EscritArtes
Abril 23, 2024, 14:54:44 *
Olá, Visitante. Por favor Entre ou Registe-se se ainda não for membro.

Entrar com nome de utilizador, password e duração da sessão
Notícias: Regulamento do site
http://www.escritartes.com/forum/index.php/topic,9145.0.html
 
  Início   Fórum   Ajuda Entrar Registe-se   *
Páginas: [1]   Ir para o fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Zé Ninguém - A minha vida não dava um romance  (Lida 1090 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1268
Convidados: 0


outono


« em: Novembro 23, 2023, 19:13:26 »


Guardador de Rebanhos

Diz-me como te chamas e dir-te-ei quem és. Zé, está na cara, é nome de pobre, que nem sempre de pobre diabo. Da barriga da mãe de onde saí, saíram mais sete, se a memória não me atraiçoa. Não havia recursos para nomes pomposos. O meu pai gabava-se, na venda do Zé d`Alzira, entre um copo de três e um jogo de sueca, que cada vez que tirava as botas e ficava em ceroulas, metia mais um na “fábrica” da mulher. E dizia-o com propriedade, pois recordo a mãe, ou prenha ou a parir. Da outra variante, não tenho lembrança, porque nas duas camas disponíveis, a lotação estava esgotada e alguém tinha que pernoitar no palheiro.
Lembro-me, isso sim, de ver outros zés (ou marias) acabadinhos de chegar. Uma vez, por mero acaso, até vi atravessar a porta de saída, ou de entrada neste mundo, creio que a Maria dos Remédios. (ou seria a Maria da Consolação?). Foi durante a ceifa, num dia em que o estio fazia jus à sua fama. Era como se o inferno tivesse descido aquele outeiro. Lembro-me da minha mãe gritar “áuguas”.Eu larguei o molho de trigo e na minha inocência juvenil, corri a buscar a infusa onde estava a água que disfarçava a canícula. Quando cheguei já ali estava uma nova maria.
O meu pai a gritar e a cortar o cordão umbilical com a foice: “Não é da infusa que precisamos mas do alforge para deitar a tua mana, grande burro”. E lá montamos a minha mãe na Lindinha, a burra cinzenta, com a Maria para o regresso a casa. Durante esse verão, pelo menos, a mãe não voltou à ceifa. Sim, que entre uma e outra parição e uma ou outra amamentação a mãe ainda ajudava nas lides do campo, quando a faina apertava.
No tempo que sobrava entre guardar a vaca, duas ovelhas e uma cabra, comecei a ir à escola. Tinha que ir porque era obrigatório. Foi lá que comecei a conhecer o mundo para além do horizonte curto da aldeia. Foi lá que percebi aquele mistério da crucificação de que ouvia falar na catequese, de que Jesus tinha sido posto na cruz ao lado de dois ladrões. Ali estava, à nossa frente, a representação da cena com o crucifixo no meio dos ditos ladrões. Tão verdade como me chamar Zé.
O senhor professor que era um bom católico e um grande patriota, a quem tínhamos de saudar de braço esticado, dizia-nos que aqueles dois homens de ar severo, eram o senhor Presidente da República e o senhor Presidente do Conselho. Na minha ignorância campónia, não entendia o significado daquelas palavras. Presidente só conhecia o da Junta de Freguesia. E o meu pai, sempre que ele nos visitava, murmurava entre dentes “aí vem o ladrão contar as galinhas e os ovos que elas põem, com a lengalenga dos interesses da nação”. Bate certo. Presidente igual a ladrão. Se calhar não apenas pilha galinhas, mas “pilhador” de coisas mais avantajadas, pois aqueles dois presidentes que estavam ao lado de Jesus, deviam ser chefes de quadrilha. Pensava eu na minha ingenuidade de um zé qualquer.
Quando fiz exame da 4ª classe, com distinção, passei a ser moiral dos animais a tempo inteiro, que as bocas para alimentar não paravam de crescer, embora as mais velhas tenham ido servir as senhoras da cidade. A Maria dos Remédios, ou talvez a Maria da Purificação deixou-se enganar por um gandulo com promessas tolas. Apareceu em casa com uma barriga maior que o globo da escola primária. Pariu mais uma alma inocente que o pai teve que alimentar. Que havia ele de fazer? Pai é Pai. O que valeu foi que o Zé Tendeiro, já sem mercado entre as moças casadoiras, comprou o produto desvalorizado e ainda levou o brinde. Menos aborrecimento deu uma outra Maria que se deixou iludir por um maltês, que fazia parte da trupe do alcatroamento da estrada. Uma noite, saiu discreta, arrastando os sapatos, e a mãe comentou " a nossa filha vai com um qualquer. Só sei que deixou um cheiro a estrada acabada de alcatroar”.
O meu pai tirou uma fumaça do cigarro de onça que tinha acabado de enrolar: “deixa-a ir mulher pela estrada que escolheu”. Para nós sempre é menos uma boca para alimentar. E estava certo. Desde esse longínquo dia em que essa Maria saiu sem se despedir, com o tipo que cheirava a alcatrão fresco, nunca mais se soube do seu paradeiro. Mas não vi grande tristeza com a sua partida, até porque pelo volume da barriga da mãe vinha mais uma alma a caminho, para ocupar o lugar deixado à mesa.

Excerto de Zé Ninguém - A minha vida não dava um romance. Disponível na Bertrand, Fnac online e na livraria Atlântico (Portugal e Brasil) em papel e ebook.


Registado
Maria Gabriela de Sá
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1244
Convidados: 0



« Responder #1 em: Novembro 24, 2023, 16:24:40 »

Realista, como sempre.....Abraço
Registado

Dizem de mim que talvez valha a pena conhecer-me.
CAMPISTA CABRAL
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 1705
Convidados: 0


Escritor, poeta, documentarista e roteirista.


« Responder #2 em: Novembro 28, 2023, 14:04:24 »

Forte e realista. Uma prosa da vida, uma prosa de impacto!
Parabéns pelo texto!
Registado

CANAL NO YOUTUBE
https://www.youtube.com/channel/UCJ5TRvaPtHNN5sxar_GuuCg

TEXTOS DO AUTOR NOS SITES:

http://cronicascariocas.com/colunista/campista-cabral/

https://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=62723

Proibida a reprodução total ou parcial dos textos sem a prévia autori
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1268
Convidados: 0


outono


« Responder #3 em: Dezembro 02, 2023, 17:27:54 »

Obrigado Gabriela Sá e Campista Cabral. O realismo que referem é vida como a vejo. E para quem estiver interessado na leitura total está disponível em Portugal e no Brasil, na Editora Atlântico. Abraço.
Registado
Maria Gabriela de Sá
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Sexo: Feminino
Mensagens: 1244
Convidados: 0



« Responder #4 em: Dezembro 03, 2023, 01:07:08 »

Todas as vidas davam um romance....
Registado
Nação Valente
Contribuinte Activo
*****
Offline Offline

Mensagens: 1268
Convidados: 0


outono


« Responder #5 em: Dezembro 08, 2023, 23:33:15 »

Depende de quem o escreve.
Registado
Páginas: [1]   Ir para o topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Recentemente
[Abril 03, 2024, 19:27:07 ]

[Março 30, 2024, 19:58:02 ]

[Março 30, 2024, 19:40:23 ]

[Março 20, 2024, 16:42:39 ]

[Março 19, 2024, 20:20:16 ]

[Março 17, 2024, 22:17:37 ]

[Março 17, 2024, 22:16:43 ]

[Março 12, 2024, 00:13:37 ]

[Março 11, 2024, 23:55:47 ]

[Março 05, 2024, 18:49:49 ]
Membros
Total de Membros: 792
Ultimo: Leonardrox
Estatísticas
Total de Mensagens: 130132
Total de Tópicos: 26760
Online hoje: 418
Máximo Online: 964
(Março 18, 2024, 08:06:43 )
Utilizadores Online
Users: 0
Convidados: 338
Total: 338
Últimas 30 mensagens:
Novembro 30, 2023, 09:31:54
Bom dia. Para todos um FigasAbraço
Agosto 14, 2023, 16:53:06
Sejam bem vindos às escritas!
Agosto 14, 2023, 16:52:48
Boa tarde!
Janeiro 01, 2023, 20:15:54
Bom Ano! Obrigada pela companhia!
Dezembro 30, 2022, 19:42:00
Entrei para desejar um novo ano carregado de inflação de coisas boas para todos
Novembro 10, 2022, 20:31:07
Partilhar é bom! Partilhem leituras, comentários e amizades. Faz bem à alma.
Novembro 10, 2022, 20:30:23
E, se não for pedir muito, deixem um incentivo aos autores!
Novembro 10, 2022, 20:29:22
Boas leituras!
Novembro 10, 2022, 20:29:08
Boa noite!
Setembro 05, 2022, 13:39:27
Brevemente, novidades por aqui!
Setembro 05, 2022, 13:38:48
Boa tarde
Outubro 14, 2021, 00:43:39
Obrigado, Administração, por avisar!
Setembro 14, 2021, 10:50:24
Bom dia. O site vai migrar para outra plataforma no dia 23 deste mês de setembro. Aconselha-se as pessoas a fazerem cópias de algum material que não tenham guardado em meios pessoais. Não está previsto perder-se nada, mas poderá acontecer. Obrigada.

Maio 10, 2021, 20:44:46
Boa noite feliz para todos
Maio 07, 2021, 15:30:47
Olá! Boas leituras e boas escritas!
Abril 12, 2021, 19:05:45
Boa noite a todos.
Abril 04, 2021, 17:43:19
Bom domingo para todos.
Março 29, 2021, 18:06:30
Boa semana para todos.
Março 27, 2021, 16:58:55
Boa tarde a todos.
Março 25, 2021, 20:24:17
Boia noite para todos.
Março 22, 2021, 20:50:10
Boa noite feliz para todos.
Março 17, 2021, 15:04:15
Boa tarde a todos.
Março 16, 2021, 12:35:25
Olá para todos!
Março 13, 2021, 17:52:36
Olá para todos!
Março 10, 2021, 20:33:13
Boa feliz noite para todos.
Março 05, 2021, 20:17:07
Bom fim de semana para todos
Março 04, 2021, 20:58:41
Boa quinta para todos.
Março 03, 2021, 19:28:19
Boa noite para todos.
Março 02, 2021, 20:10:50
Boa noite feliz para todos.
Fevereiro 28, 2021, 17:12:44
Bom domingo para todos.
Powered by MySQL 5 Powered by PHP 5 CSS Valid
Powered by SMF 1.1.20 | SMF © 2006-2007, Simple Machines
TinyPortal v0.9.8 © Bloc
Página criada em 0.102 segundos com 29 procedimentos.