar cursos de que não precisava senão para meu gozo pessoal. Aí sim, não fui fácil. Penso que me vinguei nesses do silêncio que tive que manter, nos que precisei para usar na profissão.
A minha opinião é de que através das décadas a Universidade continua a ensinar aos jovens a covardia e a subserviência. Não creio que hoje os governos tenham medo dos estudantes, como acontecia em outras eras. Até ao Secundário, as crianças e os pais têm toda a liberdade para fazerem crítica, justa ou injusta. A partir daí, a necessidade de classificações elevadas para certos cursos calam a boca à maioria.
Triste futuro espera a nossa Juventude.
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
gdec2001
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2241
Convidados: 0



« Responder #2 em: Agosto 31, 2010, 11:55:45 »

Bem, bem, não sejam tão pessimistas . É verdade que a tecnologia tem uma fome insaciável mas só se deixa comer quem quer .
Se soubermos escolher os cursos há ainda muitas humanidades -e alguma humanidade- a escolher, nas Universidades e nas demais escolas . Depois as humanidades não se ensinam apenas na Escola. Ensinam-se na vida.
E não se esqueçam que Sócrates não é de ontem ou seja que tais lamentos não começaram agora .
Mas não devemos avisar ?
Devemos avisar sim .
Avisar nunca é demais .
Lutemos pois para afirmar o Homem.
Mas lutemos com confiança e até mesmo com alegria ,
Afirmemo-nos
vosso
Geraldes de Carvalho
Registado

Geraldes de Carvalho
http://gdecseeufossfosse-gdec.blogspot.pt
          -este é meu blog-
josé antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5837
Convidados: 0


escrever é um acto de partilha


« Responder #3 em: Setembro 03, 2010, 08:03:24 »

Amigo Geraldes,

Infelizmente a autora deste ensaio não está a ser pessimista, apenas realista, e nós sabemos todos desta realidade.
Tem razão, quantos mais avisos mais hipóteses de sucesso na prevenção dos jovens para os falsos valores...

Abraço
JA
Registado
Tere Tavares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 926
Convidados: 0



WWW
« Responder #4 em: Setembro 08, 2010, 14:53:30 »

À parte realistas e pessimistas, sente-se e observa-se que nem tudo está omisso.
A omissão entretanto é quase cabal, e o futuro poderá ser demasiado futuro.
Alertas como esses são faces de alguma luz.
Gostei muito da leitura dessa postagem.

Abraços
Registado

Escreve também no blog:
http://m-eusoutros.blogspot.com
Todos os textos registrados nº 540.178 livro 1027 folha 386.
Escritório de Direitos Autorais - Biblioteca Nacional
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2782
Convidados: 0



WWW
« Responder #5 em: Setembro 08, 2010, 19:31:25 »

A minha opinião cinge-se praticamente às experiências que tive da passagem pelas escolas e pelas Universidades. Não tenho informação que me permita generalizá-la. Mas tenho a impressão de que o Ensino padece da mesma pressa e ansiedade que afectam a sociedade acelerada e desnorteada do nosso tempo. Neste contexto, as ciÊncias e as tecnologias talvez sejam menos vulneráveis, pela maior aptidão para agregarem consensos e utilidades imediatas. As humanidades atravessam horizontes de imensa turbulência e descrença, ou pelo menos grandes reservas, quanto ao futuro da humanidade. O homem é o problema. No meio desta inquietação e preocupação e desilusão, que para tantas pessoas é desespero, as artes e as filosofias e as religiões emergem com mais intensidade e reflectem a consciência, sempre necessária e fundamental de nós próprios e do mundo em que estamos mergulhados. Sob o signo da velocidade, o perigo de vertigens e de enjoos e de acidentes, e de loucura, aumenta exponencialmente. Talvez falte o ensino e a educação em competências indispensáveis à sobrevivência das democracias e indispensáveis para que a credibilidade da justiça social triunfe. Mas a adesão e a defesa dos valores da justiça, da liberdade e da responsabilidade é mais premente nas condições críticas da organização política e económica do mundo conturbado em que vivemos. Estou convencido de que as Universidades e as Escolas dispõem actualmente de condições como nunca existiram para promover as aprendizagens e a compreensão daquilo que mais importa para manter o que há de bom, ultrapassar o que há de nefasto e almejar o sonho. Se as deixarem, claro está.
 
« Última modificação: Setembro 08, 2010, 19:36:46 por carlossoares » Registado

Carlos Ricardo Soares
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18614
Convidados: 999



WWW
« Responder #6 em: Setembro 28, 2010, 20:00:42 »

"Estou convencido de que as Universidades e as Escolas dispõem actualmente de condições como nunca existiram para promover as aprendizagens e a compreensão daquilo que mais importa para manter o que há de bom, ultrapassar o que há de nefasto e almejar o sonho. Se as deixarem, claro está."

Pois...
 
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Hoje às 14:33:05]

[Hoje às 00:41:53]

[Maio 27, 2023, 14:02:05 ]

[Maio 16, 2023, 16:00:24 ]

[Maio 07, 2023, 03:38:00 ]

[Maio 07, 2023, 03:20:30 ]

[Maio 07, 2023, 02:53:36 ]

[Maio 07, 2023, 02:49:46 ]

[Maio 07, 2023, 02:44:50 ]

[Maio 07, 2023, 02:40:24 ]
Membros
Total de Membros: 792
Ultimo: Leonardrox
Estatísticas
Total de Mensagens: 129930
Total de Tópicos: 26621
Online hoje: 383
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 273
Total: 273
Últimas 30 mensagens:
Janeiro 01, 2023, 20:15:54
Bom Ano! Obrigada pela companhia!
Dezembro 30, 2022, 19:42:00
Entrei para desejar um novo ano carregado de inflação de coisas boas para todos
Novembro 10, 2022, 20:31:07
Partilhar é bom! Partilhem leituras, comentários e amizades. Faz bem à alma.
Novembro 10, 2022, 20:30:23
E, se não for pedir muito, deixem um incentivo aos autores!
Novembro 10, 2022, 20:29:22
Boas leituras!
Novembro 10, 2022, 20:29:08
Boa noite!
Setembro 05, 2022, 13:39:27
Brevemente, novidades por aqui!
Setembro 05, 2022, 13:38:48
Boa tarde
Outubro 14, 2021, 00:43:39
Obrigado, Administração, por avisar!
Setembro 14, 2021, 10:50:24
Bom dia. O site vai migrar para outra plataforma no dia 23 deste mês de setembro. Aconselha-se as pessoas a fazerem cópias de algum material que não tenham guardado em meios pessoais. Não está previsto perder-se nada, mas poderá acontecer. Obrigada.

Maio 10, 2021, 20:44:46
Boa noite feliz para todos
Maio 07, 2021, 15:30:47
Olá! Boas leituras e boas escritas!
Abril 12, 2021, 19:05:45
Boa noite a todos.
Abril 04, 2021, 17:43:19
Bom domingo para todos.
Março 29, 2021, 18:06:30
Boa semana para todos.
Março 27, 2021, 16:58:55
Boa tarde a todos.
Março 25, 2021, 20:24:17
Boia noite para todos.
Março 22, 2021, 20:50:10
Boa noite feliz para todos.
Março 17, 2021, 15:04:15
Boa tarde a todos.
Março 16, 2021, 12:35:25
Olá para todos!
Março 13, 2021, 17:52:36
Olá para todos!
Março 10, 2021, 20:33:13
Boa feliz noite para todos.
Março 05, 2021, 20:17:07
Bom fim de semana para todos
Março 04, 2021, 20:58:41
Boa quinta para todos.
Março 03, 2021, 19:28:19
Boa noite para todos.
Março 02, 2021, 20:10:50
Boa noite feliz para todos.
Fevereiro 28, 2021, 17:12:44
Bom domingo para todos.
Fevereiro 26, 2021, 21:31:48
Bom fim de semana para tod@s.
Fevereiro 25, 2021, 20:52:03
Boa noite a todos.
Fevereiro 24, 2021, 20:43:45
Boa noite a todos.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 1.275 segundos com 28 procedimentos.