EscritArtes
Julho 13, 2020, 14:47:37 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Despedida...quase uma ode.  (Lida 894 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Carlos Said
Contribuinte Junior
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 76
Convidados: 0


Um entusiasta das letras...


« em: Maio 23, 2008, 12:45:03 »

Partiu distante de mim, soube por terceiros. Mas creiam no dia e hora em que viajou do corpo para suas paragens da alma, uma dor funda, pungente, fina como uma lamina, apequenou meu peito, me apertou o coração. Senti por momentos, como se um pedaço de mim houvesse sido arrancado,  a partir daquele momento um espaço vazio ocupou minha alma. O câncer lhe havia tomado um seio, depois outro, enfim corroera sua vida. A ultima imagem é de nosso ultimo encontro, extirpara um seio e me explicava num bar que costumávamos nos encontrar, porque não dissera, me deixara sem noticias tanto tempo, me amargurara em sua ausência, se desculpava com seus imensos, mansos e lindos olhos azuis, de coisas que sua simples presença já apagara. Mais tarde na penumbra, inusitada do quarto, que providenciara cerrando as cortinas, para que a cicatriz que ocupava onde outrora fora a curvatura perfeita do seu seio esquerdo cujo direito ainda recordava o par formado, não se apresentasse nú em sua fealdade.
Me dizia em lagrimas, enquanto eu abafava as minhas...-Tinha que ser você, o primeiro a possuir este corpo mutilado. Nos possuímos em suas lagrimas, até que seus soluços substituem-se em gemidos, gozaramos o amor que nos dávamos, substitui a lagrima por um sorriso  que manso lhe “adelgava” os olhos de gata. Ao saber que partira e como partira, me desesperei – mais tarde a medida que fui reencontrando a mim mesmo, num mar de despojos que compunham minha solidão, não penetrava a realidade desta morte, nem assimilava a realidade do seu desaparecimento. Caminhava a insone e insano, pela cidade, visitava lugares que gostávamos, supunha assim talvez pudesse depará-la de um momento para outro, acenar-lhe com a mão pensando...-Não disse ?. Ela esta ai, viva como sempre foi e será ela é imortal. Ela foi morrendo aos poucos para mim, minuto a minuto, hora a hora, dia a dia, eu acompanhava calado e lúcido, essa agonia que se estendeu ao longo dos anos. Morreu em mim de infindáveis mortes, ora na praia no pedaço de areia que estendia sua canga, ora através de caminhos por nós percorridos, ruas, vielas de nossa Sampa, ora no lugar que escolhia no cinema. Assim, tudo que a rodeara, que vivera com ela e dela, ou servira de testemunho á sua presença, fora perdendo o efeito, enrijecendo-se, incorporando-se ao resto anônimo e sem interesse das coisas. Este foi o modo como morreu,  de sua longa morte, de sua morte maior que sua própria existência, que jamais enterrei, enterrei sua morte e tudo o que representava sua perda.
Carlos Said
Registado

A vida é a arte do encontro...preciso destes encontros na vida...
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18461
Convidados: 994



WWW
« Responder #1 em: Maio 25, 2008, 21:03:44 »

Enterrar a morte é preservar a lembrança e o bem querer!
Um texto retratando uma vida cruel. Poucos homens fariam amor com uma estropiada... eu penso (oxalá esteja enganada!)
Um abraço
Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
marcopintoc
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 524
Convidados: 0



WWW
« Responder #2 em: Maio 25, 2008, 21:15:30 »

É o segundo texto de grande qualidade que leio aqui hoje onde o tema da morte é abordado. Achei lindíssima a imagem “curvatura perfeita do seu seio esquerdo cujo direito ainda recordava o par formado, não se apresentasse nu em sua fealdade”. Sinceros parabéns por um excelente momento de escrita.
Registado

Marco Pinto Correia

Blog Pessoal : http://avenidadocaos.wordpress.com
Twitter: http://twitter.com/marcopintoc
Mel de Carvalho
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1660
Convidados: 0


"abraça o conteúdo e não a forma" Saint-Exupery


WWW
« Responder #3 em: Maio 25, 2008, 21:37:55 »

Caríssimo Carlos Said,
poucos tem sido os textos, nos últimos tempos, que me têm conseguido arrancar uma lágrima. Às vezes dou por mim a pensar que a vida me retirou a capacidade de sentir, de me tocar. Apenas me deixou e de forma ténue, capacidade de escrever umas linhas.
Todavia, este seu texto, não me arrancou uma lágrima, arrancou um rio delas... porventura porque o cancro é algo muito presente em minha vida, porventura porque o Carlos teve a capacidade singular de dar forma a um texto que, falando da morte, enaltece o motor maior da vida: o dar-se ao outro em amor. Independentemente das suas limitações (neste caso físicas).

Bem-haja, reconhecido abraço
Mel
Registado

Mel de Carvalho
www.noitedemel.blogs.sapo.pt
www.noitedemel.blogspot.com (apenas prosa)

Mais sobre mim: http://www.escritartes.com/forum/index.php?page=20
____
MT.ATENÇÃO: CÓPIAS TOTAIS OU PARCIAIS EM BLOGS OU AFINS SÓ C/AUTORIZAÇÃO EXPRESSA
Carlos Said
Contribuinte Junior
**
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 76
Convidados: 0


Um entusiasta das letras...


« Responder #4 em: Maio 26, 2008, 12:31:21 »

Gratos pelos comentarios, aos que leram saibam que de algum modo participaram um pouco de minha vida. Ao dividir comigo suas impressões, sentimentos e ponderações sempre me dão o alento de manter escritas as emoções...valeu...do fundo da minha alma.
Existem ausências que estarão sempre presentes, e presenças que jamais deixaram de ser ausências.
Que meu abraço encontre em cada um...um sorriso.
Carlos Said
A gente escreve sobre aquilo que não confessamos a propria alma.
Raimundo Carrero
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Julho 12, 2020, 22:15:26 ]

[Julho 12, 2020, 22:09:06 ]

[Julho 11, 2020, 21:37:07 ]

[Julho 11, 2020, 21:34:55 ]

[Julho 11, 2020, 12:51:18 ]

[Julho 11, 2020, 12:45:33 ]

[Julho 11, 2020, 12:42:42 ]

[Julho 11, 2020, 12:40:16 ]

[Julho 11, 2020, 12:38:01 ]

[Julho 05, 2020, 22:27:17 ]
Membros
Total de Membros: 791
Ultimo: Bruna Brunelleshi
Estatísticas
Total de Mensagens: 128490
Total de Tópicos: 26383
Online hoje: 277
Máximo Online: 630
(Março 31, 2019, 09:49:42 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 248
Total: 248
Últimas 30 mensagens:
Abril 04, 2020, 09:57:10
Bom dia para todos!
Março 20, 2020, 15:06:31
Olá para todos!
Março 19, 2020, 22:59:05
Olá para todos! Espero que estejam bem, na medida do possível!
Fevereiro 18, 2020, 18:50:53
Olá Margarida. Seja bem aparecida.
Fevereiro 18, 2020, 18:41:32
Boas!
Fevereiro 10, 2020, 19:37:51
Boa noite!
Janeiro 29, 2020, 20:06:36
Oi pessoal. FigasAbraço
Janeiro 27, 2020, 20:16:38
Boa noite a todos
Janeiro 15, 2020, 17:52:14
Boa tarde a todos
Janeiro 10, 2020, 14:03:15
Boa tarde a todos
Janeiro 06, 2020, 14:46:26
Boa tarde a todos
Janeiro 01, 2020, 20:02:37
Bom ano feliz para todos.
Janeiro 01, 2020, 10:32:02
Bom Ano!
Dezembro 18, 2019, 16:48:08
Boa tarde!
Dezembro 06, 2019, 20:13:01
Boa noite feliz para todos
Dezembro 02, 2019, 21:57:04
Boa noite feliz para todos.
Dezembro 01, 2019, 19:51:29
Boa noite feliz para todos
Dezembro 01, 2019, 18:52:15
Boa noite!
Novembro 29, 2019, 20:32:37
Boa noite feliz para todos.
Novembro 29, 2019, 17:37:17
Boa tarde!
Novembro 29, 2019, 17:35:53
Boa tarde a todos!
Novembro 12, 2019, 18:18:18
um abraço para a administração, para quem dinamiza este espaço, seja como escritor, como leitor, como comentador.
Novembro 12, 2019, 18:15:54
margarida, plenamente de acordo.
Novembro 11, 2019, 11:31:31
Bom dia. Se todos fizerem igual, não há comentários.
Novembro 09, 2019, 14:53:10
Oi Dionísio. Obrigado pelo teu comentário. Desculpa eu ser relapso a fazer muitos comentários. Evito-os, para não  louvar uns ou criticar outros. Prefiro ficar na minha, ficar no que me parece. O meu principio geral: escrever, quem lê lê, quem não lê não lê. Ponto. Leio poesia d'outros, m
Novembro 01, 2019, 14:41:40
Boa tarde  todos. Os que estão e os que virão.
Outubro 31, 2019, 14:58:38
Parabéns, Figas. Parabéns a todos os que lêem e que escrevem, parabéns a todos os que partilham escritas e comentários.
 
Outubro 10, 2019, 12:24:06
Bom dia. Hoje, andaei a pastar pelas 351 páginas da poesia e encontrei 32 poemas meus, milionários de leituras. com média de 1209 leituras cada. Obrigado a todos os meus contribuintes de lucros poéticos. FigasAbração, a todos. Nota: O Campeão é o Linguagem Decente, com 3692 leituras.Viva a D
Julho 29, 2019, 22:55:56
Olá para todos! Boas histórias e boas escritas!
Julho 02, 2019, 07:05:22
Bom dia!
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.178 segundos com 30 procedimentos.