EscritArtes
Junho 18, 2024, 03:10:01 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Violência "amorosa"  (Lida 10881 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18616
Convidados: 999



WWW
« em: Janeiro 06, 2013, 21:55:53 »

"Quanto mais me bates, mais eu gosto de ti"... Voltou a ser assim?

Registado

Goretidias

 Todos os textos registados no IGAC sob o número: 358/2009 e 4659/2010
carlossoares
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2782
Convidados: 0



WWW
« Responder #1 em: Janeiro 07, 2013, 00:05:55 »


Violência, violência, não, mas disciplina e reforço exógeno, através de incentivos e de sanções, é um facto que se vem revelando eficaz ao longo dos tempos, ou pelo menos indispensável.
Estou a pensar na "ajuda" que é preciso dar às crianças para serem capazes de superar a sua "falta" de vontade ou de determinação para vencerem certos obstáculos, ou a nós próprios, pelas mesmas razões, ou aos adultos, no caso das suas obrigações jurídicas. Essa ajuda tanto pode ser pelo prémio, como pelo castigo.
Os pais, muitas vezes, zangam-se com os filhos e castigam-nos, por amor. Aos nossos amigos, somos capazes de os confrontar com a realidade, porque somos amigos e nos preocupamos com eles. A nós próprios, somos capazes de viver atormentados, de auto-censura e raiva e revolta e inconsolação, pelos nossos erros, ou nem tanto, ou nem isso. Há pessoas que se auto-flagelam até ao suicídio. Isso pode exigir tratamento médico especializado. Há pessoas que se julgam e sentem culpadas e destroçadas, pelo mal que acontece a outrém, ou pelo bem que não foram capazes de promover.

Não estou a pensar no "bater" dentro do casal, que me parece uma monstruosidade, apesar de haver quem diga que há quem goste e pratique, por masoquismo, sadismo, sado-masoquismo... No caso dos presos políticos há quem fale numa relação perversa que se desenvolve entre o torturador e o torturado que leva este a dizer o que aquele quer ouvir... Não confundamos isso com amor. Nem confundamos erotismo com amor, nem sadismo, nem masoquismo.

No entanto, por amor há quem mate, não o que (quem) se ama, mas quem ameaça ou ofende o que (quem) se ama, as guerras são um exemplo assustador e terrível disso.
E há que considerar ainda a fronteira entre o ódio e o amor. Há quem diga que nada é tão próximo. Eu acredito que o amor verdadeiro nunca se deixa contaminar pelo ódio e nunca se transforma sequer em indiferença.
Registado

Carlos Ricardo Soares
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18616
Convidados: 999



WWW
« Responder #2 em: Janeiro 07, 2013, 17:44:30 »

Eu referia-me exatamente à violência doméstica.Todos os dias lemos nos jornais casos escabrosos. Parece que está a aumentar em virulência e número esse tipo de episódio.
Registado
Inês
Novo por cá
*
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18
Convidados: 0



« Responder #3 em: Setembro 24, 2013, 00:27:03 »

Amor e violência são totalmente incompatíveis,
portanto não assimilo "violência amorosa" nem como metáfora.
Violência é possessão, covardia, insegurança, abuso pela força, o próprio desamor.
E ao que diz que tapa de amor não doi lhe digo, bem o merece,
para que um dia chegue a conseguir discernir, pelos opostos,
sentimentos puros de maltratos.
Um abraço
Inês
Registado

<center>

A Poesia quebra o silêncio e lhe exalta
o mistério de suas canções inaudíveis.</center>
Dionísio Dinis
Moderador Global
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 9797
Convidados: 0



WWW
« Responder #4 em: Setembro 24, 2013, 11:33:52 »

Violência é e será sempre violência apenas.Amor é tudo outra coisa diferente!
Registado

Pensar amar-te, é ter o acto na palavra e o coração no corpo inteiro.
http://www.escritartes.com/forum/index.php
Beatriz
Novo por cá
*
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 47
Convidados: 0


A minha posição ....é a de constante interrogação.


« Responder #5 em: Outubro 29, 2013, 00:36:44 »

Toda a violênçia é intolerável.
Em relação a violênçia doméstica considero que é um acumulado de muitos factores, para além da falta de amor.
Lamentavelmente, ouvimos noticias terriveis que acabam no pior dos extremos.
Registado
gdec2001
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 2247
Convidados: 0



« Responder #6 em: Novembro 05, 2013, 19:16:05 »

A questão não é simples e não se resolve com sentenças  simples .
Vou-vos  contar :
Tenho três filhas já são adultas e casadas e nunca lhes toquei .
Mas tenho uma neta que também já é adulta e que quando era miúda era muito irrequieta . Se andávamos numa povoação movimentada era necessário segurá-la bem.
Ora um certo dia estávamos caminhando em Setúbal . Ela tinha quatro ou cinco anos. Eu levava-a pela mão bem segura, julgava eu . Caminhávamos pelo passeio eu, ela e a minha mulher . De repente deu um sacão e correu para o meio da estrada. Corri atrás dela e apanhei-a . Fiquei perdido mas não tanto que não soubesse o que fazia . Acertei-lhe uma nalgada com a mão aberta e com bastante força. Ela começou a berrar . A minha mulher começou a chorar e eu...Bom, sentamo-nos num banco e ali ficamos uns bons minutos chorando, os três .
vosso
geraldes
Registado

Geraldes de Carvalho
http://gdecseeufossfosse-gdec.blogspot.pt
          -este é meu blog-
Beatriz
Novo por cá
*
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 47
Convidados: 0


A minha posição ....é a de constante interrogação.


« Responder #7 em: Novembro 05, 2013, 22:17:36 »

sem dúvida que não podemos generalizar os casos,
cada caso tem uma causa diferente.
No seu caso Geraldes ,  a sua palmada foi mais um acto de preocupação e protecção.
Eu sou mãe, e adoro a minha criançã, mas de vez em quando é preciso chama-la a razão e ensinar-lhe a ter calma.
No caso de violênçia doméstica considero que é mútuo sofrimento,
digamos que é um tema , que como se costuma dizer , tem pano para mangas.
Cumprimentos
Beatriz
Registado
Goreti Dias
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 18616
Convidados: 999



WWW
« Responder #8 em: Fevereiro 20, 2014, 21:08:12 »

Infelizmente, o tema tem regressado às páginas dos jornais. Que mundo é este onde os seres humanos preferem ver aqueles que amam mortos?
Registado
Oswaldo Eurico Rodrigues
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 6176
Convidados: 0


Amo a Literatura e as artes.


« Responder #9 em: Julho 20, 2016, 18:08:25 »

Essa postagem de três anos atrás ainda merece comentário. Parece que violência é algo mais comum do que imaginamos. Seja física ou psicológica; no âmbito familiar ou no espaço público; explícita ou simbólica... Ela existe e sempre causa danos. Estes podem ser reparáveis ou não. Uma coisa eu digo: imperceptível a violência não é. Ainda que tardiamente será percebida e seus efeitos detectados.
Registado

Oswaldo Eurico Rodrigues


Escrevo também nos sites Recanto das Letras (www.recantodasletras.com.br)
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Junho 13, 2024, 18:30:10 ]

[Junho 10, 2024, 21:29:36 ]

[Junho 10, 2024, 21:27:41 ]

[Junho 10, 2024, 21:24:42 ]

[Junho 10, 2024, 21:23:38 ]

[Maio 30, 2024, 19:09:34 ]

[Maio 28, 2024, 11:58:02 ]

[Maio 28, 2024, 11:50:57 ]

[Maio 27, 2024, 19:22:56 ]

[Maio 27, 2024, 14:29:16 ]
Membros
Total de Membros: 792
Ultimo: Leonardrox
Estatísticas
Total de Mensagens: 130161
Total de Tópicos: 26784
Online hoje: 586
Máximo Online: 964
(Março 18, 2024, 08:06:43 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 271
Total: 271
Últimas 30 mensagens:
Maio 25, 2024, 13:29:23
Hoje, o Figas veio aqui, desejar a todos um bem-estar na vida, da melhor maneira vivida.FigasAbraço
Novembro 30, 2023, 09:31:54
Bom dia. Para todos um FigasAbraço
Agosto 14, 2023, 16:53:06
Sejam bem vindos às escritas!
Agosto 14, 2023, 16:52:48
Boa tarde!
Janeiro 01, 2023, 20:15:54
Bom Ano! Obrigada pela companhia!
Dezembro 30, 2022, 19:42:00
Entrei para desejar um novo ano carregado de inflação de coisas boas para todos
Novembro 10, 2022, 20:31:07
Partilhar é bom! Partilhem leituras, comentários e amizades. Faz bem à alma.
Novembro 10, 2022, 20:30:23
E, se não for pedir muito, deixem um incentivo aos autores!
Novembro 10, 2022, 20:29:22
Boas leituras!
Novembro 10, 2022, 20:29:08
Boa noite!
Setembro 05, 2022, 13:39:27
Brevemente, novidades por aqui!
Setembro 05, 2022, 13:38:48
Boa tarde
Outubro 14, 2021, 00:43:39
Obrigado, Administração, por avisar!
Setembro 14, 2021, 10:50:24
Bom dia. O site vai migrar para outra plataforma no dia 23 deste mês de setembro. Aconselha-se as pessoas a fazerem cópias de algum material que não tenham guardado em meios pessoais. Não está previsto perder-se nada, mas poderá acontecer. Obrigada.

Maio 10, 2021, 20:44:46
Boa noite feliz para todos
Maio 07, 2021, 15:30:47
Olá! Boas leituras e boas escritas!
Abril 12, 2021, 19:05:45
Boa noite a todos.
Abril 04, 2021, 17:43:19
Bom domingo para todos.
Março 29, 2021, 18:06:30
Boa semana para todos.
Março 27, 2021, 16:58:55
Boa tarde a todos.
Março 25, 2021, 20:24:17
Boia noite para todos.
Março 22, 2021, 20:50:10
Boa noite feliz para todos.
Março 17, 2021, 15:04:15
Boa tarde a todos.
Março 16, 2021, 12:35:25
Olá para todos!
Março 13, 2021, 17:52:36
Olá para todos!
Março 10, 2021, 20:33:13
Boa feliz noite para todos.
Março 05, 2021, 20:17:07
Bom fim de semana para todos
Março 04, 2021, 20:58:41
Boa quinta para todos.
Março 03, 2021, 19:28:19
Boa noite para todos.
Março 02, 2021, 20:10:50
Boa noite feliz para todos.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.178 segundos com 28 procedimentos.