EscritArtes
Fevereiro 26, 2020, 09:08:19 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1] 2 3 ... 33   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Concurso “IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”  (Lida 90985 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« em: Junho 11, 2010, 19:12:25 »

CONCURSO PARA O PRÓXIMO RENDEZ-VOUS – 9 /10 /2010

“IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”

 

 

É verdade. Todos temos imagens muitas ou poucas do nosso passado e mesmo presente. Umas mais agradáveis que outras, mas todas elas memórias que ficaram e/ou ficam gravadas. E ainda bem.

Desta feita, o nosso desafio é propor-vos a partilha dessas vossas/nossas memórias, como se estivessem a descrever uma ou mais fotografias, preferencialmente, dos melhores momentos da vida (tema livre)

 

E AS REGRAS SÃO ESTAS:

 

 

- Cada texto não deverá exceder os 600 caracteres, incluindo espaços;

- Os textos inéditos concorrentes deverão ser enviados para: administracaoescritartes@gmail.com (Assunto: “IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”) nunca postados directamente pelos autores, em qualquer tópico que seja do site. Se tal vier a acontecer antes dos resultados finais, o texto será retirado de concurso.

- Cada participante poderá concorrer com a quantidade de textos que pretender, mas sempre e somente textos distintos, isto é, nunca continuação de anteriores. A cada um, será atribuído um número de série com que será publicitado no site e se apresentará a votação. Os concorrentes devem assinar o texto com o seu nome de utilizador no site, embora isso depois seja retirado do texto que se apresenta a votação.

- O último dia para recepção dos textos concorrentes será o dia 6 de Setembro próximo, (Segunda-feira);

- A partir de tal data, a Votação será aberta em tópico controlado pela Administração. O apuramento dos resultados é automaticamente apresentado pelo site e o respectivo anúncio será feito no decorrer do Encontro, no dia 9 de Outubro no Clube dos Fenianos no Porto;

- Existirá um primeiro prémio pecuniário de 50 euros, oferecido pelo Escritartes;

 
- Cláusula única:

O Vencedor(a) fica automaticamente obrigado a colaborar com as suas respostas numa entrevista a ser-lhe dirigida pelos Organizadores, bem como dispensar material fotográfico para suporte da postagem da mesma no Escritartes. Deverá também disponibilizar o seu NIB/IBAN para transferência bancária.


 - Existirá um segundo prémio, constituído pelas três colectâneas do site, oferecido pela editora Mosaico de Palavras.

 
« Última modificação: Outubro 13, 2010, 10:38:49 por Dionísio Dinis » Registado
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #1 em: Junho 11, 2010, 19:15:25 »

Texto n.º 1



DEZASSETE TOSTÕES
 

Apenas dezassete tostões satisfariam o prazer de uns tantos cigarros no consolo dum vício de décadas. Um maço de cigarros “ Definitivos”. Mas do sustento da casa e dos filhos os dezassete tostões não sobravam e a satisfação do vício teria de aguardar por melhores dias. Pelo dia em que depois de todas as despesas pagas, eles sobrassem, sem causar mossa no orçamento sempre batido no zero absoluto, do nada igual a nada. Para além do leite, do pão e da mercearia eles teriam de sobrar um dia. Dia que nem ele, sofredor angustiado nem a mulher adivinhavam quando poderia acontecer.
Registado
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #2 em: Junho 11, 2010, 19:32:54 »

Texto n.º 2

Enquanto a noite se fazia rogada, o homem trôpego de álcool e a mulher perdida de vida trocavam mágoas a muitos milhões de lamentos por segundo.
O bar vazio com o empregado bufando sono e cansaço cantavam um requiem em louvor daquelas almas penadas.
Por quanto tempo se suporta a dor própria sob a dor da mais desafortunada companhia?
Também, qualquer que fosse a resposta dada a uma equação etílica, nenhuma luz se faria sobre a inquietude dos perguntadores. A verdade da noite, ia mais uma vez ser mascarada por dia vestido de óculos escuros.
Noites e dias repetidos até à exaustão…
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18402
Convidados: 994



WWW
« Responder #3 em: Junho 12, 2010, 12:34:55 »

Dois textos já cá moram. Podem ir treinando!
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
Lucrécia Bórgia
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 504
Convidados: 0


« Responder #4 em: Junho 12, 2010, 14:18:41 »

Excelente iniciativa! Tenho pena de não me sentir capaz de escrever algo assim. Contudo, prometo tentar! Wink
Registado
josé antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5837
Convidados: 0


escrever é um acto de partilha


« Responder #5 em: Junho 12, 2010, 15:38:42 »

Lucrécia,
Com o devido respeito pelos ciclistas esta coisa é como andar de bicicleta... trambolha-se, trambolha-se até se trambolhar muito menos...
E quem não de predispõe a trambolhar, ui, cara amiga, nunca mais dá um trambolhão a sério para se levantar e dar outros de seguida...
Vá por mim...
E ligue-me a dar notícias do hospital...
Abraço
JA
Registado
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #6 em: Junho 12, 2010, 21:49:04 »

CONCURSO PARA O PRÓXIMO RENDEZ-VOUS – 9 /10 /2010

“IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”

 

 

É verdade. Todos temos imagens muitas ou poucas do nosso passado e mesmo presente. Umas mais agradáveis que outras, mas todas elas memórias que ficaram e/ou ficam gravadas. E ainda bem.

Desta feita, o nosso desafio é propor-vos a partilha dessas vossas/nossas memórias, como se estivessem a descrever uma ou mais fotografias, preferencialmente, dos melhores momentos da vida (tema livre)

 

E AS REGRAS SÃO ESTAS:

 

 

- Cada texto não deverá exceder os 600 caracteres, incluindo espaços;

- Os textos inéditos concorrentes deverão ser enviados para: administracaoescritartes@gmail.com (Assunto: “IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”) nunca postados directamente pelos autores, em qualquer tópico que seja do site. Se tal vier a acontecer antes dos resultados finais, o texto será retirado de concurso.

- Cada participante poderá concorrer com a quantidade de textos que pretender, mas sempre e somente textos distintos, isto é, nunca continuação de anteriores. A cada um, será atribuído um número de série com que será publicitado no site e se apresentará a votação.

- O último dia para recepção dos textos concorrentes será o dia 6 de Setembro próximo, (Segunda-feira);

- A partir de tal data, a Votação será aberta em tópico controlado pela Administração. O apuramento dos resultados é automaticamente apresentado pelo site e o respectivo anúncio será feito no decorrer do Encontro, no dia 9 de Outubro no Clube dos Fenianos no Porto;

- Existirá um prémio pecuniário de 50 euros;

 

- Cláusula única:

O Vencedor(a) fica automaticamente obrigado a colaborar com as suas respostas numa entrevista a ser-lhe dirigida pelos Organizadores, bem como dispensar material fotográfico para suporte da postagem da mesma no Escritartes. Deverá também disponibilizar o seu NIB/IBAN para transferência bancária.

 
Textos já enviados:

Texto n.º 1



DEZASSETE TOSTÕES
 

Apenas dezassete tostões satisfariam o prazer de uns tantos cigarros no consolo dum vício de décadas. Um maço de cigarros “ Definitivos”. Mas do sustento da casa e dos filhos os dezassete tostões não sobravam e a satisfação do vício teria de aguardar por melhores dias. Pelo dia em que depois de todas as despesas pagas, eles sobrassem, sem causar mossa no orçamento sempre batido no zero absoluto, do nada igual a nada. Para além do leite, do pão e da mercearia eles teriam de sobrar um dia. Dia que nem ele, sofredor angustiado nem a mulher adivinhavam quando poderia acontecer.

Texto n.º 2

Enquanto a noite se fazia rogada, o homem trôpego de álcool e a mulher perdida de vida trocavam mágoas a muitos milhões de lamentos por segundo.
O bar vazio com o empregado bufando sono e cansaço cantavam um requiem em louvor daquelas almas penadas.
Por quanto tempo se suporta a dor própria sob a dor da mais desafortunada companhia?
Também, qualquer que fosse a resposta dada a uma equação etílica, nenhuma luz se faria sobre a inquietude dos perguntadores. A verdade da noite, ia mais uma vez ser mascarada por dia vestido de óculos escuros.
Noites e dias repetidos até à exaustão…
« Última modificação: Junho 13, 2010, 22:20:40 por Administração » Registado
Dionísio Dinis
Moderador Global
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 9517
Convidados: 0



WWW
« Responder #7 em: Junho 13, 2010, 12:22:15 »

Não dói nada.Basta enviarem os vossos textos para  administracaoescritartes@gmail.com.
Mãos à obra.
Registado

Pensar amar-te, é ter o acto na palavra e o coração no corpo inteiro.
http://www.escritartes.com/forum/index.php
Alfredo D
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 584
Convidados: 0



« Responder #8 em: Junho 13, 2010, 17:19:53 »

Vou pensar nisso.
Registado
josé antonio
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 5837
Convidados: 0


escrever é um acto de partilha


« Responder #9 em: Junho 13, 2010, 17:50:58 »

Alfredo D

" Vou pensar nisso " é um tema explêndido... :yahoo:
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6041
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #10 em: Junho 13, 2010, 17:55:02 »

Estou organizando meu banco de memórias. Enviarei tão logo a faxina mental esteja terminada. [risos] :woot:
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #11 em: Junho 13, 2010, 19:17:48 »

Texto n.º 3
O Jeremias depois de uma noite de pândega e asneirada, deu-se ares de deus louco e de pensador eminente.
A coisa ia dando para o torto, não fora a dona Efigénia ter filado o desmiolado do Jeremias no preciso momento em que ele se fazia de Ícaro e se preparava para voar da janela da Carminha cabeleireira, que minutos antes trepara para se aventurar numa alcoólica serenata matutina.
Com calma e experiência de anos de maritais bebedeiras, dona Efigénia lá convenceu o Jeremias a descer de modo mais ortodoxo da varanda e mergulhou a estouvada cabeça do tratante no lago dos peixinhos vermelhos.    
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6041
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #12 em: Junho 13, 2010, 19:27:54 »

Estou gostando de ver os trabalhos...
Registado
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #13 em: Junho 13, 2010, 20:11:00 »

Texto n.º 4

Recolhe o tempo no tempo maior, descem as sombras no descampado da luz e sonha-se a Lua perdendo-se na planície.
O tempo calcorreia a vida do pobre pedinte desassombrado que, sem mossa maior, espera a sopa à porta do albergue. Foge-lhe o tempo na tigela sem colher, água verde ausente de cores outras. Foge-lhe o tempo nos olhos baços. Folhe-lhe o tempo nas pernas bambas, acidente vascular cerebral de outras eras. Apenas o chão espera o próprio tempo. Para matar o resto do tempo. Assim, sem regras nem demoras, como se o Universo não tivesse cancelas.
Registado
Administração
Administrador
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 807
Convidados: 4

administracaoescritartes@gmail.com


« Responder #14 em: Junho 13, 2010, 22:21:56 »

CONCURSO PARA O PRÓXIMO RENDEZ-VOUS – 9 /10 /2010

“IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”

 

 

É verdade. Todos temos imagens muitas ou poucas do nosso passado e mesmo presente. Umas mais agradáveis que outras, mas todas elas memórias que ficaram e/ou ficam gravadas. E ainda bem.

Desta feita, o nosso desafio é propor-vos a partilha dessas vossas/nossas memórias, como se estivessem a descrever uma ou mais fotografias, preferencialmente, dos melhores momentos da vida (tema livre)

 

E AS REGRAS SÃO ESTAS:

 

 

- Cada texto não deverá exceder os 600 caracteres, incluindo espaços;

- Os textos inéditos concorrentes deverão ser enviados para: administracaoescritartes@gmail.com (Assunto: “IMAGENS DA NOSSA MEMÓRIA”) nunca postados directamente pelos autores, em qualquer tópico que seja do site. Se tal vier a acontecer antes dos resultados finais, o texto será retirado de concurso.

- Cada participante poderá concorrer com a quantidade de textos que pretender, mas sempre e somente textos distintos, isto é, nunca continuação de anteriores. A cada um, será atribuído um número de série com que será publicitado no site e se apresentará a votação.

- O último dia para recepção dos textos concorrentes será o dia 6 de Setembro próximo, (Segunda-feira);

- A partir de tal data, a Votação será aberta em tópico controlado pela Administração. O apuramento dos resultados é automaticamente apresentado pelo site e o respectivo anúncio será feito no decorrer do Encontro, no dia 9 de Outubro no Clube dos Fenianos no Porto;

- Existirá um prémio pecuniário de 50 euros;

 

- Cláusula única:

O Vencedor(a) fica automaticamente obrigado a colaborar com as suas respostas numa entrevista a ser-lhe dirigida pelos Organizadores, bem como dispensar material fotográfico para suporte da postagem da mesma no Escritartes. Deverá também disponibilizar o seu NIB/IBAN para transferência bancária.

 
Textos já enviados:

Texto n.º 1



DEZASSETE TOSTÕES
 

Apenas dezassete tostões satisfariam o prazer de uns tantos cigarros no consolo dum vício de décadas. Um maço de cigarros “ Definitivos”. Mas do sustento da casa e dos filhos os dezassete tostões não sobravam e a satisfação do vício teria de aguardar por melhores dias. Pelo dia em que depois de todas as despesas pagas, eles sobrassem, sem causar mossa no orçamento sempre batido no zero absoluto, do nada igual a nada. Para além do leite, do pão e da mercearia eles teriam de sobrar um dia. Dia que nem ele, sofredor angustiado nem a mulher adivinhavam quando poderia acontecer.

Texto n.º 2

Enquanto a noite se fazia rogada, o homem trôpego de álcool e a mulher perdida de vida trocavam mágoas a muitos milhões de lamentos por segundo.
O bar vazio com o empregado bufando sono e cansaço cantavam um requiem em louvor daquelas almas penadas.
Por quanto tempo se suporta a dor própria sob a dor da mais desafortunada companhia?
Também, qualquer que fosse a resposta dada a uma equação etílica, nenhuma luz se faria sobre a inquietude dos perguntadores. A verdade da noite, ia mais uma vez ser mascarada por dia vestido de óculos escuros.
Noites e dias repetidos até à exaustão…

Texto n.º 3
O Jeremias depois de uma noite de pândega e asneirada, deu-se ares de deus louco e de pensador eminente.
A coisa ia dando para o torto, não fora a dona Efigénia ter filado o desmiolado do Jeremias no preciso momento em que ele se fazia de Ícaro e se preparava para voar da janela da Carminha cabeleireira, que minutos antes trepara para se aventurar numa alcoólica serenata matutina.
Com calma e experiência de anos de maritais bebedeiras, dona Efigénia lá convenceu o Jeremias a descer de modo mais ortodoxo da varanda e mergulhou a estouvada cabeça do tratante no lago dos peixinhos vermelhos.   

Texto n.º 4

Recolhe o tempo no tempo maior, descem as sombras no descampado da luz e sonha-se a Lua perdendo-se na planície.
O tempo calcorreia a vida do pobre pedinte desassombrado que, sem mossa maior, espera a sopa à porta do albergue. Foge-lhe o tempo na tigela sem colher, água verde ausente de cores outras. Foge-lhe o tempo nos olhos baços. Folhe-lhe o tempo nas pernas bambas, acidente vascular cerebral de outras eras. Apenas o chão espera o próprio tempo. Para matar o resto do tempo. Assim, sem regras nem demoras, como se o Universo não tivesse cancelas.
Registado
Páginas: [1] 2 3 ... 33   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Fevereiro 24, 2020, 18:22:42 ]

[Fevereiro 19, 2020, 07:26:46 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:49:53 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:48:07 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:46:21 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:41:18 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:40:26 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:39:51 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:39:16 ]

[Fevereiro 18, 2020, 18:38:43 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128217
Total de Tópicos: 26322
Online hoje: 53
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 41
Total: 41
Últimas 30 mensagens:
Fevereiro 18, 2020, 18:50:53
Olá Margarida. Seja bem aparecida.
Fevereiro 18, 2020, 18:41:32
Boas!
Fevereiro 10, 2020, 19:37:51
Boa noite!
Janeiro 29, 2020, 20:06:36
Oi pessoal. FigasAbraço
Janeiro 27, 2020, 20:16:38
Boa noite a todos
Janeiro 15, 2020, 17:52:14
Boa tarde a todos
Janeiro 10, 2020, 14:03:15
Boa tarde a todos
Janeiro 06, 2020, 14:46:26
Boa tarde a todos
Janeiro 01, 2020, 20:02:37
Bom ano feliz para todos.
Janeiro 01, 2020, 10:32:02
Bom Ano!
Dezembro 18, 2019, 16:48:08
Boa tarde!
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, não há comentários.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dionísio. Obrigado pelo teu comentário. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos comentários. Evito-os, para não  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem lê lê, quem não lê não lê. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que estão e os que virão.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Junho 28, 2019, 14:37:28
Boa tarde. Hoje, apeteceu-me saudar todos os que aqui tentam pôr arte na pena. Figasabraço
Maio 18, 2019, 19:22:13
Olá! Boa leitura e boa escrita para todos!
Maio 01, 2019, 17:26:47
Boa escrita e boa leitura para todos!
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.187 segundos com 30 procedimentos.